ÚLTIMAS NOTÍCIAS

2 de fevereiro de 2013

Resenha: The Walking Dead - A Ascensão do Governador - Robert Kirkman e Jay Bonansinga



''Não enfrentes monstros sob pena de te tornares um deles, e se contemplas o abismo, a ti o abismo também contempla.''Nietzsche

''Nenhum homem escolhe o mal por ser o mal, mas apenas por confundi-lo com a felicidade, que é o que ele busca.'' Mary Wollstonecraft



Sinopse:
    No universo de The Walking Dead não existe vilão maior do que o Governador, o déspota que comanda a cidade de Woodbury. Eleito pela revista americana Wizard como "Vilão do ano", ele é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos. Neste romance os fãs irão descobrir como ele se tornou esse homem e qual a origem de suas atitudes extremas. Para isso, é preciso conhecer a história de Phillip Blake, sua filha Penny e seu irmão Brian que, com outros dois amigos, irão cruzar cidades desoladas pelo apocalipse zumbi em busca da salvação...

Opinião:
    O livro é ótimo, a história é perfeita e a narrativa impecável. A Ascensão do Governador se tornou um dos meus livros favoritos, me surpreendeu no momento da leitura pela força que os personagens possuem em nos fazer sentir e imaginar o que seria passar por aquela situação, além da já imaginação tensão da torcida para que tudo de certo. Robert Kirkman consegue trazer a tona toda a bondade e maldade humanas em uma história emocionante e perturbadora que não trata do fim do mundo, mas sim do nascimento de um novo.
   Já li várias histórias que tratam do tema zumbi e mundo pós-apocalíptico, algumas com premissas originais e um enredo arrebatador, já outras que mais parecem cópias sem sal de uma história que poderia ser bem melhor. Sendo assim identifiquei três tipos de enredos para esse tipo de tema baseados na abordagem escolhida pelo autor. Por exemplo, há o foco na origem do vírus que transformou as pessoas em canibais mortos-vivos na qual a trama gira em torno do que começou os ataques e não se retém muito nos efeitos ou num futuro mais distante, é o caso dos livros da saga Resident Evil. Outra maneira de tratar o tema é dar ênfase aos zumbis, deixando de lado um pouco da origem e se baseando apenas na premissa da sobrevivência perante os ataques sucessivos, um bom exemplo dessa linha narrativa é a trilogia Apocalipse Z. Já A Ascensão do Governador se encaixa na terceira classificação, a qual possui foco nas pessoas, lógico que sem deixar de lado os zumbis e o fim do mundo, mas o centro de tudo é as mudanças ocorridas nos seres humanos quando todas as amarras sociais quebram e o mundo vai para os ares, é uma abordagem mais filosófica e sociológica de como o ambiente externo e suas variações influencia na nossa maneira de agir e ser.
   No livro conhecemos Philip Blake, sua filha Penny, seu irmão Brian Blake e seus dois melhores amigos Bobby e Nick que juntos tentam sobreviver ao apocalipse e aos tenebrosos zumbis que enchem as ruas das cidades com seus gemidos esfomeados e passo lento. A sobrevivência é o principal objetivo do grupo, além de um lugar seguro para passar a noite, comida e agua são fatores imprescindíveis para a manutenção da vida e a dificuldade de consegui-los em uma terra devastada é gigantesca. A cada esquina surge um novo perigo ou barreira fazendo com que a fuga se torne cada vez mais difícil, os poucos carros que funcionam fazem muito barulho e atraem legiões famintas de zumbis além de que tem sua mobilidade reduzida por ruas infestadas de entulho, desde carros parados a esmo a grandiosos acidentes que ocorreram em meio ao caos dos primeiros dias.
   Os personagens são bem construídos e possuem uma personalidade forte e marcante, porém é a mudança que ocorre entre eles ao longo da jornada de sobrevivência que é admirável, nenhum deles escapa de ser modificado pelas circunstancias e acontecimentos, que trazem consigo poderosas questões sobre o que é certo ou errado. Até onde você iria para salvar um ente querido? Isso faz com que o cansaço físico que os atinge seja uma simples coceirinha perto da grande tsunami de pensamentos conflituosos que povoam a mente.
    Enfim é um livro super-recomendado a todos que querem entretenimento de qualidade em um livro inteligente e fácil de entender que planta pequenas sementes de duvidas sobre nós que ao longo da narrativa florescem e seus frutos perduram muito tempo após a leitura ter acabado.

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras) 

3 comentários :

  1. Zumbis realmente não fazem a minha praia, mas eu me interessei neste livro, quem sabe não é por ai que vou começar a gostar?
    Abraços.
    http://www.bibliotecavirtu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi várias criticas positivas a respeito da serie tanto de livros quando de TV, e fiquei um pouco curiosa para conferir. Ótima resneha!
    Beijos,
    Luana Karla - Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Fascinante!!! Despertou minha vontade de ler!!!
    Ótima perspectiva de opinião a sua!!!

    ResponderExcluir