Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

Resenha | Ao Cair da Noite de Stephen King


Ao Cair da Noite reúne após alguns anos novos contos do mestre Stephen King, são treze no total que mostram que a mente do mestre ainda está em boa forma para criações do gênero. As histórias do livro não possuem apenas uma temática, como é de se esperar pela capa que dá ênfase ao terror, alguns contos são assustadores e nos prendem em elevada tensão, outras são engraçadas e até nojentas, mas o que todas têm em comum é a diversão e o prazer da leitura.

Willa abre o livro com sua simplicidade romântica comovente. David está na estação de trem aguardando para seguir viagem com vários outros passageiros, o veículo anterior no qual estavam descarrilou, porém sua noiva Willa não está lá. Com medo de que os outros vão embora sem ela, Dave vai até a cidade procurá-la e lá chegando se dá conta de sua real situação. A Corredora chega logo em seguida, sufocando e fazendo o leitor suar de tensão, uma história de uma mulher que após perder sua filha começa a correr para fugir da tristeza que a consome. Sentimentos transbordam pelas páginas, as dores da perda e da morte nos emocionam até tudo isso dar lugar ao ódio quando passamos a conhecer o seu novo vizinho e suas "sobrinhas".

O Sonho de Harvey chega rápido e vai embora mais veloz ainda, causa uma sensação de dejà vu no leitor. Quem nunca teve um pesadelo bastante real que acabou gritando e quando acordou a sensação de não. Posto de Parada é bastante divertido e engraçado e deixa aquela sensação de "E se fosse eu? O que faria?". Um homem resolve parar para ir ao banheiro, bastante apertado ele já antevê a sensação de alivio que terá ao se aliviar quando ao passar pela porta do banheiro feminino ouve uma discussão entre homem e mulher, presumivelmente um casal. Ouvindo que a situação estava cada vez mais tensa e perigosa começa a se perguntar se interfere ou apenas continua seu caminho em paz. Quando decide o que fazer as coisas ficam interessantes.

A Bicicleta Ergométrica é um dos contos mais surreais do livro, dá para sentir o "cheiro" do mestre nesta história que só poderia ter sido criada por ele. Quando Richard leva um sermão de seu médico por estar com o colesterol alto ele resolve comprar uma bicicleta ergométrica para emagrecer, mas não antes de escutar uma teoria fascinante que o médico usou para descrever o seu problema. Quando chega em casa decide pintar na parede uma paisagem para apreciar enquanto estiver pedalando, porém quando percebe que a sua ilusão está ficando mais realista a cada dia as coisas já estão bastante adiantadas...

As Coisas que Eles Deixaram para Trás é conto que fala sobre o 11 de Setembro e a seu resultado sobre a mente dos americanos, é bastante emocionante e tocante, dá para experimentar um pouco da dor daqueles que perderam seus entes queridos e daqueles que se salvaram da morte, mas não das lembranças. Tarde de Formatura traz a tona um medo americano desde a Guerra Fria talvez desde o fim da Segunda grande Guerra. Numa tarde normal as pessoas se divertem quando um grande acontecimento assustador pode ser presenciado do quintal. Pode acontecer em qualquer como o mestre disse.

N. é o melhor conto do livro.  Assustador e contagiante ele invade a mente do leitor que se imagina no lugar dos protagonistas e sente seus medos e dúvidas. Para quem conhece Lovecraft sua influencia na história é visível, desde as imagens criadas por King ao nome Cthun uma criatura pavorosa. Não vou falar muito para não estragar a surpresa da história que por si só já vale o preço do livro. O Gato dos Infernos traz de volta o King da década de 80, cruel e com imagens horrendas assusta até o maior admirador dos gatinhos. Irresistível.

The New York Times a Preços Promocionais Imperdíveis vem logo em seguida e... Bem apenas uma pergunta: E se você recebesse a ligação de um ente querido que acabou de morrer? Mudo é um conto sagaz e divertido. Quando um motorista resolve dar carona a um homem que está segurando um cartaz que diz que ele é surdo e mudo vê uma ótima oportunidade para descarregar seus problemas e sua tensão contando-os ao estranho que ele acredita não ouvir e entender nada... Será mesmo?

Ayana é bastante simples e fala basicamente da troca de ajuda, se hoje eu recebo auxilio, amanhã ajudo. No Maior Aperto fecha o livro com chave de ouro. Nojento com suas descrições detalhadas nos faz sentir na pele o que o protagonista sofre. Mas é bastante perturbador e se até um fã de Clive Barker como eu, acostumado a escatologia do autor, teve ânsias de vômito nesta história imagina alguém despreparado? No final do livro há notas explicativas para cada conto, desde a inspiração a maneira que no mestre a escreveu. É um livro imperdível de se ler, não chega ser o melhor de contos do King, mas alcança um patamar elevado entre os lançamentos do gênero nos últimos anos. 

   
  Ao Cair da Noite (2011) | Ficha Técnica 
   Título original: Just After Sunset (2008)
   Autor: Stephen King
   Tradutor:  Fabiano Morais
   Editora: Suma
   Páginas: 400 páginas
   CompreAmazon
   Nota:☠☠☠☠☠☠☠(10/10 Caveiras)

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Essas Resenhas me deixam fascinado. Se você tivesse criatividade para bolar Estórias, poderia escrever um livro, pois escreve bem e claramente. Acho que o Primeiro Livro que contos que comprarei será Sombras da Noite, mas ainda quero ler esse.

    ResponderExcluir
  2. O gênero de terror nunca foi um dos meus preferidos, porém devo reconhecer que Ao Cair da Noite, foi uma surpresa pra mim, já que apesar dos seus dilemas é uma historia de horror que segue a nova escola, utilizando elementos clássicos. Com protagonistas sólidos e um roteiro diferente.Ao Cair da Noite' é filme de terror incomum e inteligente O filme é bacana! Muito bom quando um filme consegue despertar emoções poderosas como a angústia.

    ResponderExcluir