ÚLTIMAS NOTÍCIAS

7 de maio de 2014

Resenha: A Sentinela de Jeffrey Konvitz

Sinopse:
   A história começa com referência a uma pasta na qual estava escrito o nome de Allisson Parker e à qual é acrescentada uma folha de papel com um minucioso resumo de sua vida. Então outra pasta com o nome de "Therese" foi colocada sobre a de Allison... Que queriam dizer esses arquivos? Seriam prontuários de um agente da lei sobre a vida e os atos de pessoas culpadas? Seriam as fichas de um detetive particular ou as recordações metodicamente guardadas e documentadas de um criminoso ou de um caçador de sensações voluptuosas? E todo o tempo esta presente a imagem de um crucifixo. Em vigilância, em proteção, em advertência? 

Opinião:
  Jeffrey Konvitz é um nome que surgiu com o começo do boom do horror no início da década de setenta, A Sentinela é sua obra de maior expressão que possui uma continuação, The Guardian, mas como muitos outros autores que apareceram na época, com uma grande história que logo se transformou em um sucesso do cinema, desapareceu no anonimato nos anos a seguir, um outro exemplo é Roland Topor com O Inquilino. Outros nomes fizeram fama nesta época, com histórias inovadoras que se tornaram clássicos do horror mas que tiveram péssimas continuações que em qualidade ficavam longe da obra que a originou, como O Bebê de Rosemary de Ira Levin, O Exorcista de William Peter Blatty e A Profecia de David Seltzer. No mesmo ano de publicação de A Sentinela outro jovem autor tentava entrar para o mercado do horror com um livro que havia jogado no lixo, mas que por insistência de sua mulher acabou publicando, o nome da obra era Carrie.
   A Sentinela é clássico do horror psicológico, seu clima claustrofóbico de horror e desespero foi traduzido perfeitamente para os cinemas com o filme A Sentinela dos Malditos. Na trama uma jovem modelo acaba de se mudar para um prédio com um ar aconchegante e com uma ótima localização no centro de Nova York, seus sonhos estão começando a se tornar realidade e sua vida não poderia estar seguindo um rumo melhor. Quando se muda para lá a primeira coisa que nota é a figura de homem velho em uma das altas janelas de um dos apartamentos, sua figura mirrada passa quase despercebível em meio as cortinas porém nota-se que ele observa a rua com uma intensidade e seriedade palpáveis. Todos os dias lá está ele na mesma posição, como se não tivesse movido um músculo, como uma incansável sentinela...
   O primeiro terço do livro é extremamente banal, a construção de uma realidade e uma personalidade sólida para a protagonista são as principais preocupações do autor, conduzindo suavemente o leitor através de uma vida simples e banal, porém sem nenhum a membrana que a separa do sobrenatural é trespassada, e diante dos olhos do leitor surge um horror que só cresce em tamanho e tensão até as páginas finais. A Sentinela foi um livro que me surpreendeu,  pela sua qualidade e história que apesar de ser tão boa como O Exorcista por exemplo é totalmente desconhecida do público brasileiro. Leitura obrigatória para os fãs de terror, principalmente para aqueles que buscam uma viagem nostálgica ao trash dos anos setenta.


Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras)

9 comentários :

  1. Tenho O Inquilino e Carrie e estou lutando para acabar O Iluminado , ainda n tenho nenhum livro e estou querendo comprar logo e acho que vai ser esse , este blog é sensacional pra quem gosta de terror ,coleciono mais desse genero!

    ResponderExcluir
  2. Já coloquei na minha lista de compras da estante virtual, :)

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito do seu blog e por isso vai uma crítica construtiva,
    Você tem um vicio de linguagem com a palavra "mas", ela se repete diversas vezes durante o texto.

    Abraço e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  4. Oie tudo bem? Primeiramente gostaria de te dizer que AMEI seu blog, fazia tempo que não encontrava um blog tão original direcionado a um gênero de livro. Meu pai é tarado por este tipo de leitura! E já mandei o link de vocês para ele ;)

    Não li ainda este livro, e confesso que tenho que expandir mais minhas leituras para outros gêneros! Acho que com a descoberta do seu blog vou poder expandir mais minha mente em relação a isso.

    Estou te segundo, se quiser conhecer mais meu cantinho sera super bem vinda!
    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  5. A Sentinela foi mais um livro que comprei com base na resenha do Rafa; acabei de lê-lo , e o achei ótimo. Li em 2 dias, pois foi grande meu interesse conforme a estória se desenvolvia. Maurilei.

    ResponderExcluir
  6. Arrematei a última edição da Estante Virtual. esse Rafa ainda me leva à falência. com essas indicações.
    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Hahaha Sério?! Cara quando fiz essa resenha tinha mais de dez exemplares na Estante Virtual, mas é assim mesmo livros antigos quando se esgotam é dificil de encontrar para vender de novo, fico feliz que tenha conseguido seu exemplar haha Eu beiro falência a muitos anos, ser "arqueólogo" de livros antigos é facil não haha

    ResponderExcluir
  8. Encontrei esse livro a um tempo nas coisas do meu pai, em péssimo estado. Velho e acabado com o tempo. Dentro dele ha várias anotações sobre diversas pessoas. Fiquei impressionada com a idade do livro e em quantas mãos ele já passou.E foi exatamente por ser tão velho e conter tantas histórias que decidi le-lo e posso dizer que amei. Simplesmente íncrivel . Adorei a resenha

    ResponderExcluir
  9. Alguém sabe onde posso comprar esse livro?

    ResponderExcluir