Resenha | Um Rio Muito Frio de Michael Koryta - Biblioteca do Terror

Biblioteca do Terror

O maior e mais completo site brasileiro sobre literatura de terror!

Resenha | Um Rio Muito Frio de Michael Koryta

Share This

Uma garrafa de água assombrada.  Essa é a premissa de Um Rio Muito Frio, um dos melhores livros de terror lançados nos últimos tempos, de Michael Koryta que já mostra todo o seu talento numa história ricamente construída cheia de suspense mistério. Antes de ler o livro fui atrás de informações e encontrei um mundo de comparações entre o autor e Stephen King, principalmente com relação ao O Iluminado que ficou na história com o Overlook Hotel, cheio de salas silenciosas repletas de gritos esquecidos, corredores sinistros e paredes repletas de sangue. 

Em Um Rio Muito rio há também um hotel, o West Baden Springs Hotel, mas que difere e muito da criação de King, o estilo narrativo também é bastante díspar para suscitar uma comparação. Na verdade Michael Koryta possui uma narrativa mais parecida com Joe Hill, pode-se até dizer que eles aprenderam a serem contadores de história na mesma escola. 

Diferente da maioria dos autores que opta por imprimir um ritmo acelerado a sua história com muitas cenas de ação e tensão, Koryta cria uma velocidade própria que se torna sua principal característica. A dosagem do suspense é milimétricamente calculada, a narrativa é lenta, porém não se torna chata ou enfadonha ao longo da leitura ao contrário, dá tempo para o leitor conhecer cada personagem melhor, degustar o enredo e entender o significado das ações. 

O sentimento de realidade que a velocidade da prosa dita é absurdamente viciante de modo que a mínima interrupção da leitura das páginas se torna banal, como comer ou trabalhar por exemplo. Quanto à história há todos os elementos primordiais de um bom livro de terror: um mistério com aspectos sobrenaturais, uma cidadezinha pequena com seus moradores ressentidos com o povo da 'cidade grande', fantasmas e visões macabras e um protagonista extremamente humano e normal que se vê, subitamente, em meio ao desconhecido sobrenatural. 

Os diálogos são inteligentes e fluidos, não há nada dispensável ou fora do contexto, cada palavra dita se encaixa perfeitamente uma na outra tecendo assim a grande trama que é o livro. Enfim, adorei o livro e a história me surpreendeu, Michael Koryta entrou para a minha lista dos autores a serem acompanhados de perto. Aguardo ansiosamente a publicação da sua próxima história. Indico este livro a todos os fãs de terror e suspense, leiam, pois vocês não se arrependerão.

   Um Rio Muito Frio (2012) | Ficha Técnica 
   Título original: So Cold the River (2010)
    Autor: Michael Koryta
   Tradutores: Anna Duarte e Carlos Duarte
   Editora: Record
   Páginas: 448 páginas
   CompreAmazon
   Nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (9/10 Caveiras)

4 comentários:

  1. Indiquei o seu blog para um selinho no meu blog. Espero que não tenha.

    http://lostmemoriesplace.blogspot.com.br/2013/02/novos-selos-meme.html#more

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Adorei o blog e a resenha.
    Acho que até hoje só li um livro de terror que foi A Estrada da Noite e gostei bastante.
    Gostei da história de Um rio muito frio. Você realmente me deixou com vontade de ler. rsrs

    Beijos,
    Gabi Lima
    http://livrofilmeecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Pode achar esse livro no site LELIVROS

    ResponderExcluir
  4. Estou interessado em ler esse livro vi na biblioteca e por ser tratar de terror fiquei mais empolgado ainda é também por sua indicação. Adoro seu blog o melhor de livros de terror.

    ResponderExcluir

Pages