Resenha: Livros de Sangue- Volume 1 - Clive Barker - Biblioteca do Terror

Biblioteca do Terror

O maior e mais completo site brasileiro sobre literatura de terror!

Resenha: Livros de Sangue- Volume 1 - Clive Barker

Share This


Sinopse:
    Primeiro livro da série de seis do mestre do terror britânico Clive Barker, apresenta 6 novelas excepcionais. O livro se inicia com "O Livro de Sangue", onde uma investigadora de fenômenos paranormais supreende-se com o seu mais novo pupilo. O que ela não sabe é que o garoto é um charlatão e que suas trapaças vão despertar a ira dos mortos, obrigando-os a romper a tênue linha que nos separam deles.
    Continua com "O Trem de Carne da Meia-Noite", um excelente conto sobre um assassino que ataca suas vítimas nos metrôs de Nova Iorque, mutilando-as como gado. Um contador chamado Leon Kaufmann, há alguns meses na cidade, descobre por acaso o assassino e seus terríveis propósitos canibalescos. O ritmo de tensão é quebrado pela divertida estória "Yattering e Jack", onde um demônio é convocado por Belzebu para atormentar um pacato e indiferente cidadão chamado Jack Pollo.
    O "Blues do Sangue de Porco" é um conto de terror cru e eficiente, que se passa numa instituição para menores infratores que guarda um terrível segredo na fazenda anexa aos seus domínios. O livro ainda tem os contos "Sexo, morte e luz das estrelas" e "Nas colinas, as cidades".



Opinião:
   Meu primeiro contato com Clive aconteceu através do filme baseado no primeiro conto que dá nome ao livro, Livro de Sangue e apenas uma palavra define o autor: Imaginação. Cada cena que Clive cria é rica e poderosa e não tem como não acreditar que aquilo não é real, é como se a escrita mansa no começo sedasse  o leitor e depois já fora de combate ele é levado a lugares inimagináveis e monstruosos tecidos pelo autor. 
   Livros de Sangue, volume 1, é um livro raro e caro, difícil de se encontrar nas lojas mas achado facilmente na versão digital pela internet. É o primeiro de uma saga de seis, todos de contos que variam entre o terror e fantasia. Histórias que emocionam, incomodam e causam repulsa, raiva, ódio, tristeza e principalmenteum  medo nunca antes imaginado e um enjoo no estomago (Não aconselho a ler enquanto come). Medo de olhar para trás e descobrir-se observado, daquela sombra que passa rápida através do canto do olho quando se lê uma parte muito forte...  Outra caracteristíca forte de Clive é o sexo o qual é explorado de maneira crua e nua algo quase animal.

Neste primeiro volume conhecemos seis histórias que ficarão para sempre marcadas na nossa mente:
   O primeiro é "O Livro de Sangue" e pode-se dizer que é uma introdução, uma explicação do nome dos livros e o que está por vir.  A história se passa numa casa abandonada onde dizem ser assombrada, uma professora resolve investigar e para isso leva um aluno "especial", lá encontram o que querem e o que não querem. É um conto brilhante, Clive pegou um tema batido em terror, o da casa abandonada e assombrada, e dá  um novo sentido ao aviso: NÃO SE APROXIME. PROPRIEDADE PARTICULAR que vemos por aí nas ruas...
   No "O Trem de Carne da Meia-Noite" o leitor é apresentado a um homem normal, com uma vida chata e desmotivada que está no metro voltando para casa após o trabalho quando tem sua rotina totalmente modificada ao dar de cara com um assassino em série que faz vitimas no metro. E a manchete do serial-killer em preto e branco do jornal se torna real e colorida... ou melhor pelo menos ganha um aspecto vermelho-sangue.
   O humor negro na obra é garantido pelo conto “O Yattering e Jack” no qual uma batalha particular de um homem e um demônio é mostrada. Através de sabotagens e confusão pela casa o demônio se manifesta fazendo de tudo para transformar a vida do sujeito num inferno. Porém o homem ainda tem cartas na manga... Quem será que vence?
   “Blues do Sangue de Porco” é minha história favorita, se passa em um reformatório onde o novo professor percebe que por baixo da fachada séria do local um horror inimaginável se esconde. A carne de porco adquire um novo sabor após essa leitura
   “Sexo, morte e luz das estrelas” é conto que nos faz pensar sobre nós e sobre o que o destijno nos reserva e “Nas colinas, as cidades” é uma grandiosa história sobre uma épica batalha, fica difícil para a nossa imaginação tentar conceber o que acontece ali, é gigantesco e avassalador. 

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras) 

5 comentários:

  1. Finalmente o criador do Hellraiser apareceu no seu blog. Adorei!
    E agora o blog ta de nome novo. Gostei desse tambem. Ficou otimo.
    Livros de Sangue ta na minha booklist ha um tempinho.

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu não acho em nenhum lugar esse livro disponível pra compra nem download....vc teria como me ajudar?

    ResponderExcluir
  3. Rafa estou lendo o primeiro volume e estou totalmente impressionado! Nunca li nada tão pertubador como Clive, a estratégia de usar ambientes comuns de pano de fundo torna tudo mais real e plausível ...
    Ansioso pra ler outros livros dele.
    Ps: em O livro de Sangue fiquei chocado no que vem a ser o Livro em si ...
    Abraços amo seu Blog

    ResponderExcluir

Pages