Os vencedores do Bram Stoker Awards® 2018! - Biblioteca do Terror

Biblioteca do Terror

O maior e mais completo site brasileiro sobre literatura de terror!

Os vencedores do Bram Stoker Awards® 2018!

Share This
Os vencedores do Bram Stoker Awards de 2018, o prêmio máximo da literatura de horror, concedido anualmente pela The Horror Writers Association para os trabalhos que mais se destacaram em cada uma das onze categorias da premiação, foram anunciados neste sábado, 11 de maio, na 4º edição anual da StokerCon em Michigan. Entre os destaques estão o segundo prêmio de Paul Tremblay, autor de Na Escuridão da Mente, com The Cabin at the End of the World, cujos direitos de publicação aqui são da editora Bertrand Brasil e A Sombria Queda de Elizabeth Frankenstein de Kiersten White, publicado ano passado pela Plataforma21. Confira a lista dos ganhadores:

Melhor Romance
The Cabin at the End of the World de Paul Tremblay

"Wen, de sete anos, e seus pais, Eric e Andrew, estão de férias em uma remota cabana em um tranquilo lago de New Hampshire. Seus vizinhos mais próximos estão a mais de duas milhas em qualquer direção ao longo de uma estrada de terra esburacada.

Numa tarde, enquanto Wen caça gafanhotos no jardim, um estranho inesperadamente aparece na entrada da garagem. Leonard é o maior homem que Wen já viu, mas é jovem e amigável, e ele a conquista quase instantaneamente. Leonard e Wen conversam e brincam até Leonard abruptamente pedir desculpas e dizer: “Nada do que vai acontecer é culpa sua”. 

Mais três estranhos chegam à cabana carregando objetos ameaçadores e não identificáveis. Quando Wen corre para avisar os pais, Leonard grita: “Seus pais não vão querer nos deixar entrar, Wen. Mas eles precisam. Precisamos da sua ajuda para salvar o mundo”.

Assim começa um conto repleto de paranoia, sacrifício e indescritível tensão apocalíptica , que se transforma em uma conclusão devastadora, na qual o destino de uma família amorosa e possivelmente de toda a humanidade está entrelaçado."

Melhor Romance de Estreia
The Rust Maidens de Gwendolyn Kiste

"É o verão de 1980 em Cleveland, Ohio, e Phoebe Shaw e sua melhor amiga Jacqueline acabaram de se formar no ensino médio apenas para enfrentar um futuro incerto e assustador. Fábricas abandonadas povoam o horizonte de toda a cidade, enquanto isso, na praia, uma faísca e o rio Cuyahoga pode pegar fogo. Mas nada disso se compara ao que acontece em seu próprio bairro no lado oeste. As meninas com quem Phoebe e Jacqueline cresceram estão mudando. Tudo começa com pegadas de água escura na calçada. Então, um a um, os corpos das meninas desaparecem, suas unhas se transformam em vidro quebrado e seus ossos ficam expostos como metal corroído sob a carne.

À medida que os rumores se espalham, sobre as transformações grotescas, turistas intrometidos, médicos de clínicas e homens do governo começam a chegar à Denton Street, ansiosos para ver as Rust Maidens, “as donzelas da ferrugem”, e sua metamorfose. Mas mesmo com todos esses espectadores, ninguém pode explicar o que está acontecendo ou por quê - exceto talvez as  próprias donzelas. Sussurrando em segredo, elas sabem mais do que estão contando, e Phoebe percebe que suas ex-amigas estão se preparando silenciosamente para algo que vai separar a vizinhança. Alternando entre passado e presente, Phoebe se esforça para desvendar o mistério das donzelas da ferrugem antes que perca tudo o que ama: sua casa, sua melhor amiga e até mesmo seu próprio corpo."

Melhor Romance Juvenil
A Sombria Queda de Elizabeth Frankenstein de Kiersten White

"Elizabeth Lavenza não tem uma refeição decente há semanas. Seus braços finos estão cobertos de hematomas causados por sua guardiã. Na iminência de ser jogada nas ruas, a menina é levada para a casa de Victor Frankenstein, um garoto introspectivo e solitário que tem tudo – menos um amigo. Victor é a chance que Elizabeth tem para escapar da miséria. Então, ela faz de tudo para se tornar indispensável... e cumpre seu intento: é vendida por sua guardiã aos Frankenstein e passa a ser propriedade da família. Agora, ela pode dormir em uma cama quente, fartar-se com comidas deliciosas e usar os vestidos da mais fi na seda.

Logo, Victor e ela tornam-se inseparáveis. Conforme os anos passam, porém, a sobrevivência de Elizabeth depende de sua capacidade de controlar o temperamento cada vez mais perigoso de Victor, além de ser indulgente com seus caprichos, não importa o quão moralmente questionáveis ou perversos possam ser. De sorriso meigo e mente sofisticada, Elizabeth está determinada a se manter viva custe o que custar... até mesmo quando o mundo tal qual ela conhece, progressivamente, é consumido pelas sombras."

Melhor Graphic Novel
Victor LaValle’s Destroyer de Victor LaValle

"Frankenstein, de Mary Shelley, implorou por amor e companhia a seu criador, mas em 2017, o monstro descartou há muito qualquer noção de paz ou inclusão. Ele se tornou o Destruidor e seu único objetivo de eliminar o flagelo da humanidade do planeta. Nesta empreitada encontra inicialmente um parceiro disposto a ajudá-lo na figura do Dr. Baker, um descendente da família Frankenstein que perdeu seu filho adolescente depois de um encontro com a polícia.

Enquanto isso, dois cientistas, Percy e Byron, acreditam que foram contratados para proteger o Dr. Baker do monstro, mas logo percebem que podem ter que proteger o mundo do monstro e da ira do Dr. Baker. Escrito pelo aclamado romancista Victor LaValle, Destroyer é uma história angustiante que explora o legado do amor, da perda e da vingança transpostos firmemente na atmosfera tensa dos Estados Unidos da atualidade."

Melhor Ficção Longa/Novela
'The Devil’s Throat" de Tena Mason (Hellhole: An Anthology of Subterranean Terror)

"Uma descida vertiginosa em direção ao terror. Lendas falam de uma terra oca, um mundo abaixo do nosso. Um mundo cheio de maravilhas... e perigos. E se essas lendas forem verdadeiras? Aprofunde-se em mundos sombrios em HELLHOLE, onde a morte se esconde em cada esquina e fique cara a cara com criaturas de seus piores pesadelos."

Melhor Conto
“Mutter” de Jess Landry (Fantastic Tales of Terror) 

"Descubra as histórias sobrenaturais perdidas por trás de algumas das pessoas e eventos mais famosos da história. Fantastic Tales of Terror explora a história secreta que esteve escondida nas sombras do mundo e até mesmo histórias alternativas de outros mundos. Contos como o de um jovem que busca o segredo da imortalidade de ninguém menos que Bela Lugosi. A trágica história de como o Titanic realmente afundou. Os eventos horripilantes que as pessoas da cidade de Nova York tiveram que enfrentar na Grande Depressão, e muitos outros contos fantásticos de terror."

Melhor Coletânea de Contos
That Which Grows Wild de Eric J. Guignard

Melhor Roteiro
A Maldição da Residência Hill: The Bent-Neck Lady, Episódio 01:05 de Meredith Averill

Melhor Antologia de Vários Autores 
The Devil and the Deep: Horror Stories of the Sea de Ellen Datlow

"Encalhada em uma ilha deserta, um jovem anseia por objetos de seu passado. Um morador local de uma pequena cidade costeira na Inglaterra é encontrado morto quando a maré baixa. Um navio baleeiro norueguês está encalhado no Ártico, sua tripulação ameaçada por forças misteriosas. No século XIX, um navio flutua em águas calmas no Oceano Índico, as quais são assombradas por suas más ações. Um surfista que virou mergulhador descobre que há coisas piores do que se afogar no mar. Algo do mar está criando monstros em terra. Em The Devil and the Deep, a premiada editora Ellen Datlow compartilha uma antologia de horror totalmente original que cobre as profundezas do mar azul profundo, com novas histórias de best-sellers do New York Times e autores premiados como Seanan McGuire, Christopher Golden, Stephen Graham Jones e muito mais."

Melhor Livro de Não-Ficção
It’s Alive: Bringing Your Nightmares to Life de Joe Mynhardt and Eugene Johnson

Melhor Coletânea de Poemas
 The Devil’s Dreamland de Sara Tantlinger

"H. H. Holmes cometeu crimes horríveis no final do século XIX, muitos dos quais ocorreram dentro de seu lendário "Castelo da Morte" em Chicago, Illinois. Ele é frequentemente considerado o primeiro serial killer da América. Em seu segundo livro de poesia Sara Tantlinger se inspira em relatos e contos que resultaram das ações de Herman Webster Mudgett, mais conhecido como Dr. Henry Howard Holmes. Fato e especulação se entrelaçam aqui, assim como fizeram durante toda a vida do próprio homem. Há espaço para todo mundo no porão de The Devil’s Dreamland."


Um comentário:

  1. Fala Rafa, adorei o post! Sera que a Bertrand irá lançar logo esse The cabin? To bem curioso com ele!

    ResponderExcluir

Pages