Estante dos Livros Esquecidos VII | A Coleção Trevo Negro da Cedibra e de Rubens F. Lucchetti - Biblioteca do Terror

Biblioteca do Terror

O maior e mais completo site brasileiro sobre literatura de terror!

15 de agosto de 2018

Estante dos Livros Esquecidos VII | A Coleção Trevo Negro da Cedibra e de Rubens F. Lucchetti



A Estante dos Livros Esquecidos é uma seção do blog voltada para o resgate da memória da literatura de terror brasileira, o gênero nunca recebeu grande atenção da mídia e a consequência direta disso é que a maioria de seu universo de publicações é totalmente desconhecida do público. Nas edições anteriores retornamos para as décadas de setenta, oitenta e noventa por meio de listas que traziam livros pouco conhecidos de editoras famosas. Desta vez vamos mais longe em direção ao passado, diretamente para a época de ouro dos livros de bolso, ou como eram carinhosamente chamados, os bolsilivros. 

Na tradição americana das publicações pulps, os bolsilivros eram um enorme sucesso nas bancas de jornais, entretenimento puro a um preço acessível. As edições em papel de baixa qualidade explicam a dificuldade de encontrar essas obras nos dias de hoje, poucas resistiram a ação do tempo e as que sobreviveram estão em péssimo estado de conservação. Vários gêneros floresceram em solo nacional através dos bolsilivros: faroeste, espionagem, policial, guerra, ficção científica e é claro, o terror. Esse foi um dos períodos de maior produção de um dos grandes mestres do gênero fantástico brasileiro: Rubens Francisco Lucchetti, o "Papa da Pulp fiction" no Brasil.

A primeira publicação da "série bolsilivros" resgata a encarnação inicial da Coleção Trevo Negro da Cedibra, publicada em meados da década de setenta trazia apenas histórias escritas por Lucchetti e sua infindável lista de pseudônimos, com destaque para as adaptações das histórias de José Mojica Marins, o Zé do Caixão. 

A editora Cedibra (Companhia Editora Brasileira) foi criada no final da década de sessenta e era uma filial da editora espanhola Bruguera, inicialmente esse foi seu nome em terras nacionais época em que publicou uma coleção chamada Trevo Negro com foco em obras de autores internacionais, como Edgar Allan Poe e Ambrose Bierce. 

A Coleção Trevo Negro da Cedibra teve várias "continuações" após a "original", como a Série Amarela, a Série Azul, a Série Vermelha, a Série Verde, Seleções de Terror e Seleções de Drácula, esta última trazia histórias do "mestre dos vampiros" escritas por Lucchetti sob o pseudônimo de Erich Von Zagreb. Nosso foco é a primeira coleção, que até onde consegui rastrear possuiu 15 volumes publicados e uma edição especial e logo após foi transformada na Coleção Trevo Negro Série Amarela, que passou a trazer edições da Bruguera traduzidas do espanhol.

Coleção Trevo Negro (Editora Cedibra)

1. Sete Ventres para o Demônio de R. F. Lucchetti

2. A Maldição do Sangue de Lobo de R. F. Lucchetti

3. ????*

4. À Meia-Noite Levarei Sua Alma de José Mojica Marins
Capa original não encontrada. 

5. Os Vampiros não Fazem Sexo de Brian Stockler

6. Esta Noite Encarnarei no Seu Cadáver de José Mojica Marins

7. O Vale dos Mortos de José Mojica Marins**
Capa original não encontrada. 

8. A Lua do Lobisomem de Terence Gray

9. Os Olhos do Vampiro de Theodore Field

10. A Escrava de Satanás de R. F. Lucchetti

11. As Máscaras do Pavor de Vincent Lugosi***

12. No Domínio do Mistério de Terence Gray

13. A Volta de Frankenstein de Mary Shelby

14. O Emissário de Satã de R. F. Lucchetti

15. Nos Domínios de Drácula de R. F. Lucchetti

Edição Especial. O Demônio Exorcista de Peter L. Brady

* Não encontrei nenhuma fonte confiável sobre qual seria o 3º volume da coleção, alguns afirmam que é Máscaras do Pavor, mas consta que este é na verdade o 11º da coleção. Se alguém souber...
** O Vale dos Mortos é a continuação de Esta Noite Encarnarei no Seu Cadáver, cada livro dessa coleção tem em média 120 páginas, de modo que a história original foi dividida em dois volumes.
*** Máscaras do Pavor foi revisado e relançado em 2014 na Coleção R. F. Lucchetti. 

Atualização

Comentário de R. F. Lucchetti sobre a coleção:
"Todos esses livros estão comprometidos, porque eram suas histórias adaptadas ou cortadas para "caberem" em apenas 120 páginas. Algumas histórias também são sem valor. Foram escritas apenas para cobrir um volume da coleção. As melhores delas, aquelas que fazem parte da minha obra estão sendo relançadas agora, em suas versões definitivas, na Coleção R. F. Lucchetti."

3 comentários:

  1. Parabéns, não só por essa matéria, mas pela seção em si. Esse tipo de resgate histórico tem imenso valor.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, realmente um capítulo esquecido da literatura nacional!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelo conteúdo, se não fosse o blog jamais saberia sobre. Faça mais posts sobre as outras coleções por favor!

    ResponderExcluir