ÚLTIMAS NOTÍCIAS

28 de abril de 2013

Resenha: Jarbas - André Bozzetto Jr.



Sinopse:
   Em 1984 Jarbas era apenas o nome de um garoto interiorano fã de livros e filmes de terror. Porém, em 2009 esse mesmo nome já havia se convertido em uma expressão capaz de despertar o mais genuíno pavor entre todos aqueles que sabiam de sua existência. Transformado em um lobisomem brutal e perverso, Jarbas passou a ser temido pelos humanos, odiado pelos licantropos e perseguido por ambos. Nesta série de contos temáticos, você irá acompanhar 25 anos da trajetória deste temível ser e conhecerá uma vasta gama de personagens que, de uma forma ou de outra, cruzaram pela trilha de sangue deixada por ele através das noites de lua cheia. Ódio. Medo. Desespero. Terror.

Opinião:
   Jarbas é um livro que me surpreendeu pela sua qualidade de história e personagens, além da maneira espetacular de como a história é contada, capítulos que mais se parecerem com contos que se juntados dão esse ar final que compõe o livro aliados a diálogos e cenas de ação cinematográficas, com um toque familiar presente no cenário fazem do livro uma leitura imperdível e prazerosa. Mais do que uma simples história de lobisomens, Jarbas é uma reflexão sobre a maldade humana e suas implicações perante o poder.
  A história acompanha a vida de Jarbas, um garoto que se torna de maneira sangrenta e violenta um lobisomem de escolha própria e livre vontade. Desde criança já tinha uma besta cruel escondida dentro de si, mas sem poderes para causar mal aos outros, porém, após um confronto enigmático com os segredos de um antigo morador de rua da cidade, toda a selvageria surge na forma de um monstro praticamente indestrutível, um grandioso lobisomem sedento por vingança e levando morte e dor pelo caminho.
  Contada de maneira rápida através de flashes que se alteram entre relatos em primeira e terceira pessoa, a história mostra 25 anos de pura fúria e ódio, a odisseia pessoal de Jarbas como um lobisomem maligno atraindo tanto a atenção de seres humanos que revoltados com suas ações resolvem caçá-lo, quanto de seus companheiros de transformação que se veem contra a parede por causa de atos irracionais que colocam em risco todo o disfarce mitológico sobre as figuras do homem lobo.
  Enfim, Jarbas, é recomendadíssimo para fãs do horror à antiga com cenas sangrentas e bastante ação com seres fantásticos num cenário bastante real com personagens marcantes e intrigantes. 

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras)

Um comentário :