ÚLTIMAS NOTÍCIAS

12 de setembro de 2014

Resenha: Totem de David Morrell


Sinopse:
   Eles atacam na calada da noite, mutilam e matam com requintada crueldade. Suas vitimas, acometidas por um vírus desconhecido, sofrem monstruosa mutação. Que tipo de animal seria aquele, capaz de tanta bestialidade? Haveria um lobisomem na região? Seria um culto de morte praticado por antigos habitantes do lugar? Ninguém sabe o que fazer e qual a razão de tudo aquilo. A cidade, em pânico, vive sua noite de grande terror.

Opinião:
   David Morrell é mundialmente reconhecido por suas obras de suspense sempre explorando o tema da espionagem envolvendo intrigas internacionais, sua criação mais famosa é o supersoldado Rambo, imortalizado nos cinemas por Sylvester Stallone.  Totem é sua única incursão ao mundo do horror, escrito no final dos anos setenta é um exemplo perfeito do produto de sua época, no qual o medo de criaturas assassinas produto de mutações ou invocações diabólicas ainda não era tão clichê. Exemplos desta mesma época podem ser notados em A Semente do Diabo de David Seltzer, A Matilha Assassina de David Fisher, Cão Raivoso de Stephen King e mais tardiamente Meia-Noite de Dean Koontz. Atualmente o livro não funciona tão bem como outrora, por que alguns de seus temas se tornaram ultrapassados, mas mesmo assim é uma leitura satisfatória quando a questão é o suspense.
   Numa pequena cidadezinha americana estranhos ataques começam a acontecer à noite. O sossego é perturbado pela primeira vez após o relato de um atropelamento na rodovia, quando os policiais vão verificar o ocorrido acabam descobrindo estranhas mordidas pelo corpo do cadáver. Ao que parece há um animal selvagem solto pelas redondezas. O que parecia ser um acontecimento isolado começa a tomar grandes proporções quando uma torrente de ligações para a delegacia congestiona a linha, são pessoas falando sobre vultos no jardim, gritos na noite, cães agindo de forma estranha, invasões de casas e celeiros. O pânico se espalha quando as pessoas que foram atacadas pelo animal desconhecido, começam a apresentar sinais de uma doença que os torna raivosos e violentos. Qual será a identidade do mal que paira sobre a cidade?
   A impressão ao ler o livro é de que o mesmo foi adaptado de um roteiro de filme, David Morrell economiza nas palavras, não de uma maneira ruim, pois a leitura é bastante fluída e veloz, mas algumas cenas parecem retiradas dos filmes trash da época, os mesmos cortes de câmeras, as mesmas falas que se tornaram deliciosamente clichês, os mesmos personagens com poses de macho diante da câmera. Chega a ser meio nostálgico. É uma leitura divertida que apesar de alguns pequenos deslizes no caminho consegue surpreender e entreter o leitor, afinal o que importa é a diversão correto? Totem possui um bom clima de mistério, recheado de ataques de feras na escuridão, é uma ótima opção para quem busca uma leitura descontraída de horror.

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (8/10 Caveiras)

2 comentários :

  1. Haha eu tenho esse livro!

    ResponderExcluir
  2. Li sobre uma adaptação certa vez e ela não saiu até hoje!

    ResponderExcluir