ÚLTIMAS NOTÍCIAS

16 de maio de 2015

O Bairro da Cripta - Tomo I - As Elegias de Marcos R. Terci


Sinopse:
   Fantasmas, vampiros e lobisomens circunvagam, famintos, os anais fantasiosos e imponderáveis de um bairro da cidade de Tebraria, cujas casas se confundem, sobremaneira, com os túmulos e mausoléus do arcaico cemitério da localidade. Chamam-no o Bairro da Cripta.


Opinião:
   Seja bem vindo ao Bairro da Cripta, onde as trevas se escondem e os horrores emergem. Serei seu guia por essas ruas sombrias esta noite, prometo um passeio cheio de emoções, para que tudo ocorra como esperado deve sempre seguir minhas ordens, se eu mandar fechar os olhos você os fecha, se mandar tapar os ouvidos espero que siga meu conselho. Silêncio será sua nova religião, os moradores daqui não gostam de serem perturbados por estranhos e o menor sussurro pode acordar os mortos. Lembre-se que somos apenas expectadores, não deve jamais interferir nas cenas que veremos, por mais macabras e assustadoras que pareçam, por mais que almas desesperadas lhe supliquem ajuda, não pare. Siga sempre ao meu lado e talvez consiga manter algo de sua sanidade no final. 
   Nossa primeira parada será o Jardim dos Suicidas, sinta esse ar carregado de sussurros de corações partidos, mas não lhe de ouvidos é a morte tentando lhe seduzir, aqui as árvores são regadas com sangue de pulsos cortados e lágrimas de enforcados. Talvez se tivermos sorte poderemos ver um vulto balançando entre as folhas secas. Sente esse cheiro? Uma mistura de vísceras e líquidos embalsamantes? Aquela trilha te levará direto para a casa do empalhador, mas não aconselho a pegá-la no entanto. Espere! Vamos esconda-se atrás de uma árvore rápido! Alguma coisa está correndo pela mata selvagem! Ouça! Um uivo e um grito! Não há mais perigo iminente, a vítima já foi escolhida e a fome da coisa será saciada. Quero que conheça também a mansão dos Albuquerque, quem atravessa aquele umbral caindo aos pedaços jamais retorna. Não é bom nos demorarmos em lugares assim! E aqui estamos no Cemitério Municipal! Olhe essas lápides e esses túmulos, parecem se estender infinitamente não? Ah! Quer saber quem é aquela sombra claudicante? É o velho coveiro, não nos atrapalhará tenho certeza. Oh que indiscrição a minha! Já passa da meia-noite, deve estar cansado não é amigo? Eu também, devo retornar agora para meu túmulo. Quer me acompanhar?
   O Bairro da Cripta é uma obra bastante corajosa e autêntica, uma pérola negra dentro da literatura de horror nacional, Marcos R. Terci conseguiu transportar todo o clima gótico vitoriano que assombra os castelos europeus para o interior de São Paulo, moldando o estilo para que se adequasse a realidade brasileira, com uma narrativa extremamente pessoal e poética. É uma coletânea de contos que exploram todas as nuances do horror de um bairro no limiar da imaginação e da realidade, os terrores que se esconde nas sombras das ruas e atormentam os moradores. O destaque é para a época em que as histórias acontecem, entre o final do século XIX passando pelo início até meados do século XX, o autor conseguiu ao mesmo tempo imprimir uma atemporalidade a narrativa e situá-la em um período histórico através referências inteligentes.
   A narrativa é exuberante, uma verdadeira aula poética do potencial que a língua portuguesa pode alcançar, sem ser truncada ou arrastada, cada conto é uma construção orgástica que excita as "papilas gustativas" do leitor a níveis profundos e prazerosos. Se Marcos Terci tivesse nascido na época em que se passam suas histórias provavelmente estaríamos estudando sobre seu estilo nas escolas nos dias de hoje. Seus temas abordam o horror clássico, os monstros que canibalizam nossos sonhos e seres fantásticos que habitam nossa imaginação. As histórias são interligadas por pequenos fios tão ínfimos que podem passar despercebidos na primeira leitura mas são fortes como a teia de uma aranha, prendendo a atenção do leitor como uma mosca pronta para a refeição, conforme as tramas se alteram no tempo é possível notar referências cuidadosamente inseridas para dar mais plausibilidade ao bairro criando um universo compartilhado muito interessante. A medida em que páginas avançam o leitor entra em contato com as antigas lendas e crendices que cercam o local, conforme os contos se sucedem é possível conhecer a gênese de tais histórias que funcionam como peças de um grande mosaico, que revela a verdadeira forma assustadora do Bairro da Cripta.
   A ideia do autor é criar uma pentalogia de livros que narrem a assustadora história do Bairro, As Elegias é o primeiro volume recheado com 24 contos fantásticos, a continuação Os Epitáfios foi lançada recentemente, que será seguido de As Exéquias, As Endechas e terá sua conclusão com Os EpicédiosMarcos Terci é um dos novos nomes da literatura de horror nacional, dono de um estilo próprio e autenticamente brasileiro se revela uma grande promessa para o gênero, O Bairro da Cripta é a porta de entrada para sua obra assombrada que fará os leitores mais empedernidos se arrepiarem com descrições poéticas de horrores inomináveis.


Nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras)

12 comentários :

  1. Opa ! Mais um livro de contos interessantíssimo. Mais um para minha lista de compras.

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. É desse livro que eu precisava!!! Excelente dica, pois eu AMO séries de terror! beijinhos

    ResponderExcluir
  3. já acompanho a série desde novembro, mas é sempre bom ter a opinião de um especialista. hihihi valeu cada susto! ótima dica, qdo se chega a última página sempre se quer mais

    ResponderExcluir
  4. onde posso comprar esse livro, alguém pode me ajudar?

    ResponderExcluir
  5. Olá, Anônimo! Você pode adquirir o tomo I por este link :
    http://www.lp-books.com/loja/ficcao/o-bairro-da-cripta-tomo-elegias/
    E, o tomo II através deste:
    http://www.lp-books.com/loja/literatura/o-bairro-da-cripta-ii-os-epitafios//
    De vez em quando, por alguma razão, os links dão problema, nesse caso, por gentileza, tente mais tarde. Nos próximos dias, se quiser aguardar, estarei disponibilizando ambas as obras pelo site da série:
    http://www.bairrodacripta.com/
    Um grande abraço,
    M.R.Terci
    É sempre treva no Bairro da Cripta

    ResponderExcluir
  6. Pessoal é sempre um enorme prazer receber gente mor.. desculpe, nova no bairro. Por isso, se puderem deixar aquele comentário bacana no blog do livro ( http://www.bairrodacripta.com/#!blog/c1dwb ) e aquele like sempre bem vindo na fan page ( https://www.facebook.com/obairrodacripta ), EU AGRADEÇO! M.R.Terci

    ResponderExcluir
  7. Mais uma coisa... a editora permitiu e, para quem não conhece ainda, eu disponibilizei, na íntegra, um conto do primeiro tomo e outro do segundo nessa seção do site do Bairro da Cripta:
    http://www.bairrodacripta.com/#!disponvel-para-leitura/c1chq
    Tem ainda trechos inéditos dos tomos III, IV e V da série.
    Abraço,
    M.R.Terci
    https://www.facebook.com/pages/MRTerci/249913381867448

    ResponderExcluir
  8. Hehehe! Tem cheiro de enxofre do bom aqui! Adiante com a leitura!

    ResponderExcluir
  9. Pessoal o site da LP-Books está DE NOVO em manutenção... se interessar mesmo, os pedidos podem ser feitos diretamente com Adercio neste e-mail... atendimento@lp-books.com

    ResponderExcluir
  10. Resenha perfeita! Adorei o modo como expôs sua opinião e os sentimentos que a narrativa do autor lhe provocou. Eu me senti exatamente como você ao ler As Elegias: deslumbrada e encantada, mortificada e temerosa… Mas acho que fui corajosa o suficiente para conhecer cada mínima característica do Bairro da Cripta. Não ouso dizer, no entanto, ter descoberto todos os seus segredos. Talvez, então, minha sanidade se rompesse (rs).
    Compartilhei sua resenha na fanpage do meu blog, porque a achei de grande qualidade; faço votos de que sua análise crítica seja um convite para mais leitores do autor!

    Abraço!

    http://www.mqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. De fato... às vezes eu me pergunto a razão de insistir em escrever, me arriscar de peito aberto, arranhando aquela pele morta que chamo de papel, mormente quando nem a editora coloca muita fé em você. Aí, eu leio uma resenha... depois um comentário (no caso da Francine, a resenha e o comentário) e me recordo, então, porque faço isso. Faço isso por vocês. Obrigado, caras! Vocês são os melhores!
    E... falando em editora, o site da LP-Books está fora do ar. Quem quiser, tenho ambos os tomos comigo. É só seguir esse link. http://www.bairrodacripta.com/#!contact/c1kcz E deem um confere no site, está cheio de novidade.
    http://www.bairrodacripta.com/

    ResponderExcluir
  12. Acabei de ler o tomo I e fiquei simplesmente encantada! A linguagem de nível excelente, a mistura de prosa e poesia (é possível sim em histórias de terror!), contos que estimulam a sua imaginação... enfim é um universo maravilhoso!!! Parabéns, meu querido M. R.Terci por esta obra-prima. Que venham os próximos!
    "É sempre treva no Bairro da Cripta"...

    ResponderExcluir