Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

Resenha | Hell House: A Casa do Inferno de Richard Matheson

 

Hell House: A Casa do Inferno de Richard Matheson é uma espécie de irmão espiritual de A Assombração na Casa da Colina de Shirley Jackson (o próprio título de Hell House é uma alusão a Hill House). Essa condição os torna um dos poucos casos na literatura de terror em que é possível fazer uma comparação detalhada da forma como escritores de diferentes estilos abordam uma mesma história, ambos os livros seguem basicamente o mesmo enredo: uma equipe de investigadores paranormais é contratada para passar um tempo em uma casa mal-assombrada e desvendar seus mistérios. As histórias, entretanto, são construídas de modos completamente diferentes, o livro de Jackson é mais psicológico, versa sobre a destruição e colapso mental em frente ao insólito, enquanto o livro de Matheson é sobre o impacto e as manifestações físicas do sobrenatural, sua exploração psicológica advém de uma reação à materialização de fenômenos paranormais.

Essa similaridade não é mera coincidência, Richard Matheson cita a conclusão ambígua e aberta do livro de Shirley Jackson como inspiração para a escrita de seu romance, a ideia de que a "assombração" pudesse ter sido evocada pela protagonista feminina o incomodou a ponto de criar sua história de casa mal-assombrada como uma resposta definitiva a essa abordagem sutil do sobrenatural. Ele queria que seus leitores não tivessem dúvidas de que a assombração em sua história era real. Se a Casa da Colina se utiliza de manipulações mentais e psicológicas para insuflar paranoia e medo em seus visitantes, a Casa do Inferno parte direto para ataques físicos brutais na tentativa de assombrar seus hóspedes, causando desde pequenas lesões corporais até assassinato e violência sexual. 

A Hell House de Matheson foi inspirada por dois lugares reais: seu arranjo físico e disposições interiores foram baseadas no Hearst Castle, localizado em San Simeon, na Califórnia, e a tipologia das manifestações e eventos sobrenaturais foram baseados nos relatos que cercam a Reitoria de Borley, considerada por muito tempo a casa mais mal-assombrada da Inglaterra. A partir desse contexto, Richard Matheson constrói sua narrativa se utilizando da tensão do embate entre fé e ciência, de um lado a crença espiritual de que a casa é assombrada por fantasmas reais, vítimas de um passado profano, do outro a perspectiva parapsicológica de que a "assombração" é um fenômeno paranormal mensurável e quantificável e que nada tem a ver com espíritos ou vida após a morte.

Richard Matheson consegue apresentar os fenômenos paranormais de uma forma tão interessante que cada uma das visões diferentes são validadas e reforçadas em suas próprias convicções e preconceitos, com os personagens acreditando que cada nova manifestação insólita confirma suas interpretações conflitantes sobre a verdadeira natureza da Casa do Inferno. A narrativa é dividida em seções ao invés de capítulos, com cada seção demarcando um dia, com cenas subdivididas em diferentes horários deste dia. Essa divisão aumenta o suspense, ao dar um ar de continuidade à história, e também a verossimilhança, ao se apresentar quase como um relato sobre um evento real. Essas características fazem com que o romance sobreviva bem à passagem do tempo e mantenha um ritmo tão pungente quanto da época de sua publicação na década de setenta.

A Casa do Inferno foi construída por um homem chamado Emeric Belasco, um sujeito desagradável que criou seu inferno particular dentro das paredes da casa. Todo tipo de depravação e profanação era aceitável, as pessoas vinham de diversos lugares do mundo e jamais voltavam para seus lares, ficavam tão acostumadas e viciadas com o modo de vida doentio e animalesco na Hell House que não queriam mais sair. A vida cotidiana era envolta por orgias envolvendo mutilações, assassinatos, necrofilia e canibalismo. Décadas depois, essas atividades blasfemas deixaram um miasma fantasmagórico que transformou a mansão Belasco no lugar mais mal-assombrado do mundo. A trama se inicia quando um milionário à beira da morte, buscando respostas para o pós vida, oferece uma quantia admirável em dinheiro para um grupo de pessoas com crenças e perspectivas diferentes visitarem a casa para identificar, categorizar e explicar os fenômenos que acontecem lá.

Richard Matheson tece uma atmosfera sombria desde as primeiras páginas e entrega em seu texto tudo aquilo que você imagina quando pensa em histórias de casas mal-assombradas. Hell House contém um pouco de tudo, séances em busca de comunicação com espíritos, materializações ectoplasmáticas, cadáveres emparedados, objetos voando pelos ares e aparições fantasmagóricas. Em 2009 foi publicada a antologia He Is Legend, na qual escritores famosos se uniram para homenagear a obra de Matheson, onde a autora Nancy A. Collins recebeu autorização do próprio autor para escrever um prequel, uma novela chamada  "Return To Hell House", que narra os eventos da primeira expedição de Benjamin Fischer à Casa do Inferno. Hell House é uma das melhores histórias de casas mal-assombradas já escritas.

   
  Hell House: A Casa do Inferno (2021) | Ficha Técnica 
   Título original: Hell House (1971)
   Autor: Richard Matheson
   Tradutor: Vinicius Loureiro
   Editora: Darkside Books
   Páginas: 336 páginas
   CompreAmazon
   Nota:☠☠☠☠☠☠(10/10 Caveiras)

Postar um comentário

0 Comentários