[Previsões] Livros de Terror que Serão Publicados no Brasil em 2018 - Biblioteca do Terror

Biblioteca do Terror

O maior e mais completo site brasileiro sobre literatura de terror!

28 de dezembro de 2017

[Previsões] Livros de Terror que Serão Publicados no Brasil em 2018



É sempre difícil fazer uma lista de previsões de lançamentos de livros de terror, principalmente porque poucas editoras anunciam com grande antecedência o que vão publicar e aquelas que o fazem, geralmente acabam alterando as datas pelos mais diversos motivos. Exemplo disso é que grande parte dos principais lançamentos de terror deste ano pegou os leitores totalmente de surpresa, como O Terror de Dan Simmons da Rocco ou Herdeiros de Drácula da HarperCollins. Os escolhidos dessa lista tiveram seus adquiridos por editoras nacionais e são prováveis apostas para 2018. 

Universal Harvester de John Darnielle 
Jeremy trabalha em uma videolocadora de Nevada, Iowa. Tudo começa quando uma professora local vem devolver a fita de Targets - um filme antigo, estrelado por Boris Karloff, - ela tem uma estranha queixa: "Há algo de errado no filme". Dois dias depois, outro cliente devolve uma fita diferente, com mais uma reclamação: "Há outro filme nesta fita". Jeremy fica curioso e leva os filmes para casa para dar uma olhada. E, de fato, no meio de cada filme, a tela pisca e fica escura por alguns momentos, o filme é substituído por alguns minutos de vídeo caseiro irregular e mal iluminado. As cenas são estranhas e às vezes violentas, sombrias e profundamente inquietantes. Não há rostos identificáveis, nenhum diálogo ou explicação - o primeiro vídeo tem apenas o som fraco de alguém respirando - mas o cenário é reconhecível. Eles foram filmados nos limites da cidade.

Com os direitos de publicação adquiridos pela editora Record, é bem provável que Universal Harvester de John Darnielle, a mente por trás da banda Mountain Goats, chegue às livrarias em 2018. A obra foi elogiada por autores como Joe Hill e Kazuo Ishiguro, mas teve uma recepção mista entre os leitores. Porém ouvi várias comparações com clássicos de "terror rural" como Cerimônias Satânicas de T. E. D. Klein e As Possuídas de Thomas Tryon, conhecidos por sua abordagem não convencional do horror. 

HEX de Thomas Olde Heuvelt
Bem vindo a Black Spring, a aparentemente pitoresca cidade de Hudson Valley assombrada pela Bruxa de Black Rock, uma mulher do século XVII cujos olhos e boca foram costurados. Amordaçada, ela anda pelas ruas e entra em casas à vontade. Ela fica ao lado de camas de crianças por noites a fio. Todo mundo sabe que seus olhos nunca podem ser abertos, ou as consequências serão terríveis demais para suportar. Os anciãos de Black Spring colocaram a cidade em quarentena usando vigilância de alta tecnologia para prevenir que a maldição se espalhe. Frustrados por serem mantidos presos, os adolescentes da cidade decidem quebrar as restritas regras e tornar a assombração viral. Mas, ao fazê-lo, eles enviam a cidade em uma espiral de práticas obscuras de um passado distante.

HEX é mais um daqueles livros que está no "limbo" de publicações da Darkside, anunciado em meados de 2015 é uma das grandes expectativas para 2018. Várias obras fazem parte desse "limbo" darksider, ou seja, possuem uma edição brasileira cadastrada na Biblioteca Nacional, mas estão sem previsão de lançamento: Drácula, a origem de Jim Steinmeyer, John morre no final de David Wong, O mundo invisível entre nós de Caitlín R. Kiernan e Senhores de Salem de Rob Zombie e B. K. Evenson.

The Fisherman de John Langan
No estado de New York, nos arredores de Woodstck, o Dutchman’s Creek flui para fora do reservatório Ashokan. Sua inclinação torna a correnteza rápida, oferecendo a promessa de boa pesca e de algo mais, uma possibilidade fantástica demais para ser real. Quando Abe e Dan, dois viúvos que encontram consolo na companhia um do outro e na paixão compartilhada por pescaria, ouvem o rumor sobre o rio e o que pode ser encontrado lá, o remédio para suas perdas, eles o descartam como sendo apenas mais uma história de pescador. No entanto, logo se veem envolvidos em uma lenda tão antiga e profunda quanto o reservatório. É uma história sobre pactos sombrios, segredos enterrados há muito tempo e de uma figura misteriosa conhecida como: o Pescador. Ele colocará Abe a Dan face a face com tudo o que perderam e com o preço de deverão pagar para recuperá-lo.

Uma notícia que saiu em maio na Folha de São Paulo dizia que a Darkside Books havia comprado os direitos de publicação de dois dos vencedores do Bram Stoker Awards deste ano: The Fisherman de John Langan, ganhador de melhor romance e The doll-master and other tales of terror de Joyce Carol Oates, vencedor na categoria de melhor coleção de contos. Por serem livros premiados e também pelos fãs estarem ávidos por novidades no gênero, acredito que a Darkside publicará os dois livros em 2018.

The doll-master and other tales of terror de Joyce Carol Oates
De uma das escritoras contemporâneas mais importantes, The Doll-Master e and Other Tales of Terror é uma coleção de seis histórias assustadoras. Na história do título, um jovem se torna obcecado com a boneca de sua prima, após ela morrer tragicamente de leucemia. À medida que envelhece, ele começa a coletar "bonecas encontradas" em bairros vizinhos e armazena seus tesouros em uma estação abandonada na propriedade de sua família. Mas que tipo de bonecas será que são aquelas? Em "Gun Accident", uma adolescente fica emocionada quando seu professor favorito lhe pede para cuidar de sua casa enquanto está fora, mas quando um intruso invade a residência enquanto ela está lá, o destino de mais de uma vida é mudado para sempre. Em The Doll-Master e and Other Tales of Terror, Joyce Carol Oates evoca o "fascínio da abominação" que está no cerne da mais profunda, mais perturbadora e mais memorável história humana.

Assombração da Casa da Colina de Shirley Jackson
 
A Casa da Colina estava abandonada, a seis milhas da estrada. Quatro pessoas vieram aprender seus segredos - Dr. Montague, um erudito do oculto; Luke, um herdeiro dispendioso; Theodora, escapando de um caso de amor; e Eleanor, que é solitária e vulnerável - para a casa. E lá descobriram horrores além da imaginação.

A Suma de Letras publicou esse ano o inédito Sempre Vivemos no Castelo e disse nas redes sociais que pretende publicar mais obras de Shirley Jackson. Como Assombração da Casa da Colina está virando uma série da Netflix, são grandes as chances de termos uma nova edição em 2018. Lembrando que o livro só teve uma edição nacional, através da coleção Mestres do Horror e da Fantasia da Francisco Alves, que há décadas se encontra esgotada.

Zero Day de Ezekiel Boone 
A única coisa mais aterrorizante do que milhões de aranhas é a percepção de que essas aranhas funcionam como uma só. Mas entre o governo, há dissidência: tentamos matar todas as aranhas, ou acreditamos na teoria do professor Guyer de que precisamos matar apenas as rainhas?

A conclusão da trilogia de Ezekiel Boone será lançada em fevereiro nos Estados Unidos e com certeza deve chegar nas livrarias brasileiras no segundo semestre de 2018 pela Suma de Letras.

Candyman de Clive Barker


No início de 2017 a Darkside Books anunciou em seu facebook que iria lançar uma edição especial do conto O Proibido de Clive Barker, história que deu origem ao filme O Mistério de Candyman e que foi publicada originalmente no quinto volume de Livros de Sangue. É bem provável que o lançamento ocorra em 2018. Na história uma pesquisadora descobre, em um decadente conjunto habitacional, que lendas urbanas podem ser reais, vários assassinatos não-resolvidos são atribuídos pelos moradores locais a uma mítica criatura conhecida como Candyman. Com um gancho no lugar de uma das mãos ele estripa suas vítimas com uma crueldade digna de um cenobita. 

Return to Woodbury de Jay Bonansinga
Contra todas as probabilidades, contra os desejos de seu povo, Lilly leva um grupo de verdadeiros crentes de volta à paisagem impossível de enxames walkers, rios inundados, grupos de assassinos psicóticos e perigos como os que ela nunca conheceu. Ao longo do caminho, ela descobre uma verdade perturbadora sobre si mesma. Ela está disposta a ir ao lugar mais escuro para sobreviver, a fim de salvar seu povo, para fazer a única coisa que sabe que tem que fazer: Retornar para Woodbury.

Desde 2012 a editora Record tem lançado os livros da franquia The Walking Dead com relativo sucesso, os sete livros já publicados Brasil venderam mais de 600 mil exemplares, o que nos leva a supor que provavelmente a editora publicará o último volume da saga, Return to Woodbury em 2018.

Forças das Trevas de Valdimar Ásmundsson
Forças das Trevas é uma incrível descoberta literária: em 1900, o editor e escritor islandês Valdimar Ásmundsson começou a traduzir Drácula, obra mundialmente famosa de Bram Stoker escrita em 1897. Chamada Makt Myrkranna (literalmente, "Powers of Darkness"), a edição islandesa incluiu um prefácio original escrito pelo próprio Stoker. Makt Myrkranna foi publicado na Islândia em 1901, mas permaneceu desconhecido fora do país até 1986, quando um estudante se surpreendeu com a descoberta do prefácio de Stoker no livro. Em 2014, o pesquisador literário Hans de Roos mergulhou no texto completo de Makt Myrkranna e descobriu que Ásmundsson não tinha simplesmente traduzido Drácula, mas tinha escrito uma versão totalmente nova da história, com novos personagens e um enredo totalmente re-trabalhado. A narrativa resultante é mais curta, mais pungente, mais erótica, e talvez ainda com mais suspense do que Drácula de Stoker.

Diretamente de um universo paralelo Força das Trevas é o Drácula que Bram Stoker não escreveu. O livro ainda não foi anunciado oficialmente pela editora Intrínseca, mas a edição brasileira já está devidamente cadastrada na Biblioteca Nacional. É bem provável que o livro saia no segundo semestre de 2018 por aqui. Vale destacar que nesse início de ano a Intrínseca irá lançar O Homem de Giz de C. J. Tudor, livro bastante elogiado, que disse ter em Stephen King uma de suas maiores inspirações.

Bônus: 
The Outsider de Stephen King
O corpo de um menino de 11 anos é encontrado no parque da cidade. Após investigações e coleta de impressões digitais a polícia chega a Terry Maitland, treinador da Liga da Meninas, professor, marido e pai de duas meninas. Uma pessoa bem relacionada na comunidade. Coube a Ralph Anderson detetive e conhecido de Maitland, já que seu filho foi um dos alunos do professor, resolver o caso. Ralph manda prender o suspeito de forma rápida e para muitos arbitrária. Mesmo com um álibi, amostras de DNA e as digitais jogam por terra os argumentos do professor. Testemunhas garantem que Maitland é culpado. A investigação avança, fatos terríveis começam a aparecer. Terry Maitland é realmente o bom moço e exemplo para a cidade? Existe um outro lado?

Em 2017 a Editora Suma de Letras abraçou Stephen King como seu principal autor e além de publicar novas edições da Coleção Biblioteca Stephen King, com A Hora do Lobisomem e O Iluminado, tivemos também dois livros inéditos: Bazar dos Sonhos Ruins e Belas Adormecidas, este último sendo lançado poucos meses após a publicação internacional. Sendo assim não custa sonhar que o processo se repita com  The Outsider, o novo livro de Stephen King chegará em junho às livrarias americanas.

2 comentários:

  1. Será publicado também em 2018, A Incendiaria do Stephen King pelo selo Biblioteca Stephen King da SUMA

    ResponderExcluir
  2. Rafael, todas as edições americanas costumam ter edições traduzidas na biblioteca nacional???

    ResponderExcluir