ÚLTIMAS NOTÍCIAS

17 de novembro de 2015

Livros de Terror sobre O Apocalipse Vampiro

   De monstro sanguinário das páginas obscuras da literatura gótica do século XVIII à deificação sexual dos livros infanto-juvenis da atualidade, os vampiros são provavelmente os personagens mais populares da ficção de terror, sua mitologia não apenas acompanhou a evolução sociedade, mas se adaptou aos medos de cada época, produzindo grandes clássicos, um dos quais é Eu sou A Lenda de Richard Matheson, influencia seminal na criação do apocalipse vampiro. Selecionei alguns livros para falar sobre o assunto:

A Trilogia da Escuridão de Guillermo Del Toro e Chuck Hogan

  Guillermo Del Toro e Chuck Hogan exploram primorosamente o apocalipse vampiro na Trilogia da Escuridão. Noturno, o primeiro volume mostra os primeiros dias da infestação, quando o vampirismo se espalha pelas ruas irrompendo em caos e destruição, a seguir em A Queda, a humanidade está a um passo da extinção e um mal ancestral floresce em meio aos pedaços da sociedade, e a conclusão chega galopante no banho de sangue presente em A Noite Eterna. De um modo geral a trilogia é ótima, mesmo com o deslize na explicação da origem do vampiro, consegue mesclar ação e suspense em uma narrativa ágil e cinematográfica. O grande destaque vai para a anatomia dos vampiros, ao invés das clássicas presas, possuem um apêndice retrátil que funciona de modo similar ao das sanguessugas. 

Trilogia A Caçada de Andrew Fukuda
   A caçada de Andrew Fukuda é um pós-apocalíptico que constrói uma realidade obscura ao narrar um mundo completamente dominado por vampiros. No início há poucas informações sobre como o apocalipse aconteceu, de alguma maneira os vampiros se multiplicaram rapidamente e sua fome insaciável causou a extinção da humanidade. O sangue e carne humanos tornaram-se artigo de luxo e variantes sintéticas foram criadas para suprir essa demanda. De tempos em tempos ocorrem as chamadas Caçadas, onde um grande sorteio mundial escolhe seis vampiros para participarem de uma caçada a seres humanos. O interessante é que o protagonista  do livro é um ser humano que vive camuflado em meio à sociedade vampira, cada momento do seu dia, no caso noite, é cuidadosamente refletido para que o disfarce não seja descoberto. É uma estória bastante angustiante, a solidão do personagem é comparável a de Robert Neville, mas o segundo volume, As Presas, consegue ser ainda mais sombrio e desesperador em suas implicações. 

Trilogia A Passagem de Justin Cronin
   A Passagem de Justin Cronin possui uma estória que segue duas linhas de narração, a primeira se inicia durante o apocalipse vampiro e abordando todo o horror destes dias sombrios, a segunda acompanha a nova sociedade que surgiu quase um século depois da destruição. Os vampiros foram desenvolvidos geneticamente em laboratórios, a partir de uma raça de morcegos altamente violenta, em prisioneiros do corredor da morte, cobaias involuntárias, que desenvolveram uma ligação psíquica interessante. Apenas os dois primeiros volumes foram lançados, A Passagem e Os Doze, que se completam ao mesclar a visão científica com o misticismo para criar seu principal trunfo, um futuro sombrio e desesperador. 

Crônicas do fim do mundo: Noite Maldita de André Vianco
   Noite Maldita de André Vianco é o livro que narra a origem de seu universo, popularizado em O Bento e Vampiro Rei. O apocalipse brasileiro é bastante imaginativo, ambientada em diversas cidades brasileiras, a estória se desenvolve a partir da estranha condição que se abate sob metade da população, inexplicavelmente as pessoas entram em uma espécie de coma, os serviços públicos começam a falhar e o medo floresce na primavera de falta de informação, mas o caos  verdadeiramente impera quando esses "adormecidos"  acordam tomados por uma sede incontrolável de sangue. 

Anno Drácula de Kim Newman
  E se os heróis de Bram Stoker falhassem no momento crucial do confronto contra Drácula? E se o Conde tivesse sucesso em suas maquinações sombrias, seduzisse a Rainha da Inglaterra, criando uma realidade perfeita para a introdução do vampiro na sociedade? É a partir dessas questões que Kim Newman constrói a narrativa de Anno Drácula, há vários personagens famosos em suas páginas como Fu Manchu, Carmilla, Jack The Ripper, Dr. Jekyll, Dr. Moreau, Mycroft Holmes, entre outros. É o primeiro de uma série de livros que aborda a coexistência do vampiro com o ser humano e as questões que advém dessa interação, no Brasil apenas o primeiro volume foi publicado. Apesar de não tratar especificamente do apocalipse, a revelação dos seres noturnos tem um efeito semelhante, é uma leitura nostálgica ao inserir em seu texto referências a várias obras da literatura clássica e moderna de horror.

3 comentários :

  1. Muito massa a postagem, Rafa! Eu devorei a trilogia da Escuridão de Hogan e Del Toro e os dois primeiros de A Passagem; eu li em algum lugar que Cronin entregou o manuscrito de A Cidade dos Espelhos, livro que fecha a trilogia, em maio... mas, isso foi em 2014. A editora Arqueiro respondeu a um dos seguidores que a previsão para o lançamento do desfecho está programado para o fim do segundo semestre de 2015. Sei lá, me parece moda (George R. R. Martin que o diga) de atrasar lançamento em prol da expectativa do público gerar grandes vendas. De qualquer forma, ansioso pelo final. A Caçada despertou meu interesse, minha ambição e um espaço duplo na estante. Biblioteca do Terror arrasa!

    ResponderExcluir
  2. Eu morro de vontade de assistir The Strain, já de ler o livro nem tanto, li muitas críticas negativas dizendo que ele é muito científico.

    ResponderExcluir
  3. A questão das críticas depende muito do seu filtro para opinião, se for de alguém que conheça e goste do assunto acho válido, mas grande parte é de quem nunca leu nada do gênero e se decepcionou porque esperava encontrar outro tipo de coisa. Concordo com o "muito cientifico" se o leitor for alguém que mal cursou o ensino fundamental, nessa área Norturno é bastante didático. Mas não indico a assistir a série não, ela é bem fiel ao livro de modo que se não sente vontade de lê-lo provavelmente irá odiá-la, há várias lacunas na adaptação que são preenchidas através da trilogia. Como por exemplo, a relação entre os vampiros a Segunda Guerra Mundial, na série há flashbacks rápidos não muito elucidativos enquanto no livro há capítulos inteiros que são deliciosos de se ler.

    ResponderExcluir