ÚLTIMAS NOTÍCIAS

5 de novembro de 2012

Resenha: Lunar Park - Bret Easton Ellis




Sinopse:
   "Lunar Park" começa como uma autobiografia. Ellis confirma, sem pudores, tudo o que se sabe (ou que se pensa saber) sobre ele: o sucesso repentino, os escândalos, seus amores e desafetos famosos, seu cinismo e arrogância. E também a relação tumultuada com seu pai, um homem violento que lhe deixou U$ 10 milhões em dívidas ao morrer e cujo último desejo Ellis se recusou a realizar, embora pudesse fazê-lo com facilidade. Tudo parece corresponder à realidade, com riqueza de detalhes polêmicos. Até que Ellis começa a falar de coisas das quais ninguém jamais ouviu falar: sua decadência profissional, seu casamento com uma atriz medíocre e o filho que ele despreza desde antes do nascimento.

Opinião:
     Lunar Park foi o livro que me introduziu no universo caótico de Bret Easton Ellis e que surpreendeu pela sua evolução ao longo das páginas passando rapidamente de uma biografia para uma história de terror repleta de suspense. O livro tem profundas ligações com as obras anteriores do autor, principalmente O Psicopata Americano o qual é uma das bases do enredo.  Lunar Park ganhou em 2005 o INTERNATIONAL HORROR GUILD AWARDS na categoria de melhor novela e em entrevistas o próprio autor disse que o livro é uma homenagem a Stephen King, em especial ao O Iluminado onde Terby, um assustador pássaro de brinquedo, tem significado semelhante à Redrum.
   O romance começa com um relato autobiográfico do autor, que é o protagonista, sobre a sua precoce fama após o lançamento de seu primeiro livro.  Bret detalha os incidentes de sua vida desregrada e do uso absurdo de drogas, a principal fonte de seus problemas, além da sua relação com Jayne Dennis que posteriormente se torna sua esposa com quem tem um filho, Robby, que só é admitido como legítimo 10 anos após seus nascimento.
    A história começa realmente em um simples dia das bruxas quando Bret resolve dar uma festa e ficar chapado. Em meio á vários problemas a bebida e as drogas se tornaram o ponto de escape para o autor/narrador e quando a primeira experiência sobrenatural acontece ele está sobre efeito das drogas, o que causa certa dúvida sobre a realidade dos acontecimentos... Terby, um pequeno pássaro preto, começa a agir estranho, ou melhor, ele simplesmente começa a agir, pois esse fato já é estranho para um ser inanimado. Porém isso não é tudo as luzes começam a piscar e os móveis da casa se encontram em lugares diferentes dos quais estavam.  E com o tempo as manifestações apenas aumentam de intensidade chegando até a acontecer materializações.
   Enquanto isso a cidade em que moram está em meio a uma onda de desparecimentos totalmente misteriosos de crianças que não deixam nenhum rastro para a polícia seguir. E se isso não for o bastante, um assassino está matando pessoas com as mesmas técnicas que o Patrick Bateman do livro O Psicopata Americano do Bret...
   Acontecimentos que a primeira vista são distintos na verdade possuem uma ligação surpreendente e aterrorizante, as respostas para as questões levantadas no livro são assustadoras porque são parecidas demais com a realidade para serem ignoradas. Lunar Park é uma história fantasmagórica sobre a loucura e as relações entre pais e filhos, mas mais do que isso é uma narrativa surreal de um escritor que vê seu personagem mais sombrio criar vida.
   Recomendo o livro com moderação, quem gosta de Stephen King e de um terror mais "refinado" que se distancia da visão tradicional hollywoodiana sobre fantasmas irá encontrar uma ótima leitura. Porém aqueles que buscam apenas a descrição da carnificina e de sangue por toda a parte é melhor passar longe de Lunar Park.  E quiser se aventurar pela história indico primeiro a leitura de O Psicopata Americano por estar intrinsecamente ligado ao enredo. Confesso que ainda não li o livro, mas este como outros títulos do autor estão agora no topo da minha lista de leituras.

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras) 

Um comentário :

  1. Oi Rafa! No topo da sua lista e também da minha. Parece ser um excelente livro!!!

    ResponderExcluir