Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

Os livros mais assustadores sobre serial killers, crimes e assassinatos reais!


“Eu nasci com o diabo em mim.”
- H. H. HOLMES -

"Nós, serial killers, somos seus filhos, seus maridos, estamos em toda a parte. E haverá mais de suas crianças mortas amanhã. Vocês sentirão o último suspiro deixando seus corpos. Vocês estarão olhando dentro de seus olhos..."  
- TED BUNDY -

“Eu gosto de matar pessoas porque é muito divertido.”
- ZODÍACO -

“Depois que a minha cabeça for cortada, ainda vou ser capaz de ouvir, pelo menos por um momento, o som do meu próprio sangue jorrando do meu pescoço? Isso seria o melhor prazer para acabar com todo o prazer. ”
- PETER KURTEN, O VAMPIRO DE DUSSELDORF -

 “Um palhaço pode 'se dar bem' somente como assassino.” 
- JOHN WAYNE GACY -

Desde o princípio da humanidade a maldade é um conceito amplamente discutido e o homem, como o único ser que mata a própria espécie por prazer, se coloca como um dos pilares das discussões. Será que a bondade é mesmo um "artigo de fábrica" presente em todos? Ou é algo que é aprendido ainda na infância?  O que leva uma pessoa a sentir prazer com o sofrimento de um igual? E a matar metódica e cruelmente até que alguém consiga por um fim em seu ciclo mortal? Não existe uma resposta exata para essas questões, porém a literatura nos dá ferramentas para desvendar esses mistérios através de obras que dissecam as mentes destes psicopatas. Confira uma lista com indicações de livros baseados em fatos reais sobre o tema.

Zodíaco de Robert Graysmith
[Resenha | Compre]
"Aterrorizando a cidade de San Francisco desde 1968, o serial killer Zodíaco, em cartas cheias de escárnio enviadas aos jornais, escondia pistas sobre sua identidade e usava astuciosas mensagens criptografadas que desafiavam as maiores mentes decifradoras de código da CIA, do FBI e da NSA. Nessa época, o autor, Robert Graysmith, era o cartunista de política do maior jornal do norte da Califórnia, o San Francisco Chronicle, de forma que estava lá quando cada uma das cartas criptografadas, cada mensagem codificada, cada farrapo de roupa ensanguentada das vítimas chegou à redação. Neste livro está cada palavra que o Zodíaco escreveu à polícia."

Manson, a biografia de Jeff Guinn
"Manson não é simplesmente uma biografia de um assassino e um líder de culto. É uma história da cultura norte-americana da Grande Depressão no final do século XX. Um estudo fascinante da abuso de poder, ambição, avareza, celebriphilia (um desejo intenso e patológico para se relacionar com uma celebridade), controle mental, mesquinharia, narcóticos, racismo e sexo. É a história dos ex-presidentes Richard Nixon e Lyndon Johnson, da cultura lisérgica e de uma nação em processo de degradação, de Martin Luther King, do Vietnã, do movimento ativista estudantil da nova esquerda Students for a Democratic Society, dos Panteras Negras."

Meia-Noite no Jardim do Bem e do Mal de John Berendt
[Resenha | Compre]
"Meia-noite no Jardim do Bem e do Mal é a reconstrução como romance de um drama real - o julgamento de Jim Williams, antiquário famoso que matou seu assistente, o jovem Danny Hansford. Em torno desta trama - um assassinato com aspectos de paixão, violência e homossexualidade - Berendt criou um magnífico mosaico de personagens, misturando ficção a minuciosa reportagem. O escritor, que viveu oito anos em Savannah, faz do leitor um voyeur dos seus habitantes. Alguns exóticos, como a sedutora drag queen Lady Chablis, outros atraentes e humanos. Todos absolutamente fascinantes."

De frente com o serial killer de Mark Olshaker e John Douglas
[Resenha | Compre]
"John Douglas já interrogou assassinos como Ed Gein, Charles Manson e Ed Kemper, mas nenhum deles chegou aos pés de Joseph McGowan, Joseph Kondro, Donald Harvey e Todd Kohlhepp. Em De frente com o serial killer, ele conta detalhes sobre suas entrevistas com os piores criminosos que encontrou na carreira. Douglas explora sua incrível capacidade de se colocar no lugar do predador e da vítima, além de explicar como cria uma conexão com cada assassino, compreendendo suas motivações e seus planos. Nesta obra sobre a perversidade humana, são reveladas as técnicas utilizadas pelo FBI para combater o mal em nome da justiça."

Manson: retrato de um crime repugnante de Vincent Bugliosi e Curt Gentry
[Resenha | Compre]
"A versão de Vincent Bugliosi, promotor do caso, sobre os crimes cometidos pela "Família Manson", notória pelos assassinatos Tate-Labianca, na década de 60. O livro cobre a biografia de Charles Manson, passeia pelas vidas pregressas de alguns dos membros mais destacados da "família", detalha os assassinatos, com base nos depoimentos de testemunhas e dos envolvidos, e discute o julgamento dos suspeitos, que foram condenados então à prisão perpétua."

O Demônio na Cidade Branca de Erik Larson
"Embora os dois homens — o arquiteto Daniel Hudson Burnham e o jovem médico psicopata Henry H. Holmes — nunca tenham se encontrado, ao menos não formalmente, os seus destinos se uniram por um evento único e mágico, que na época acreditava-se possuir um caráter transformador quase igual ao da Guerra Civil; a Grande Exposição de Chicago, em 1893."

Social Killers: Amigos Virtuais, Assassinos Reais de JJ Slate e RJ Parker
"Social Killers - Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um livro assustadoramente verdadeiro. Seus autores, J. J. Slate e R. J. Parker, reúnem alguns dos casos mais angustiantes de criminosos que usaram as redes sociais para se aproximar de suas vítimas. Torturadores, stalkers, predadores sexuais, canibais, assassinos. A lista, infelizmente, não é pequena. E novas solicitações de amizade continuam chegando a cada dia."

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers de John Douglas e Mark Olshaker
"Durante as mais de duas décadas em que atuou no FBI, o agente especial John Douglas tornou-se uma figura lendária. Em uma época em que a expressão serial killer, assassino em série, nem existia, Douglas foi um oficial exemplar na aplicação da lei e na perseguição aos mais conhecidos e sádicos homicidas de nosso tempo. Como Jack Crawford em O Silêncio dos Inocentes, Douglas confrontou, entrevistou e estudou dezenas de serial killers e assassinos, incluindo Charles Manson, Ted Bundy e Ed Gein. Em detalhes assustadores, Mindhunter mostra os bastidores de alguns dos casos mais terríveis, fascinantes e desafiadores do FBI."

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado de Ann Rule
[Resenha | Compre]
"Quando Ann Rule conheceu Ted Bundy em um centro de atendimento de prevenção ao suicídio, ela não fazia ideia de que aquele rapaz simpático e inteligente - que sentava ao lado dela e de quem até chegou a receber um cartão de Natal - se tornaria um dos serial killers mais proeminentes da história. Em Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, mergulhamos nas memórias de Rule através de um viés inusitado e assustador. Após mudar de emprego e começar a cobrir casos criminais, Rule se viu diante de um mistério envolvendo mortes consecutivas de mulheres, até que, anos depois, quando estava escrevendo um livro sobre essas mesmas vítimas, a verdade veio à tona."

O Sapateiro: a anatomia de um psicótico de Flora Rheta Schreiber
[Resenha | Compre]
"Há menos de uma década, os habitantes dos Estados de Pensilvânia, Maryland e Nova Jérsey ficaram estarrecidos com uma série de crimes em que um homem e seu filho adolescente invadiram casas, amarravam e roubavam os moradores e, por vezes, agrediam-nos sexualmente. A onda de crimes chegou ao ápice com o assassinato de uma enfermeira em Leonia, Nova Jersey. Neste livro, Schereiber, conta a histórias dos criminosos, concentrando-se em Joseph Kallinger, um sapateiro da Filadélfia, de 38 anos, que conduziu essas expedições."

Serial Killers - Anatomia do Mal: histórias reais, assassinos reais de Harold Schechter
[Resenha | Compre]
"Pontuado por curiosidades macabras, dados científicos e fatos pouco conhecidos sobre a trajetória dos principais criminosos em série dos Estados Unidos, Serial Killers: Anatomia do Mal abrange desde a criação do termo serial killer no início do século XX até o fascínio exercido por assassinos em série na cultura pop (cinema, música, literatura). Com clareza, ritmo e muita informação, Harold Schechter traça perfis psicológicos impressionantes de criminosos que desafiaram a polícia, viraram notícia e continuam a nos assombrar nas telas da TV e do cinema."

Assassinos da Lua das Flores de David Grann
[Resenha | Compre]
"Nos Estados Unidos dos anos 1920, as pessoas com maior renda per capita do mundo eram membros da tribo indígena Osage, de Oklahoma. Depois da descoberta de petróleo sob o solo de sua reserva, esses improváveis milionários andavam em carros de luxo dirigidos por motoristas, viviam em mansões e mandavam seus filhos para estudar na Europa. Então, um a um, os Osage começaram a ser mortos. As primeiras vítimas são a família de Mollie Burkhart, cujos parentes são sucessivamente envenenados ou assassinados a tiros. E isso era apenas o começo, pois mais e mais membros morreriam nos próximos meses em condições misteriosas."

Lady Killers: Assassinas em Série de Tori Telfer
[Resenha | Compre]
"Inspirado na coluna homônima da escritora Tori Telfer no site Jezebel.com, Lady Killers: Assassinas em Série é um dossiê de histórias sobre assassinas em série e seus crimes ao longo dos últimos séculos, e o material perfeito para você mergulhar fundo em suas mentes. Com um texto informativo e espirituoso, a autora recapitula a vida de catorze mulheres com apetite para destruição, suas atrocidades e o legado de dor deixado por cada uma delas."

A Sangue Frio de Truman Capote
[Resenha | Compre]
"O relato de um brutal assassinato. Capote combina acurado estilo jornalístico com grande imaginação literária. E concretiza um antigo sonho: o romance de não-ficção. Para isso, preparou-se durante anos. Pesquisou, colheu pistas e impressões. Graças a esse extraordinário trabalho, A Sangue Frio constitui um impressionante documento. Mas é também uma obra-prima literária."

Killer Clown Profile: Retrato de um Assassino de Terry Sullivan e Peter T. Maiken
[Resenha | Compre]
"Killer Clown Profile: Retrato de um Assassino traz detalhes de investigações e audiências de John Wayne Gacy pela voz de quem caçou e prendeu o assassino em série brutal. Capítulo a capítulo vemos o caso se desenrolar, e as duas faces de Gacy — a do empresário bem-sucedido que ainda encontrava tempo para se dedicar aos interesses da comunidade e aquela que os psiquiatras nomeados pelo tribunal pintaram em seu julgamento — se mesclarem. Raramente é possível fazer um retrato tão profundo e fiel de um monstro."

À sombra do serial killer de John Mark e Douglas Olshaker
[Resenha | Compre]
"Em À sombra do serial killer, Douglas examina a fundo a eletrizante perseguição e eventual prisão de Joseph Paul Franklin, um serial killer supremacista branco e membro da Klu Klux Klan, que aterrorizou os Estados Unidos assassinando pessoas negras, judias e casais inter-raciais. Além de envolver um dos assassinos mais perturbadores que já conheceu, o caso assombrou Douglas por trazer um novo tipo de serial killer, determinado e guiado por uma missão de ódio."

Heidnik Profile: Cordeiro Assassino de Ken Englade
[Resenha | Compre]
"Heidnik Profile: Cordeiro Assassino, de Ken Englade, traz a história real do bispo Gary Michael Heidnik e de seus violentos crimes. O militar aposentado Gary Heidnik fundou a seita Igreja Unida dos Ministros de Deus. Para muitos, seria apenas uma malandragem para driblar impostos e arrecadar dinheiro com a fé alheia; para outros, parte essencial de seus delírios psicóticos. Heidnik queria, mais do que tudo, ter muitos filhos e construir uma família de adoradores com seu próprio sangue. Depois de alguns anos no Exército, outros em instituições psiquiátricas, investimentos em ações e muitos fracassos nas relações pessoais, Heidnik cede ao seu narcisismo sórdido e bola um plano: sequestrar várias mulheres, prendê-las no porão e violentá-las para dar origem a sua tão desejada família."

Jack, o estripador de Donald Rumbelow
[Resenha | Compre]
"Em 1888, no distrito londrino de Whitechapel, prostitutas foram assassinadas em série, de forma cruel e sádica. Chamado para investigar o caso, o inspetor Fred Abberline foi incumbido de rastrear e capturar o até hoje misterioso assassino que ficaria conhecido como Jack, o Estripador. Apresentando todas as evidências conhecidas neste relato completo sobre o serial killer mais infame de todos os tempos, Donald Rumbelow submete as teorias sobre a identidade e a motivação do famoso assassino a intenso escrutínio, com uma lista de possíveis suspeitos que vai desde um ex-presidiário paupérrimo e um marinheiro mercante até Lewis Carroll e Randolph Churchill, pai do ex-primeiro-ministro inglês Winston Churchill."

BTK Profile: Máscara da Maldade de Roy Wenzl et al.
[Resenha | Compre]
"O jornal Wichita Eagle fez a cobertura do assassino em série desde seu primeiro ataque, em janeiro de 1974. Desde então, o jornal, a polícia e o assassino desenvolveram um intricado relacionamento. Foi por meio do Eagle que BTK enviou sua primeira mensagem, em 1974. Foi para o Eagle que, alguns anos depois, o desesperado chefe de polícia de Wichita pediu ajuda para criar uma armadilha para o assassino. Foi em uma carta para o Eagle que BTK anunciou seu reaparecimento, em 2004. E foi por meio dos classificados do jornal que o chefe da investigação levou BTK a cometer um erro que resultou em sua captura, em 2005."

H. H. Holmes: Maligno de Harold Schechter
[Resenha | Compre]
"Em H. H. Holmes: Maligno – O assassino da cidade branca, Harold Schechter, escritor norte-americano de True Crime e especializado no estudo de assassinos em série, constrói um cuidadoso perfil do homem que, à época, foi considerado o mais pérfido dos Estados Unidos. Para angariar dinheiro e poder, e dar vazão a seus diversos golpes e truques, o ambicioso Holmes pavimentou uma trilha de horror com inúmeras vítimas, de crianças a idosos."

O Monstro de Florença de Mario Spezi e Douglas Preston
[Resenha | Compre]
"Apesar de ter sido a maior caçada humana na história moderna italiana, o caso sobre o "Monstro de Florença" ainda não foi solucionado. Até hoje, as investigações apresentam somente algumas certezas: o assassino usa uma arma calibre 22, escolhe suas vítimas ao acaso e é um psicopata solitário que tem suas próprias razões doentias e libidinosas para cometer tais crimes. A investigação que se desenvolve há quase quarenta anos levantou a tampa do submundo bizarro que poucos florentinos sabiam que existia nas agradáveis colinas ao redor de sua cidade. Atraindo jornalistas e curiosos do mundo inteiro, muitas especulações foram criadas em torno deste caso, e muitas pessoas acabaram sendo julgadas e presas injustamente."

Mindhunter Profile: Serial Killers de Robert K. Ressler e Tom Schachtman
[Resenha | Compre]
"Como surgiu o método de investigação de serial killers que é usado hoje? Quem foram os responsáveis por desenvolver as ferramentas que permitem aos investigadores aprenderem e lidarem cada vez melhor com a prevenção ao crime e a resolução de assassinatos brutais? Uma dessas pessoas é Robert K. Ressler. Com Tom Shachtman, ele narra, em Mindhunter Profile: Serial Killers, seu período no FBI e revela o desenvolvimento do método de traçar perfis psicológicos dos assassinos seriais."

 Louco ou Cruel? de Ilana Casoy
"A primeira parte de Louco ou Cruel? aborda os serial killers sob diversos aspectos e à luz da criminologia, do direito, da psiquiatria e da psicologia, e dedica-se a dissecar esse universo, analisando como tudo começa, quem são as vítimas, os aspectos gerais e psicológicos, os mitos e as crenças, o perfil do criminoso, a psicologia investigativa, a encenação/organização da cena e a análise do local do crime. Na segunda parte do livro, Casoy apresenta em detalhes 16 casos de serial killers que chocaram e marcaram o século XX, entre eles Aileen Wuornos, Albert Fish, Andrei Chikatilo, Ed Gein, Jeffrey Dahmer, Ted Bundy e o Zodíaco. Histórias que habitam as entranhas da humanidade e o que ela tem de pior: perversidade, frieza e falta de sensibilidade que acabam por produzir o mal em escalas inimagináveis."

Mentes Criminosas & Crimes Assustadores de John Douglas e Mark Olshaker
[Resenha | Compre]
"De todos os milhões de casos de crimes horrendos cometidos através dos séculos, existem aqueles que parecem ter vida própria. Apesar da passagem dos anos eles continuam a manter seu fascínio sobre a imaginação coletiva e a despertar nosso medo atávico. Por alguma razão, cada um desses casos e as histórias que o acompanham tocam o âmago do ser humano - talvez devido às personalidades envolvidas, à insensatez da corrupção criminal, ao persistente incômodo da dúvida sobre uma justiça que não se fez ou ao desapontamento de saber que ninguém foi preso."

Eu terei sumido na escuridão de Michelle McNamara
[Resenha | Compre]
"Por mais de dez anos; um criminoso sexual misterioso e brutal violentou cinquenta pessoas no norte da Califórnia antes de se transferir para o sul; onde cometeu dez assassinatos perversos. Em 1986; desapareceu; evitando sua captura por 30 anos. Ao longo dessas três décadas; Michelle McNamara; uma jornalista investigativa que criou o popular website TrueCrimeDiary.com; se dedicou ao caso; determinada a encontrar o psicopata cruel que ela chamava de “Golden State Killer”. Michelle se debruçou sobre relatórios policiais; entrevistou vítimas e mergulhou em comunidades online de pessoas tão obcecadas com o caso quanto ela. Sua investigação resultou em Eu terei sumido na escuridão."

Lady Killers Profile: Belle Gunness de Harold Schechter
[Resenha | Compre]
"Em Lady Killers Profile: Belle Gunness, vamos conhecer em detalhes os casos e o modus operandi dessa assassina terrível, dissecada com a mesma minúcia e cuidado que encontramos em outra obras da marca Crime Scene, como os best-sellers Lady Killers e Serial Killers: Anatomia do Mal, dossiês definitivos sobre serial killers. No panteão dos assassinos em série, Belle Gunness tem um lugar só seu. Ela realizou massacres terríveis em parte por ganância, mas principalmente pelo prazer de matar. Lady Killers Profile: Belle Gunness é o relato assustador dessa que foi uma das séries de assassinatos mais impressionantes dos Estados Unidos: a chocante carnificina cometida pela mulher que passou a ser conhecida como a Lady Barba Azul."

Nó do diabo de Mara Leveritt 
[Resenha | Compre]
"A história de um dos casos mais polêmicos e indecifráveis da justiça americana Nó do diabo traz para o leitor a perturbadora história do caso conhecido como “Os Três West Memphis”, em que os jovens Damien Echols, Jason Baldwin e Jessie Misskelley Jr. ― membros de uma suposta seita satanista ― foram acusados pelo assassinato brutal de três meninos de oito anos em West Memphis, uma pequena cidade do Arkansas, em 1993. Condenados pelos assassinatos, os jovens passaram mais da metade da vida na cadeia até que o caso fosse revisado e provas de DNA fossem aceitas em um novo julgamento, mas o crime permanece sem solução."

American crime story: O povo contra O. J. Simpson de Jeffrey Toobin
[Resenha | Compre]
"American Crime Story: O Povo Contra O. J. Simpson é o mais completo livro sobre o caso do craque recordista da NFL acusado de matar a esposa e um amigo. O livro foi escrito por Jeffrey Toobin, repórter que cobriu o julgamento para a revista New Yorker e, mesmo partindo do princípio que Simpson era culpado, o livro apresenta informações minuciosas que ajudam a desvendar por que O.J. foi inocentado naquele grande circo que virou seu julgamento. Um gigantesco evento da mídia global, acompanhado por mais de 20 milhões de espectadores – recorde superior à chegada do homem à Lua –, aquele foi um dos primeiros casos de tribunal a utilizar a moderna ciência forense como parte das evidências."

As Suspeitas Do Sr. Whicher de Kate Summerscale
[Resenha | Compre]
"Um crime que parece saído de um romance de mistério; um detetive que serviria de modelo a personagens de Charles Dickens e Wilkie Collins. É isso o que narra e discute o aclamado e premiado livro As suspeitas do sr. Whicher, de Kate Summerscale. O assassinato de um menino de três anos num casarão rural do sul da Inglaterra, em 1860, chocou o país, suscitando horror e ao mesmo tempo excitando a curiosidade mórbida da população. Paralelamente à investigação empreendida pelo detetive Jack Whicher, da Scotland Yard, a imprensa, os escritores de ficção e os cidadãos comuns desenvolveram suas hipóteses e teorias para tentar solucionar o enigma do crime da Road Hill House."

Favores vulgares de Maureen Orth
[Resenha | Compre]
"A história real da caçada que inspirou American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace, a segunda temporada da aclamada série do canal FX.serial killer Andrew Cunanan. Mas, meses antes do assassinato de Versace, a premiada jornalista Maureen Orth já vinha investigando a história de Cunanan para a revista Vanity Fair. Escrito a partir de uma seleção de entrevistas com mais de 400 pessoas e insights obtidos de milhares de páginas de relatórios policiais, Favores vulgares conta a história completa de Andrew Cunanan, suas vítimas inadvertidas e o mundo opulento em que elas viveram... e morreram."

Mindhunter Profile 2: Mundo Serial Killer de Robert K. Ressler e Tom Shachtman
[Resenha | Compre]
"Mindhunter Profile 2: Mundo Serial Killer conduz o leitor, ao lado de Ressler, por investigações no Japão, África do Sul, Reino Unido e Estados Unidos, além de trazer as entrevistas com dois dos mais cruéis assassinos seriais dos EUA: John William Gacy e Jeffrey Dahmer. O texto dinâmico e informativo de Ressler e Shachtman apresenta ao leitor a compreensão dos protocolos do FBI, da polícia e da ciência comportamental, além de mostrar a aplicação prática de técnicas inovadoras que surgem com a finalidade de gerar mais pistas para as investigações."

Por que crianças matam: A história de Mary Bell de Gitta Sereny
[Resenha | Compre]
"Em 1968, Mary Bell, de 11 anos, foi julgada e condenada pelo assassinato de dois garotinhos em Newcastle upon Tyne, Inglaterra. Antes mesmo de ir ao tribunal, Mary Bell foi apresentada como a encarnação do mal, a “semente ruim”. Mas a jornalista Gitta Sereny, que cobriu o julgamento sensacionalista, nunca aceitou essa explicação. Ao longo dos anos, Sereny se deu conta de que, se quisermos entender as pressões que levam crianças a cometer crimes hediondos, precisamos voltar nosso olhar para os adultos que elas se tornaram."

Postar um comentário

6 Comentários

  1. Dos livros citados só li os livros da Ilana Casoy, é o meu preferido O Homem de Gelo de Philip Carlo.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela lista, nunca havia ouvido falar de muitos desses livros, e achei todos extremamente interessantes!

    ResponderExcluir
  3. esse do manson escrito pelo vincent bugliosi não foi publicado no brasil? não acho em nenhuma ivraria

    ResponderExcluir
  4. Adorei a lista, estava mesmo precisando de dicas de leitura mais antigas nesse gênero, pois mês que vem tem o projeto Setembro Policial, no qual faço o convite para você participar.
    Abraços

    isacereser.com.br

    ResponderExcluir
  5. Lista incrível, só não entendi porque o livro " Prenda - me se for capaz" esta nessa relação.

    ResponderExcluir