ÚLTIMAS NOTÍCIAS

16 de março de 2016

Caveira Talkshow: Lançamentos Darkside Books 2016!

  Ontem à noite aconteceu o primeiro Caveira Talkshow, um evento especial no qual a Darkside Books abriu as portas do inferno e, além de revelar alguns de seus principais lançamentos para o ano de 2016, apresentou novos reforços nacionais em seu time de autores.  O local escolhido não poderia ser mais "dark", um antigo matadouro transformado em bar temático cujas paredes transpiravam o sangue de sua história, já na recepção o convidado desavisado percebia que só poderia estar em um pesadelo, Freddy Krueger lhe recebia gesticulando com suas garras para tirar uma fotografia, daquelas especiais que capturam um pedaço da sua alma, ao lado de um Jason completamente assustador e um Pinhead com um olhar de despedaçar almas, porém o personagem mais tenebroso estava escondido nas sombras: Frank, o coelho gigante de Donnie Darko, cuja visão lhe desafiava a encará-lo por mais de cinco segundos sem sentir arrepios percorrendo a espinha. O evento foi apresentado em conjunto por João Gordo e pela radialista Luka, da 89 Rádio Rock, e contou com a participação de blogueiros e autores, além da presença especial e emocionante de Zé do Caixão! Sem mais delongas vamos aos lançamentos :


O Evangelho de Sangue de Clive Barker
   Não poderia começar por ninguém menos que Clive Barker, por anos o autor viveu nas sombras empoeiradas de sebos antigos, onde suas edições eram disputadas com unhas e dentes pelos fãs ardorosos, as mesmas pessoas que sentirão o coração ser trespassado por dezenas de pregos pontiagudos ao ouvir que O Evangelho de Sangue, tradução de The Scarlet Gospels chegará em breve às livrarias! E mais! Implicitamente foi deixado bastante claro que Clive Barker será uma presença garantida no catálogo futuro da Darkside Books, então não é mais um sonho distante imaginar novas edições de Livros de Sangue, O Jogo da Perdição e Raça da Noite e quem sabe até livros inéditos como Mr. B Gone e as continuações de Abarat. O inferno é o limite! O Evangelho de Sangue é o retorno de Clive Barker ao universo sádico dos cenobitas, numa estória que mostra a origem e o final dos sacerdotes da carne, com a participação de um de seus personagens mais famosos, o detetive Harry D'Amour, protagonista de A Última Ilusão, conto presente no sexto volume de Livros de Sangue, que deu origem ao filme Mestre das Ilusões.

Donnie Darko de Richard Kelly
Por que você usa essa fantasia idiota de coelho?
Por que você está vestindo essa fantasia ridícula de homem?

   A sensação de quem assiste a Donnie Darko pela primeira vez é a de ter seu cérebro mergulhado numa solução de mercúrio acompanhada da violenta percepção de sua massa encefálica sendo batida em um liquidificador. Mais um exemplar para a estante da Coleção Dissecando que traz todos os segredos dos bastidores do filme cult Donnie Darko. A edição nacional contará com um prefácio exclusivo escrito por Jake Gyllenhaal. 

Os Condenados de Andrew Pyper
 Os Condenados, lançamento mais recente de Andrew Pyper autor de O Demonologista, é um dos livros que a Darkside Books já havia dado pistas de publicação no ano passado. Em seu novo livro Pyper se aventura pelos caminhos assombrados das histórias de fantasmas, seu protagonista, Danny, é um escritor de sucesso que escreveu um best-seller baseado em sua experiência de quase morte, advinda de um incêndio colossal que acabou apagando a vida de sua irmã gêmea, Ashleigh. É nesse momento que o autor insere alguns pequenos detalhes que deixam a narrativa mais interessante, Danny não é o exemplo de boa pessoa, na verdade sua alma tem um lado escuro que aterroriza sua família, e a ligação entre os gêmeos é tão poderosa que impediu que Ashleigh seguisse adiante e ela assombra seu irmão a cada segundo de sua pós-vida. A grande virada acontece quando Danny encontra o amor de sua vida e para finalmente alcançar a felicidade tem que confrontar seus antigos fantasmas. Há bons comentários lá fora sobre este livro, Stephen King elogiou a trama comparando-a a clássicos, e isso é motivo o suficiente para eu colocá-la no topo da lista de leituras, sem falar na belíssima edição que será similar a do  Demonologista. 

A Casa dos Espíritos de Christopher Buehlman
Essa é uma das grandes surpresas anunciadas pela Darkside, The Necromancer´s House, A Casa dos Espíritos de Christopher Buehlman, um dos novos nomes do gênero terror cujo estilo está sendo comparado a uma mistura de Scott Fitzgerald e Dean Koontz. O livro habita aquele limbo existencial entre o horror e a dark fantasy, com uma inclinação especial à mitologia eslava, por exemplo, temos como  personagem uma Rusalka, uma espécie de  espírito-sereia, que nasce da alma de uma jovem  que morre perto de algum rio ou lago, e que tem como principal objetivo seduzir e afogar homens na imensidão de suas águas escuras. O livro conta a história de Andrew Ranulf um enigmático bruxo que possui duas características especiais, a primeira é sua casa visível apenas para quem ele deseja e a segunda sua capacidade conversar com os mortos através de fitas vídeos. Ponto, é só isso que eu preciso saber para querer ler isso. 

A Hora do Pesadelo – Arquivos de Elm Street, de Robert Englund
   A primeira vista A Hora do Pesadelo – Arquivos de Elm Street parece ser apenas mais um volume da famosa Coleção Dissecando, mas não se engane, este livro foi escrito por ninguém menos que Robert Englund, o Freddy Krueguer, então sua narrativa, além de explanar os bastidores dos filmes da série, segue uma linha autobiográfica bastante interessante. Não preciso nem comentar que o livro é cultuado pelos fãs da série.

Fábrica de Vespas de Iain Banks
  Entre os sonhos mais desvairados dos leitores de terror está a publicação de alguns livros considerados impublicáveis pelas editoras nacionais, um eufemismo para medo, seja por seu teor psicopata e violento ou pela complexidade que a tradução e a edição demandam, como é o caso de House Of Leaves de Mark Z. Danielewski e Swan Song de Robert R. McCammon, adicione-se a isso que até recentemente o terror era um gênero cujo público era considerado escasso e de retorno duvidoso. A Darkside mudou esse cenário publicando livros que ninguém acreditaria dar certo, dentre os quais destaca-se Hellraiser de Clive Barker, The Wasp Factory, Fábrica de Vespas de Iain Banks é mais um desses títulos. O livro simplesmente consta nas primeiras posições de todas as listas que compilam as obras mais chocantes e cruéis de todos os tempos, publicado em 1984 é tão aclamado quanto criticado por suas descrições explícitas de violência. Fábrica de Vespas é narrado por Frank, um adolescente de dezessete anos, que vive com seu pai em uma pequena ilha escocesa, sem nenhum contato com o mundo exterior. O relato de Frank é perturbador, os comentários dos leitores sugerem algo similar aos escritos do Marquês de Sade, com passagens grotescas e quase intragáveis sobre tortura e mutilação de animais e crianças. É o tipo de livro que a Darkside nasceu para publicar, o tipo de livro destinado àquela pequena parcela de leitores que tem estomago suficiente para embarcar na leitura e o tipo de livro indicado para aqueles que querem se desafiar a conhecer seus limites. 

O Menino que Desenhava Monstros de Keith Donohue
  Dois anos atrás publiquei uma pequena matéria sobre a compra dos direitos de publicação de The Boy Who Drew Monsters, O Menino que Desenhava Monstros de Keith Donohue, para quem ainda não o conhece, o autor  escreveu um dos meus livros favoritos sobre o mito do Doppelganger, o gêmeo maligno, A Criança Roubada, que volta e meia é indicado aqui no blog. Seu estilo de escrita é bastante sombrio, os contornos que definem a linha que separa o real da fantasia se nublam através da inserção cuidadosa do sobrenatural na trama, o O Menino que Desenhava Monstros parece seguir esses mesmos contornos distorcidos.  O livro conta a história de Jack, um garoto traumatizado por um acidente que trancou-se na escuridão do seu quarto para fugir de seus medos, sua única válvula de escape são seus desenhos, figuras de monstros que representam uma espécie de exorcismo de fobias. Tudo muda quando as criaturas que desenha começam a criar vida e ameaçar sua família... É o tipo de livro que vai fazer você conferir embaixo da cama antes de dormir. 

Noturno de Scott Sigler
   Scott Sigler é o autor de Infected, uma série que cruza o clima apocalíptico de uma história de zumbi com a legítima herança do clássico de Jack Finney, seu livro Noturno é um suspense paranormal que pode ser definido como uma mistura de O Silencio dos Inocentes com Hellboy. 

Os Pássaros de Frank Baker
  Em 1936 o inglês Frank Baker, inspirado na obra O Terror de Arthur Machen, lançou um pequeno livro chamado Os Pássaros em uma pequena tiragem que vendeu pouco mais de trezentas cópias. Sua estória passou despercebida até que em 1963 o grande Alfred Hitchcock lançou um filme homônimo com uma premissa muito, muito parecida. Sua consternação ocorreu no momento em que a ideia original para aquela trama havia surgido de um conto de Daphne du Marier, publicado na coletânea Kiss Me Again Stranger em 1952. Baker cogitou a ideia de mover uma ação judicial por plágio, mas acabou desistindo quando um conselho judicial julgou o teor de ambas as obras diferentes. Daphne du Marier negou ter conhecimento da obra de Baker, porém curiosamente ela era prima do editor que publicou a pequena tiragem original de Os Pássaros, diz-se que esse editor estava animado com a história e que pode ter comentado com ela sobre os aspectos gerais, o que talvez possa explicar a semelhança entre as duas obras. Curiosamente Rebecca, o livro mais famoso de du Marier  também sofre esse mesmo estigma com o livro A Sucessora da brasileira  Carolina Nabuco, publicado quatro anos antes do seu. Paralelo a isso não sei muito bem o que esperar de Os Pássaros de Frank Baker, mas a sua marca de clássico aguça minha curiosidade de leitor. 

Menina Má de William March
   Não deixe um rosto bonitinho, um sorriso meigo e uma capa "fofinha" enganarem você. Publicado em 1954 The Bad Seed, Menina Má de William March é um suspense que sempre fulgura nas listas das histórias mais assustadoras de todos os tempos protagonizadas por crianças, ao lado de obras como Os Gêmeos de Thomas Tryon. O livro suscita a questão fundamental da inocência infantil, será que um serial killer nasce com a maldade inerente em sua alma ou é corrompido com o tempo? Este é o tipo de livro que modifica profundamente o leitor após a leitura. Provavelmente será o lançamento que mais surpreenderá os leitores. 

O Que Mais os Espíritos Sussurraram?
  No começo do ano já haviam sido anunciadas a Limited Edition  do Circo Mecânico Tressaulti de Genevieve Valentine, American Crime Story: O Povo Contra O. J. Simpson de Jeffrey Toobin, Batman: Arkham Knight de  Marv Wolfman, Exorcismo de Thomas B. Allen e o primeiro livro da Coleção Medo Clássico, Frankenstein de Mary Shelley. Agora a lista se adicionam Breaking Bad: Arquivo Oficial, o primeiro lançamento da nova Coleção Fora de Série, que apresentará os bastidores de séries clássicas de televisão. A Coleção DarkLove também aumentará com o lançamento do primeiro volume de As Crônicas de Amor e Ódio: Kiss of Deception de Mary E. Pearson. O Último Adeus de Cynthia Hand e Em Algum Lugar nas Estrelas de Clare Vanderpool. Além do misterioso e macabro livro de não-ficção Confissões do Crematório de Caitlin Doughty. Ilana Casoy retornará com o seu Casos de Família, André Barcinski, um dos autores da biografia do Zé do Caixão, publicará Viva La Vida Tosca: a biografia de João Gordo. E finalmente a apresentação dos autores nacionais que assombrarão as páginas da Darkside em 2016: Rô Merling, Alexandre Callari e Cesar Bravo.

15 comentários :

  1. Show essa lista de lançamentos e muito legais as escolhas das capas!Já são as oficiais?Legal ver bons livros sabendo que virão com o tratamento da DarkSide Books!!!

    ResponderExcluir
  2. Tô doida pra ler Fábrica de Vespas <3

    ResponderExcluir
  3. Que capas desgraçadas! Quero ler tudo! Puta merda!

    ResponderExcluir
  4. Coração satânico não seria lançado esse ano também?

    ResponderExcluir
  5. caramba....ta brincando que vão lançar isso tudo esse ano? Quanta coisa boa!!! É p levar a gente à falência....rsrs

    ResponderExcluir
  6. Vitor Silos falou a pura verdade..kkkk

    ResponderExcluir
  7. Já estou separando a grana pra comprar tudo...mas lançar Clive Barker só a dark side mesmo...que editora do caralho....

    ResponderExcluir
  8. Essa capa de "Os Pássaros" é tão... aaahhhhh INCRÍVEL!!! *0*

    ResponderExcluir
  9. Eta editora ducaralho ♡
    Meu, Donnie Darko! tem nem o que falar, só sentir HAHAHAHHA

    ♡ BLOG PSYCHOTECA | http://goo.gl/29ilbJ |

    ResponderExcluir
  10. A Darkside tem um catálogo tão bom que se a editora tivesse assinatura eu queria!

    ResponderExcluir
  11. Será que eles podem lançar A Criança Roubada futuramente?

    ResponderExcluir
  12. Oi, Rafa!
    Já estava de olho nos lançamentos futuros, mas há vários aqui que eu não tinha visto sobre em outros blogs!
    Fiquei animada, quero ler vários :D

    ResponderExcluir
  13. vou adquirir quase todas as novidades estrangeiras, porém saber que Clive Barker terá lançamentos continuados e que Cesar Bravo terá seus livros físicos lançados pela Darkside, fazem meu coração pular de alegria...

    ResponderExcluir
  14. Você ferrou minha vida com essa lista, Rafa! Vai desestruturar todo o planejamento, muito bem montado (cof! cof!) para meu ano, que já está tãaaao vazio :P

    ResponderExcluir