ÚLTIMAS NOTÍCIAS

14 de fevereiro de 2015

Resenha: Objetos Cortantes de Gillian Flynn


Sinopse:
   Objetos Cortantes - Uma narrativa tensa e cheia de reviravoltas. Um livro viciante, assombroso e inesquecível. Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.

Opinião:
   Objetos Cortantes, primeiro romance de Gillian Flynn, demonstra toda sua habilidade em explorar a insanidade humana e o seu efeito nos relacionamentos pessoais e sociais. Suas protagonistas, sempre problemáticas, são mulheres destemidas e perturbadas que tem suas vidas mergulhadas em turbilhão de desespero e horror, muitas vezes ocasionados por elas mesmas, uma qualidade inerente em seus livros é o ritmo despojado da narrativa, unindo a agilidade com um fantástico dom de cativar os leitores. Diferente de Garota Exemplar, Objetos Cortantes é mais ágil, afiado e mordaz, mas seu final não é menos surpreendente e chocante. Um estudo bastante sagaz da maldade humana.
   Camille Preaker é uma jornalista que tem um grande desafio à frente, retornar à sua cidade natal para cobrir um caso de assassinato e o recém-desaparecimento de mais uma garota. Isso não seria tão traumatizante se sua infância não tivesse sido problemática, drogas, sexo e desentendimentos diários com sua mãe contribuíram para que desenvolvesse uma profunda depressão. A única forma que encontrava para dar vazão a seus sentimentos ruins era através da automutilação, a sensação da faca rasgando a pele era reconfortante, através da dor escrevia palavras más que a descreviam tão bem. O resultado foi que seu corpo virou um mosaico de cicatrizes que destruíram com a autoestima e com a garota que Camille um dia foi. Agora voltar para lugar que é o centro da dor vai mexer com antigas mágoas, reabrir antigas feridas e revirar todo o pútrido interior do armário cheio de esqueletos e segredos da família. Um serial-killer ronda a pequena cidade, suas vítimas são meninas de nove ou dez anos e seu método é brutal, enforcamento com uma corda de varal seguido pela mutilação da boca da criança, todos os dentes são arrancados e o corpo é desovado em algum lugar vazio.
   Objetos Cortantes é um suspense psicológico profundamente perturbador, assim como o efeito de uma navalha no cérebro, que consegue atingir os recônditos mais obscuros da mente, uma viagem ao lado mais psicopata e doentio humano, onde sentimentos tão malignos e nocivos vicejam que a própria dor é uma forma de prazer. Não é um livro agradável de ler, Gillian Flynn consegue transformar qualquer situação banal em uma forma de escape para a loucura de sua protagonista, algumas cenas são tão perturbadoras que é como observar um verme abrindo caminho através da pele humana. Recomendado a fãs de suspense psicológico em sua vertente mais deturpada e claustrofóbica.


Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras)

11 comentários :

  1. Caraca ótima crítica
    Fiquei com mais vontade de ler esse livro
    Adorei "Garota Exemplar" e esse promete ser tão bom quanto

    ResponderExcluir
  2. Li este livro o ano passado e o achei excelente; o final então fiquei de boca aberta tamanha foi minha surpresa.

    Maurilei.

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei muito de Garota Exemplar, espero que eles lancem logo Dark Places.

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho este livro, e só descobri isso agora, rs.
    Ele se chama Na Própria Carne e foi lançado pela Rocco em 2008, mas nem um pouco divulgado.
    Mais um trabalho mequetrefe da Rocco.

    Tipo, fui lendo sua resenha e procurando pra tirar as dúvidas e tchanammmm é ele e eu preciso ler!!!

    Amei a resenha!!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Dark Places dizem ser muito bom também. Em Portugal foi lançado como Lugares Escuros.

    Maurilei.

    ResponderExcluir
  6. Uau! 10 em 10? Eu já estava doida para ler esse livro, agora vou até fazer ele furar fila! hehehehe
    Curti muito o primeiro livro da autora que li e quando vi que esse seria lançado já fiquei super curiosa!
    E fiquei passada agora, porque achava que Na Própria Carne era outro livro da autora! Que bagunça ser lançado por duas editoras com nomes distintos! :-O

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  7. Além de repudiar a Amy, um dos motivos que me tornou um dos raros espécimes a não gostar de Garota Exemplar, foi o ritmo lento no início. Mas o texto de Gyllian é muito bom e sua capacidade de dissecar os personagens e mostrar a podridão humana é incrível. Por isso estou louco para ler Objetos Cortantes. E sua resenha me deixou com mais vontade.

    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/2015/02/sete-filmes-tao-bons-quanto-os-livros.html

    ResponderExcluir
  8. A autora de Garota Exemplar me surpreendeu. Até o meio do livro me fez acreditar que a protagonista, Amy, realmente tinha sido morta por seu marido ou por outra pessoa. Mas então veio a reviravolta e passei simplesmente a adorar Amy. Brilhante o que ela é capaz de fazer com o banana do marido dela (personagem ideal para Ben Afleck no cinema) e com os demais ex-namorados. Só não dormiria uma noite ao lado de Amy, claro... Mas autora constroi uma personagem sensacional! E a maneira como ela disseca o ser humano e suas relações... Porra fantástico. Qualquer livro dela é recomendável...

    ResponderExcluir
  9. sera que alguem pode me mandar a copia do livro objetos cortantes por email?...pamelasyth.cs@gmail.com

    ResponderExcluir
  10. Oi gostei muito da resenha, mas eu gostaria de saber a partir de que idade este livro pode ser lido ?

    ResponderExcluir