Rainhas do Grito | Livros de terror e suspense de autoras brasileiras que você precisa conhecer! - Biblioteca do Terror

Biblioteca do Terror

O maior e mais completo site brasileiro sobre literatura de terror!

30 de setembro de 2018

Rainhas do Grito | Livros de terror e suspense de autoras brasileiras que você precisa conhecer!


Rainhas do Grito é o projeto de leitura deste mês do Halloween da Biblioteca do Terror em parceria com os blogs: Fright like a Girl, Um Café com Luke, Lendo 1 bom livro, Livros e Opinião e Caixa de Pesadelos, que tem como objetivo apoiar e disseminar a produção das autoras brasileiras de terror e suspense, que estão escrevendo algumas das mais aterrorizantes e inovadoras histórias da atualidade. Todos os blogs participantes estarão durante esse mês produzindo conteúdo para dar suporte ao leitor, a ideia é incentivar o maior número de pessoas a conhecer o trabalho das "rainhas do grito" e a compartilhar suas experiências de leitura nas redes sociais através da hashtag #RainhasdoGrito. 

Para começar com os trabalhos do mês preparei uma lista com meus livros favoritos de terror e suspense escritos por autoras brasileiras. Para quem não conhece nossas Rainhas do Grito esta é uma ótima porta de entrada para seus mundos de horror e medo. Ao longo desse mês cada uma das obras abaixo será discutida detalhadamente. Confira: 

Trabalhos Ocultos de Cláudia Lemes
Trabalhos Ocultos é uma coletânea de contos de terror e suspense que mostra toda a versatilidade e qualidade de Cláudia Lemes como escritora, são quatro contos e uma novela que que deslizam suavemente por entre gêneros, desde o mistério claustrofóbico de O Estranho, até a sangrenta e divertida homenagem ao clássicos slasher dos anos 80 em Massacre no Acampamento Pornô. 

A Vila dos Pecados de Soraya Abuchaim
Final do século XIX. Enquanto o mundo passa por transformações importantes, existe uma vila inóspita, que vive à margem da civilização e que tem as suas próprias e estranhas leis. Lendas escuras a rondam e histórias macabras sobre Ponta Poente povoam o imaginário popular. Quando o padre Alfonso Anes, um exemplo vivo de amor e resignação, chega à vila para substituir o seu antecessor, depara-se com segredos que o farão duvidar da própria sanidade, e uma onda de mortes trará o caos para aquele lugar ermo. Quem estará a salvo? Serão estes segredos o fim de quem os esconde? O que esse universo tenebroso revelará para o mundo?

Horror em Gotas de Karen Alvares
Desde sua publicação, Horror em Gotas tem sido o remédio que cura o tédio dos leitores com doses diárias de terror. Mas sempre há quem não resista e devore toda a cartela de contos de uma vez, numa terrível overdose de horror. E você, conseguirá resistir? Nessa edição especial comemorativa do seu aniversário de 3 anos, Horror em Gotas retorna em nova embalagem, com uma dose a mais. Um conto inédito e amargo, que poderá curá-lo ou atormentá-lo para sempre. 31 contos. Uma gota por dia, um pesadelo por noite, para que você sinta o horror desses personagens na própria pele. 

Contos Sombrios de Camila Fernandes
Dezesseis contos sombrios. Terrores pessoais e coletivos que a escrita tenta exorcizar: sequestradores e assassinos, canibais, vampiros e coisas piores. Talvez você também queira exorcizá-los.

Quando o Mal tem um Nome de Glau Kemp
Na Aparecida dos anos 70, uma cidade erguida no centro de um milagre, conhecemos a história de Marta e sua filha Clara. De sua terra cultivada por fé a malignidade cresce no coração de uma mãe devota. As orações que a padroeira não atende são feitas agora para eles: anjos caídos. Ela não deveria saber o nome do demônio que atendeu sua prece, e a abominação despertada é tão grande que todos vão pagar pelo pecado. O mal só precisava que alguém o chamasse e agora está entre nós.

Bom Dia, Verônica de Andrea Killmore
Em "Bom dia, Verônica", acompanhamos a secretária da polícia Verônica Torres, que, na mesma semana, presencia de forma chocante o suicídio de uma jovem e recebe uma ligação anônima de uma mulher desesperada clamando por sua vida. Com sua habilidade e sua determinação, ela vê a oportunidade que sempre quis para mostrar sua competência investigativa e decide mergulhar sozinha nos dois casos. No entanto, essas investigações teoricamente simples se tornam verdadeiros redemoinhos e colocam Verônica diante do lado mais sombrio do homem, em que um mundo perverso e irreal precisa ser confrontado. 

Arquivos do Mal, org. de Glau Kemp e Soraya Abuchaim
18738645_759799997521410_1525751198253698536_o
Pelas ruas escuras de uma cidade que nunca dorme, algo caminha invisível. Nos locais históricos que compõem uma metrópole, algo se esconde inquieto. Por trás das janelas sem luz de construções conhecidas, algo – ou alguém – observa. Entre contos e casos, os espíritos e demônios transitam pelas avenidas de São Paulo, junto dos passantes, misturando-se aos viventes. Suas histórias, terríveis, perduram e viajam no sopro da noite e forçam a cidade a nunca se esquecer de quem foram, ou talvez de quem ainda são: apenas almas perdidas, torturadas pelo inferno, tendo o mapa turístico de uma selva de pedra como único registro de onde, um dia, costumavam passar. 

Malditas: As casas têm atmosfera
Nas histórias de horror, o tema casas desperta enorme interesse nos fãs do gênero. Muitos autores escreveram livros que se tornaram clássicos, cujos personagens principais são essas construções que assombram nossas mentes. O assunto é repleto de simbolismo, magia, crueldade… E para o livro Malditas, as casas têm atmosfera, cada autora foi desafiada a se aventurar, sentir e transmitir ao leitor esse horror entranhado em todos os cantos. Cada casa, depois de muito tempo abandonada, recebe novos habitantes, no entanto, não haverá o retrato da família feliz nem os sorrisos dos almoços de domingo. As paredes ocultam os segredos e, quando menos se espera, eles voltam e presenteiam seus moradores com as atrocidades cometidas no passado e manipulam essas pessoas, que sofrem toda sorte de pesadelos reais.

Compartilhe suas experiências de leitura e acompanhe a hashtag #RainhasdoGrito nas redes sociais.

2 comentários:

  1. Como sempre as melhores indicações! Eu por exemplo confesso que quase não li nada nacional de terror escrito por mulheres, com esse projeto pretendo mudar isso! Abraços!! :)

    ResponderExcluir
  2. Minha primeira colaboração: https://www.caixadepesadelos.com/home/amanda-reznor-noite-%C3%A0-deriva

    Continuarei postando com a tag, foi uma experiência super positiva.

    ResponderExcluir