Header Ads

Os Livros Mais Temidos de Todos os Tempos

   Há um tempo atrás publiquei uma lista com "Os Livros de Terror Proibidos em Bibliotecas ao Redor do Mundo" como parte da Semana dos Livros Proibidos, uma iniciativa de conscientização sobre a problemática da censura na literatura, um assunto de extrema importância e que é pouco discutido no Brasil, principalmente pela classe mais interessada, os leitores. A Associação Americana de Bibliotecários possui uma repartição especial cujo único propósito é informar o público sobre a importância da liberdade intelectual e dar apoio a todos os bibliotecários que se deparam com uma situação em que livros de seu acervo são desafiados e em último caso, banidos.

   Nos Estados Unidos existem duas instâncias: livros desafiados e livros banidos. Um livro é desafiado quando uma pessoa ou um grupo documenta um requerimento formal para que determinada obra seja retirada de uma biblioteca ou lista de leitura escolar obrigatória, a partir de uma grande gama de alegações, desde suposta incitação à violência até linguagem inapropriada. Quando um desafio obtém sucesso esse livro, ou texto, é banido, sendo retirado do acervo da biblioteca ou escola. Nos dias de hoje é difícil que uma obra seja banida, bibliotecários e professores unem forças em prol da liberdade.

   Recentemente no Brasil, em um município do estado Espírito Santo, um projeto da Câmara de Vereadores planeja criar uma lista de livros proibidos, restringindo às bibliotecas públicas e comunitárias obras que, entre outros aspectos, contenham "incitação à violência." Observe bem que não é nem a abertura de espaço para discussão, mas sim a proibição de obras, julgadas por sabe-se lá quem, através de conceitos bastante subjetivos. Num ato similar ao que a Igreja Católica promulgava na Idade Média através do famoso Índice de Livros Proibidos, a questão é que essa lista foi extinta na década de sessenta enquanto a lista da Câmara está para nascer nos dias atuais. Quanto tempo até estarmos queimando pilhas de livros em praças públicas?

   A lista dos Livros mais Temidos de Todos os Tempos é uma resposta a esses esforços de censura e proibição, baseada em informações encontradas no site da Associação Americana de Bibliotecários e no ótimo infográfico presente do Reader.com é uma amostra do nível das proibições executadas ao redor do mundo, não são apenas de livros de terror que as pessoas tem medo, mas também daqueles que as obrigam a pensar sobre seu lugar na sociedade e questionam tabus. A lista foi compilada com as obras que mais vezes apareceram nas listas de desafio e proibição. Confira:  

As Aventuras de Huckleberry Finn de Mark Twain
Sinopse:  Considerado um dos maiores autores da literatura norte-americana, Mark Twain explora em As aventuras de Huckleberry Finn questões sérias sobre problemas sociais, políticos e morais com que precisou lidar durante a guerra civil dos Estados Unidos. Ao escapar do pai violento e se refugiar em uma ilha, Huck Finn aproxima-se de Jim, um escravo fugido, e desenvolve com ele uma solidária relação de amizade. Em busca de liberdade, a dupla começa uma viagem pelo leito do rio Mississippi, e a cada parada envolve-se em inusitadas aventuras. Além da voz infantil de um narrador que desce em fuga pelo Mississippi, Twain desenvolve uma segunda história, que destaca a inocência perdida de uma nação. 

Contexto: O livro de Mark Twain foi acusado de promover o racismo, foi banido no estado de Massachusetts  em 1889 e desafio por grupos sociais na década de cinquenta.

Motivos: Linguagem Inapropriada, Racismo.

O Chamado da Floresta de Jack London
Sinopse: Nas matas geladas do Canadá, um cão se divide entre o amor do dono e os instintos, que ficam mais fortes com a proximidade dos lobos. Simplesmente nos remete à visão da sociedade descrito por um cachorro.

Contexto: O livro foi banido da Itálie e Iugoslávia em 1929 e queimado em fogueiras nazistas em 1933 por ser considerado radical demais.

Motivos: Inadequação à faixa-etária.

A Bíblia
A Bíblia é desafiada em escolas americanas com grande regularidade, mas foi apenas em 2015 que as requisições a fizeram entrar para a lista dos 10 livros mais desafiados do ano da Associação Americana de Bibliotecários. Em 2014 as escolas públicas do estado da Flórida proibiram a distribuição da Bíblia em suas dependências.

Motivos: Inadequação à faixa-etária, Violência, Viés Religioso e Racismo.

Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley
Sinopse: Uma sociedade inteiramente organizada segundo princípios científicos, na qual a mera menção das antiquadas palavras “pai” e “mãe” produzem repugnância. Um mundo de pessoas programadas em laboratório, e adestradas para cumprir seu papel numa sociedade de castas biologicamente definidas já no nascimento. Um mundo no qual a literatura, a música e o cinema só têm a função de solidificar o espírito de conformismo. Um universo que louva o avanço da técnica, a linha de montagem, a produção em série, a uniformidade, e que idolatra Henry Ford.

Contexto: Um dos livros que mais sofreu censura ao redor do mundo, mais de oitenta anos de sua publicação e ainda encabeça a lista dos mais desafiados.

Motivos: Linguagem Inadequada, Conteúdo Sexual, Apologia às Drogas e Contrário à Moral.

Trópico de Cancer de Henry Miller
Sinopse: O livro traz um relato autobiográfico e idiossincrático de Miller, que chega a Paris após abandonar nos EUA um casamento arruinado e uma carreira estagnada. Mesmo sem um centavo no bolso, Henry Miller é apresentado à boemia francesa e redescobre seu próprio talento em dias e noites de liberdade e alegria sem fim.

Contexto: Durante seu primeiro ano de publicação, em 1934, Henry Miller enfrentou mais de 60 processos, baseados principalmente na alegação de conteúdo obsceno. Em 1964 a Sumprema Corte Americana advogou em favor à obra, liberando-a assim para venda.

Motivos: Conteúdo Sexual.

Ratos e Homens de John Steinbeck
Sinopse: George e Lennie são dois amigos bem diferentes entre si. George é baixo e franzino, porém astuto, e Lennie é grandalhão, uma verdadeira fortaleza humana, mas com a inteligência de uma criança. Só o que os une é a amizade e a posição de marginalizados pelo sistema, o fato de serem homens sem nada na vida, sequer família, que trabalham fazendo bicos em fazendas da Califórnia durante a recessão econômica americana da década de 30. Ganham pouco mais do que comida e moradia. No caminho, encontram outros sujeitos pobres e explorados, mas também situações que colocam em risco a sua miserável e humilde existência. 

Contexto: O livro aparece como quinto na lista dos livros mais banidos da década de 2000-2009.

Motivos: Linguagem Inadequada, Inadequação à faixa-etária, Violência, Racismo.

O Apanhador no Campo de Centeio de J. D. Salinger
Sinopse: O Apanhador no Campo de Centeio narra um fim-de-semana na vida de Holden Caulfield, jovem de 16 anos vindo de uma família abastada de Nova York. Holden, estudante de um reputado internato para rapazes, volta para casa mais cedo no inverno depois de ter recebido más notas em quase todas as matérias e ter sido expulso. No regresso a casa, decide fazer um périplo adiando assim o confronto com a família. Holden vai refletindo sobre a sua curta vida, repassa sua peculiar visão de mundo e tenta definir alguma diretriz para seu futuro. Antes de enfrentar os pais, procura algumas pessoas importantes para si (um professor, uma antiga namorada, a sua irmãzinha) e tenta explicar-lhes a confusão que passa pela sua cabeça

Contexto: O livro foi desafiado por supostamente sua blasfemia, além de conter atos profanos e ofensivos. A questão piorou quando uma cópia do livro foi encontrado com o assassino de John Lennon.

Motivos: Linguagem Inadequada, Inadequação à faixa-etária, Conteúdo Sexual.

O Senhor das Moscas de William Golding
Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, um avião cai numa ilha deserta, e seus únicos sobreviventes são um grupo de meninos em idade escolar. Eles descobrem os encantos desse refúgio tropical e, liderados por Ralph, procuram se organizar enquanto esperam um possível resgate. Mas aos poucos — e por seus próprios desígnios — esses garotos aparentemente inocentes transformam a ilha numa visceral disputa pelo poder, e sua selvageria rasga a fina superfície da civilidade, que mantinham como uma lembrança remota da vida em sociedade. Ao narrar a história de meninos perdidos numa ilha paradisíaca, aos poucos se deixando levar pela barbárie, Golding constrói uma história eletrizante, ao mesmo tempo uma reflexão sobre a natureza do mal e a tênue linha entre o poder e a violência desmedida.

Contexto: Foi desafiado por ser um livro supostamente racista, ofensivo à minorias, deus e mulheres em dezenas de estados americanos.

Motivos: Linguagem Inadequada, Violência, Conteúdo Sexual, Anti-Religioso, Racismo.


Lolita de Vladimir Nabokov
Sinopse: Lolita é um dos mais importantes romances do século XX. Polêmico, irônico, tocante, narra o amor obsessivo de Humbert Humbert, um cínico intelectual de meia-idade, por Dolores Haze, Lolita, 12 anos, uma ninfeta que inflama suas loucuras e seus desejos mais agudos.

Contexto: Considerada a melhor obra de Nabokov foi desafiada por pedofilia e incesto. O livro foi banido na França (1956), Inglaterra (1955), Argentina (1959) e Nova Zelândia (1960).

Motivos: Conteúdo Sexual, Inadequação à Faixa-Etária.

Os Versos Satânicos de Salman Rushdie
Sinopse: Dois homens caem do céu para a terra, depois que terroristas explodem o avião em que viajavam. Ambos são indianos e atores. Ambos chegam incólumes ao solo da Inglaterra e se metamorfoseiam - um em diabo, outro em anjo. Muitas coisas opõem e associam os acidentados: um é apolíneo, o outro dionisíaco; um é apocalíptico, o outro integrado; um é apegado a sua origem, o outro está decidido a conquistar a nova nacionalidade. Transitando livremente entre o real e o fantástico, entre o bem e o mal, entre a infinidade de opostos complementares e inconciliáveis da vida, este romance alegórico, impregnado de magia, é claramente autobiográfico no conjunto de seus episódios e, principalmente, em sua questão filosófica central: quem sou eu?

Contexto: O livro de Salman Rushdie foi banido e queimado em alguns lugares, além de provocar ataques terroristas à livrarias. Foi proibido em mais de 11 países.

Motivos: Ocultismo/Satanismo.

Psicopata Americano de Brett Easton Ellis
Sinopse: O psicopata americano é um dos mais radicais relatos sobre a banalidade da violência, do consumo e do vazio da geração de yuppies que viveu sua juventude nos anos 80. O protagonista é Patrick Batemann, um jovem de 26 anos que de dia fatura uma fortuna trabalhando em Wall Street e à noite se acaba em festas regadas a cocaína e uísque. Quando se sente muito entediado, sai pelas ruas de Nova York assassinando brutalmente mendigos, torturando prostitutas e todos aqueles que de alguma forma o entediam. Sem piedade, sem remoço, sem consciência, em seguida saindo para tomar um drinque ou fazer compras em lojas de grifes.

Contexto: O livro foi condenado por suas cenas de estupro, canibalismo, assassinato, entre outras. 

Motivos: Conteúdo Sexual e Violência.

Série Harry Potter de J. K. Rowling
Sinopse: Conheça Harry, filho de Tiago e Lílian Potter, feiticeiros que foram assassinados por um poderosíssimo bruxo, quando ele ainda era um bebê. Com isso, o menino acaba sendo levado para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo. No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele parece deslizar por um buraco sem fundo, como o de Alice no país das maravilhas, que o conduz a um mundo mágico. Descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais, o terrível Lorde das Trevas. 

Contexto: Vista como violenta a saga Harry Potter, supostamente está cheia de personagens que dão mal exemplo e é condenada pela religião cristã por incentivar a prática de magia.

Motivos: Violência, Anti-Religião, Ocultismo/Satânismo, Contrário à Moral.

As Vantagens de Ser Invisível de Stephen Chbosky
Sinopse: Cartas mais íntimas que um diário, estranhamente únicas, hilárias e devastadoras - são apenas através delas que Charlie compartilha todo o seu mundinho com o leitor. Enveredando pelo universo dos primeiros encontros, dramas familiares, novos amigos, sexo, drogas e daquela música perfeita que nos faz sentir infinito, o roteirista Stephen Chbosky lança luz sobre o amadurecimento no ambiente da escola, um local por vezes opressor e sinônimo de ameaça. Uma leitura que deixa visível os problemas e crises próprios da juventude.

Contexto: O livro foi desafiado pelo seu conteúdo sexual, estupro e glorificação das drogas e álcool.

Motivos: Linguagem Inadequada, Conteúdo Sexual, Inadequação à Faixa-Etária, Homossexualidade, Apologia às Drogas e Contrário à Moral.

O Código da Vinci de Dan Brown
Sinopse: Um assassinato dentro do Museu do Louvre, em Paris, traz à tona uma sinistra conspiração para revelar um segredo que foi protegido por uma sociedade secreta desde os tempos de Jesus Cristo. A vítima é o respeitado curador do museu, Jacques Saunière, um dos líderes dessa antiga fraternidade, o Priorado de Sião, que já teve como membros Leonardo da Vinci, Victor Hugo e Isaac Newton. Momentos antes de morrer, Saunière consegue deixar uma mensagem cifrada na cena do crime que apenas sua neta, a criptógrafa francesa Sophie Neveu, e Robert Langdon, um famoso simbologista de Harvard, podem desvendar. Os dois transformam-se em suspeitos e em detetives enquanto percorrem as ruas de Paris e de Londres tentando decifrar um intricado quebra-cabeças que pode lhes revelar um segredo milenar que envolve a Igreja Católica.

Contexto: Criticado por muitos líderes cristãos e católicos, o livro foi proibido no Vaticano, India, Líbano e outros países por seu "conteúdo blasfemo."

Motivos: Anti-Religioso.

Cinquenta Tons de Cinza de E. L. James
Sinopse: Quando Anastásia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos.

Contexto: Desafiado por seu conteúdo 'pornográfico' e 'escrita pobre'. Foi proibido em 17 bibliotecas do estado da Flórida em 2012.

Motivos: Conteúdo Sexual.

Diário absolutamente verdadeiro de um índio de meio expediente de Sherman Alexie
Sinopse: A vida de Arnold Spirit Junior parece não poder ser pior: ele mora em uma das reservas indígenas mais pobres do país, nasceu com hidrocefalia, o que faz com sua cabeça seja enorme, tem miopia em um olho e hipermetropia em outro, e é motivo de piada para sua tribo. Mas, num ímpeto de coragem, Arnold resolve mudar de vida: em busca de um futuro melhor ele pede transferência para uma escola de brancos, em uma cidadezinha perto de sua reserva. E, quando tudo parecia piorar, ele descobre que suas raízes e seu futuro, embora pareçam distantes, representam o motivo perfeito para encontrar seu lugar no mundo.

Contexto: Criticado por seu conteúdo sexual e linguagem obscena. Proibido em Ilinóis em 2010 e Montana em 2012 e desafiado em New Jersey em 2013 e Carolina do Norte em 2016.

Motivos: Linguagem Inadequada, Conteúdo Sexual, Inadequação à Faixa-Etária, Violência, Anti-Religioso, Apologia às Drogas e Contrário à Moral.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.