Header Ads

[Terrorspectiva 2017 Parte I] Principais Livros de Terror Lançados no Primeiro Semestre de 2017

   Este ano será um pouco diferente dos anteriores, ao invés da Terrorspectiva acontecer no último mês do ano, teremos uma divisão semestral com os principais livros de terror lançados referentes a cada semestre sendo publicadas em duas partes, a primeira referente a lançamentos no mercado internacional e a segunda focada nos lançamentos do mercado brasileiro. E é claro, em dezembro terá a já clássica lista dos melhores livros de terror do ano. Esta primeira parte da Terrospectiva 2017, traz as sinopses dos principais lançamentos internacionais do primeiro semestre, com destaque para a continuação de A Menina que tinha Dons de M. R. Carey, The Boy on the Bridge; o novo livro de Sarah Lotz, autora de Os Três e Dia Quatro, The White Road e o novo livro de Josh Malerman, autor de Caixa de Pássaros, Black Mad Wheel, já publicado no Brasil como Piano Vermelho.

Janeiro

The Mammoth Book of the Mummy de Paula Guran
    Múmias humanas, preservadas por acidente ou intenção, foram encontradas em todos os continentes, exceto na Antártida. Esses restos enigmáticos da humanidade fascinaram as pessoas durante séculos. Ao longo dos anos eles adquiriram significado e simbolismo completamente diferentes de seu valor como fonte de conhecimento histórico, inspirando histórias de reanimação, reencarnação, amores que sobrevivem à morte e maldições que trazem vingança do passado. Como uma figura do sobrenatural a múmia alcançou status icônico na imaginação popular. The Mammoth Book of the Mummy apresenta uma coleção de contos escritos para o século XXI - incluindo quatro novas histórias - que exploram, subvertem e reinventam o mito da múmia para os dias atuais. Alguns exploram o passado, outros exploram histórias alternativas e alguns trazem múmias para o nosso próprio mundo. 

Unidentified de Michael McBride
   Quatro adolescentes acordam em um campo de milho chamuscado sem lembrar de como chegaram lá. Tudo o que eles sabem é que havia cinco deles quando encontraram a carcaça de uma vaca mutilada. Quarenta anos depois, Eric Devlin envia um e-mail misterioso para os outros três sobreviventes: Eu me lembro de tudo. Karl Doering passou a maior parte de sua vida tentando entender o que aconteceu naquela noite, principalmente qual o destino de seu amigo desaparecido. Ele responde a misteriosa mensagem e descobre que Eric se matou em um celeiro decrépito, atrás do qual está um campo de milho repleto de gado mutilado.  Quando uma garota local desaparece, Karl percebe que ele e os outros dois sobreviventes são sua única esperança. Para encontrá-la, eles deviam enfrentar memórias reprimidas tão traumáticas que levaram Eric a tirar sua própria vida... E criaturas que saíram direto dos piores pesadelos.

The Body Book de  Clive Barker
   The Body Book contém duas histórias clássicas de Clive Barker, diretamente da sua coleção inovadora Livros de Sangue, "A Política do Corpo" e "Na própria Carne", trazendo além de conteúdo exclusivo da adaptação cinematográfica de "A Política do Corpo", informações detalhadas sobre o filme de "Na Própria Carne" que nunca chegou a ser filmado.

Little Heaven de Nick Cutter
   Da grande revelação do horror, Nick Cutter, chega o novo e assombroso romance, Little Heaven, uma mistura de Meridiano de Sangue de Cormac McCarthy com It, a Coisa de Stephen King. Um trio de mercenários incompatíveis é contratado por uma jovem para uma tarefa enganosamente simples: verificar o paradeiro de seu sobrinho, que pode ter sido levado contra sua vontade para o remoto e misterioso assentamento de Little Heaven. Pouco depois de chegarem ao lugar, começam a notar a existência de coisas estranhas. Na floresta através das copas das árvores, a forma sinistra de um monólito de pedra, conhecido como Rocha Negra, assombra a visão de todos. A paranoia e a desconfiança dominam o assentamento. As rotas de fuga são gradualmente cortadas com eventos em espiral em direção a loucura. O Inferno - ou a coisa mais próxima a ele - invade Little Heaven. 

Under a Watchful Eye de Adam Nevill
   Seb Logan está sendo vigiado. Mas ele simplesmente não sabe por quem. Quando a súbita aparição de uma figura escura estilhaça sua idílica vida costeira, ele logo percebe que o passado obscuro que pensou ter deixado para trás não o esqueceu. O mais inquietante é a estranha atmosfera que o envolve em cada avistamento, mergulhando sua mente em uma terrível paranoia. Ser uma vítima sem conhecer o atormentador. Ser desprezado sem conhecer a ofensa causada. Ser visto pelo que mais ninguém pode ver. Estes pensamentos o ameaçam destruir sua sanidade. Desesperado, Seb teme que seu perseguidor não esteja trabalhando sozinho, mas sim envolvido em uma grande conspiração que ameaça a vida que construiu. Pois há portas neste mundo que se abrem para lugares desconhecidos. Lugares usados pelo piores tipos de pessoas para alcançar seus próprios fins. E sua investigação o levará por este caminho obscuro... 

Fevereiro

Nailbiters de Paul Kane
   Um homem procura vingança pelo assassinato de sua esposa morta, enquanto outro se vê torturado por informações que ele não possui. O trabalho de uma mulher em um check-out está começando a cobrar seu preço, enquanto outra imagina todos os tipos de horrores durante um apagão. Um pesadelo urbano chamado Graffitiland é o local para uma caçada mortal e um ladrão encontra muito mais do que procura ao  entrar em uma propriedade em particular. E como um perseguidor rastreia sua última vítima, um tipo completamente diferente de assassino em série, chamado The Gemini, está em ação...

Highwayman de Craig Saunders
   Existem lendas que jamais morrem. Como a de um andarilho que percorre antigas florestas perdidas. Ele é um assassino, um morto que não consegue descansar. Certa vez, ele matou uma garota chamada Madeline Rose Goodman. Seu pai é o único que pode pará-lo. Talvez ele morra tentando, perda tudo o que lhe sobrou, mas não irá enfrentar o assassino sozinho. Em um mundo onde forças antigas ainda reinam, homens bons nunca terão que lutar sozinhos.

The Devil Crept In de Ania Ahlborn
   O jovem Jude Brighton está desaparecido há três dias,  enquanto a busca por ele está em pleno andamento na pequena cidade de Deer Valley, Oregon, os moradores estão começando a perder a esperança. Eles estão cientes de que as primeiras quarenta e oito horas são críticas e que depois disso, as probabilidades costumam apontar para o pior cenário. Apesar de sua juventude, Stevie Clark, sabe disso também; ele assiste à séries policias. Sabe que cada o que cada momento pode significar para Jude, seu primo e melhor amigo. 
   Isso, e também o que aconteceu com Max Larsen... aquele garoto de anos atrás, encontrado morto depois de também desaparecer em circunstâncias misteriosas. Havia também os animais de estimação desaparecidos. Durante anos os moradores de Derr Valley sussurraram sobre esses crimes não resolvidos... e sobre um assassino estar espreitando a cidade. Agora, o medo renasce- e para Stevie, que está determinado a descobrir o que realmente aconteceu com Jude, a verdade poderá ser terrível demais para imaginar.

Março

We Are Always Watching de Hunter Shea
    Através das gerações, eles sempre estão observando a casa...
   Mudar-se de Nova York para uma casa de campo decrépita na Pensilvânia é tão ruim quanto West Ridley pensou que seria. A doença incapacitante de seu pai só piora e mesmo com sua mãe trabalhando até a exaustão, eles estão sem dinheiro e sem opções. Seu avô Abraham é um bêbado sem coração, encarnação viva da fazenda há muito negligenciada. Ele diz que o lugar é assombrado, que os fantasmas percorrem os corredores à noite e seus gritos abafados preenchem o silêncio das noites quentes de verão.
   No teto acima da cama de West estão escritas as palavras NÓS VEMOS VOCÊ. Em uma casa atormentada pela morte e por visitas misteriosas, West percebe que algo além da ficção de seus livros favoritos de terror deve ser enfrentado. Os segredos das trevas estão profundamente enterrados e há seres que desejam que continuem assim. Não importa o que fazem ou aonde vão, West e sua família sabem de uma coisa... eles estão sempre observando.

Fairy Lights de Edward Lorn
   A Montanha Palomar esconde um criatura de maldade indescritível. Um monstro com fome de carne humana. Um ser capaz de manipular aqueles que permite viver.
  Tony e sua mãe, Brenda, planejam passar as férias na Montanha Palomar  e pretendem levar o amigo de Tony, Bobby com eles. A festa dos três ilumina a montanha por três dias de acampamento sem o auxílio de qualquer tipo de tecnologia. Mas quando os meninos se perdem na floresta, as coisas aumentam de mal a mortal em um piscar de olhos. Porque eles não estão sozinhos e a criatura na caverna não é a única coisa com que eles precisam se preocupar.


Something Violent de Kristopher Rufty
   Ron McClure, um famoso conselheiro de casamentos, ajudou muitos casais que estavam passando por turbulências matrimoniais. Sua última conquista foi a restauração completa de um popular casal de Hollywood, uma vez notório pela difamação pública de seus cônjuges. A notoriedade obtida atraiu a atenção de editores, revistas e inúmeros programas de entrevistas. Também atraiu a atenção de um casal que não só perdeu a emoção em seu casamento ... mas também a emoção de matar juntos. Temendo que estejam no final trágico de seu relacionamento, o casal sequestra Ron em uma tentativa bizarra de restauração de um amor quebrado e retorcido agora à beira de uma metamorfose aterrorizante.


Hekla's Children de James Brogden
   O professor Nathan Brookes deixa quatro alunos sozinhos durante uma visita escolar de campo em um parque nacional. Em poucos minutos, eles desaparecem. Uma garota chamada Liv retorna, porém sem nenhuma lembrança de onde esteve. Quando um corpo é encontrado anos mais tarde, primeiro se acredita ser uma das crianças, mas é identificado como um homem da Era do Bronze. No entanto, Nathan começa a ter visões horríveis dos estudantes desaparecidos. Então Liv reaparece, desesperada para que o homem seja re-enterrado. Pois ele é a única coisa que mantém um mal terrível adormecido...

Abril

An Apocalypse of Our Own de  Jeff Strand
   Missy e Kevin são amigos. Apenas amigos. Eles nunca se namoraram, tanto porque são amigos desde a infância e isso seria estranho. Agora é o apocalipse. As pessoas estão vazando sangue de seus globos oculares e se transformando em mutantes bizarros. Felizmente, Kevin tem acesso a um abrigo subterrâneo, e ele e Missy chegam lá antes de morrerem de uma forma horrível. Mas agora eles estão presos lá embaixo. As coisas ficarão estranhas.

Covenant de  Allan Leverone
  Quando Justin e Lindie Cooper se mudam para a casa dos seus sonhos, uma estranha casa senhorial, em Covenant, New Hampshire, não sabiam sobre a história violenta e trágica de seu novo lar. Dentro de uma semana, Justin Cooper morre em circunstâncias suspeitas, e Lindie tem que lidar não apenas com seu sofrimento, mas com um investigador da polícia - e uma cidade - convencido de que ela está tentando escapar de um assassinato. Mas esse não é o seu maior problema. Porque o mal reside em sua casa, uma entidade com mais de um século de idade, que está determinada a eliminar Lindie Cooper em seguida.

Skitter (The Hatching Trilogy, #2) de Ezekiel Boone
   Dez milhões de pessoas ao redor do mundo estão mortas. Metade da China foi devastada por um holocausto nuclear. As misteriosas aranhas carnívoras estão marchando por Los Angeles, Oslo, Deli, Rio de Janeiro e inúmeras outras cidades. De acordo com a cientista Melanie Gruyer, no entanto, a situação das aranhas pode piorar ainda mais. No Japão, um saco de ovos gigante, do tamanho de caminhão dá uma prévia chocante do que está por vir, ao mesmo tempo que os sobreviventes em Los Angeles tomados pelo pânico  quebram a zona de quarentena. No deserto, os sobrevivencialistas Gordo e Shotgun estão tentando inventar uma super arma para matar aranhas, mas não está claro se é tarde demais, porque a presidente Stephanie Pilgrim foi forçada a promulgar o plano de último recurso: o protocolo espanhol. 

Feral de Brian Evenson, James DeMonaco
   Um thriller assustador sobre o pós-apocalipse de um surto viral catastrófico, onde um grupo de mulheres isoladas, mantém o último refúgio. 
   Allie Hilts estava no colégio no dia em que o mundo acabou. Começou com um incêndio na instalação de pesquisa farmacêutica na cidade e logo todos os homens estavam infectados. Todos se transformaram tornando-se irreconhecivelmente agressivos e violentos. Ferais. Eles apresentavam alterações fisiológicas perturbadoras, ficaram mais fortes e cresceram mais rápido. Os homens não eram mais humanos, não eram mais confiáveis. A infecção se espalhou rapidamente e nenhum homem era imune. Allie e sua irmã Kim testemunharam a todos, incluindo seu próprio pai, se transformando e fazendo coisas indescritíveis. Mas elas eram as sortudas. A maioria das mulheres não sobreviveu ao ataque inicial.
   Três anos depois, Allie e Kim se juntaram a um grupo de sobreviventes em um acampamento isolado e murado, tentando encontrar um caminho a seguir no novo mundo. Fora das muralhas, caçavam os ferais - esses monstros terríveis que as mulheres costumavam conhecer como pais, irmãos, filhos e amantes. Agora, Allie tem notado novos padrões preocupantes nos movimentos dos ferais e um número perturbador de novos rostos na natureza. Algo catastrófico está aproximando do horizonte e o tempo de calmaria está se esgotando. Os ferais estão chegando e não há como pará-los.

Ararat de Christopher Golden
   Quando um recém-casado casal sobe o monte Ararat na Turquia, uma avalanche obriga-os a procurar abrigo dentro de uma enorme caverna descoberta pela queda de neve. A caverna é na verdade um navio antigo e enterrado que muitos acreditam rapidamente é realmente a Arca de Noé. Quando uma equipe de estudiosos, arqueólogos e cineastas entram dentro da arca pela primeira vez, eles descobrem um caixão elaborado em seus recessos. O artefato tenta sua curiosidade profissional; Então eles abrem. No interior, eles acham um cadáver feio e deformado, não o homem santo que eles esperavam, uma criatura hedionda com chifres. Uma neblina maciça explode, prendendo-os naquela caverna a milhares de metros até o lado de uma montanha remota ... mas eles não estão sozinhos.

Maio

Swimming in the Sea of Trees de Adam Millard
   Um ano após a morte de seu filho, Dan e Kelly estão visitando Aokigahara, a infame floresta japonesa. Dan conhece seu passado: o lugar onde as almas vêm morrer, para se suicidar através da desesperança, da dívida ou do amor. Kelly não, mas tudo isso muda quando os fantasmas da floresta começam a  se revelar. Aokigahara conhece seus medos e não vai parar até reivindicar mais duas almas.

The Blade This Time de Jon Bassoff
   Um homem acorda e se vê no subsolo de uma estação de metrô abandonada da cidade de Nova York. Ele não faz ideia de como chegou lá ou de quem é. Em seu bolso, encontra apenas um punhado de dinheiro manchado de sangue e um baralho de cartas. Ao retornar para à superfície, aluga  um apartamento barato, ocupado anteriormente por um artista enigmático chamado Max Leider, que deixou para trás a maioria de seus pertences - livros, roupas e cartas  pessoais. Porém o mais peculiar é uma série de pinturas, cada uma delas mostra uma mulher misteriosa escondida atrás de uma cortina. Sem uma identidade própria, o homem fica fascinado com Leider. Ele começa a usar suas roupas. Começa a pintar em suas telas. Começa a assumir suas obsessões. Mas, à medida que ele se transforma completamente em Max Leider, ele descobrirá alguns segredos sombrios sobre o artista ... e sobre ele mesmo.

The Boy on the Bridge (The Girl with All the Gifts, #2) de Mike Carey
   Era uma vez,  em uma terra destruída pelo terror,  um menino muito inteligente. As pessoas acharam que o menino poderia salvá-las, então abriram seus portões e o soltaram no mundo. Onde os monstros viviam. Em The Boy on the Bridge, M. R. Carey retorna ao mundo do best-seller, A Menina que tinha dons. 


Sacculina de Philip Fracassi
   Quando o irmão caçula de Jim, Jack, é libertado da prisão, os irmãos - juntamente com seu pai e o melhor amigo ameaçador de Jack - decidem fretar um barco de pesca no oceano para comemorar a  liberdade de Jack. Quando a pequena tripulação está  longe de qualquer terra, perdidos na imensidão do mar, uma espécie de mutante surge da escuridão abissal das profundezas para aterrorizar o navio e seus ocupantes. À medida que o horror de sua situação se torna claro, o pequeno grupo deve encontrar uma maneira de afastar o ataque e de alguma forma, voltar à segurança; Mas, como as estranhas criaturas parasitas os superam, elas devem usar medidas mais extremas e mortíferas para sobreviver.


Dark Cities de Christopher Golden
   Uma antologia de horror ambientada nas cidades - sejas nas ruas secundárias, caminhos de terra, torres de alta iluminação ou prefeituras. Terríveis mitos urbanos, fantasmas maliciosos, arquitetura maldita, deidades malignas urbanas, demônios pessoais (em negócios ou relacionamentos) se transformam em coisas piores... 


Black Mad Wheel de Josh Malerman

Publicado pela Intrínseca como Piano Vermelho

   Ex-ícones da cena musical de Detroit, os Danes estão mergulhados no ostracismo. Sem emplacar nenhum novo hit, eles trabalham trancados em estúdio produzindo outras bandas, enchendo a cara e se dedicando com reverência à criação — ou, no caso, à ausência dela. Uma rotina interrompida pela visita de um funcionário misterioso do governo dos Estados Unidos, com um convite mais misterioso ainda: uma viagem a um deserto na África para investigar a origem de um som desconhecido que carrega em suas ondas um enorme poder de destruição.
   Liderados pelo pianista Philip Tonka, os Danes se juntam a um pelotão insólito em uma jornada pelas entranhas mortais do deserto. A viagem, assustadora e cheia de enigmas, leva Tonka para o centro de uma intrincada conspiração. Seis meses depois, em um hospital, a enfermeira Ellen cuida de um paciente que se recupera de um acidente quase fatal. Sobreviver depois de tantas lesões parecia impossível, mas o homem resistiu. As circunstâncias do ocorrido ainda não foram esclarecidas e organismo dele está se curando em uma velocidade inexplicável. O paciente é Philip Tonka, e os meses que o separam do deserto e tudo o que lá aconteceu de nada serviram para dissipar seu medo e sua agonia. Onde foram parar seus companheiros? O que é verdade e o que é mentira? Ele precisa escapar para descobrir.


Mormama de Kit Reed
Dell Duval vive na rua desde o acidente. Ele não consegue se lembrar quem  era ou de onde  veio. Tudo o que ele tem é uma nota esfarrapada no bolso com um endereço para a casa de Ellis, uma residência antiga e extensa em Jacksonville. Ele instalou o acampamento abaixo da casa no porão, sem se mostrar para os residentes no andar de cima. Ele só precisava de tempo para descobrir por que ele havia sido enviado para ali. Lane e seu filho Theo voltaram para a casa da família - o último recurso depois que o marido de Lane limpou sua conta bancária e fugiu. A antiga casa é governada por um trio igualmente antigo de tias tirânicas, que querem preservar tudo. Nada deve sair da casa, incluindo Lane. Algo sobre a casa não está certo. Coisas acontecem aos homens e meninos que vivem lá. Há forças estranhas no ambiente, uma das quais visita Theo a cada noite - Mormama, uma mãe demais.


Gwendy's Button Box de Stephen King e Richard Chizmar
   Há três maneiras de enxergar a cidade de Castle Rock de cima: A Rota 117, a Pleasant Road e as Suicide Stairs (Escadas do Suicídio). Todos os dias, no verão de 1974, Gwendy Peterson, de doze anos de idade, subiu as Escadas do Suicídio, que são mantidas por fortes parafusos de ferro (enferrujados pelo tempo) ziguezagueando até o penhasco. No topo da escada, Gwendy prende a respiração e escuta os gritos das crianças no playground. De um pouco mais longe vem o barulho de um bastão de alumínio batendo contra uma bola de baseball enquanto as crianças da Liga Senior praticam para o jogo de caridade do Dia do Trabalho.
   Um dia, um estranho telefona para Gwendy: “Ei, menina. Venha cá um pouco. Nós devemos trocar uma palavrinha, você e eu.” Em um banco à sombra está um homem de calça preta, um casaco preto, um terno preto e uma camisa com o colarinho desabotoado. Em sua cabeça está um pequeno chapéu preto. Chegará um tempo em que Gwendy terá pesadelos sobre esse chapéu…”

The White Road de Sarah Lotz
   Desesperado para atrair assinantes para o seu site incipiente, 'Journey to the Dark Side',  o ex-viciado em adrenalina Simon Newman contrata alguém para guiá-lo através das notáveis ​​grutas de Cwm Pot, para que ele possa filmar a jornada e colocá-la na internet . Com uma história trágica, o Cwm Pot esteve fora de visitação há décadas e, infelizmente, para Simon, o guia que ele contratou é tão imprevisível e perigoso quanto as cavernas aquosas que espreitam sob a terra. Depois de uma brutal luta pela sobrevivência, das quais Simon mal escapa com vida,  as imagens horríveis que ele conseguiu coletar nas entranhas da Terra se tornam virais.
   Ignorando os sinais de alerta de trauma mental e ansioso para capitalizar sua nova fama na internet, Simon imagina uma nova escapada com essa combinação mágica de perigo - uma viagem ao Everest. Mas acima de 8000 pés, na infame Zona da Morte, ele precisará de mais do que sua moral e inteligência duvidosa para guiá-lo, especialmente quando descobre a verdade por trás de uma tragédia de uma década - uma verdade que significa que ele talvez não volte vivo. Uma verdade que o mudará - e qualquer pessoa que veja a filmagem que ele capturou - para sempre.

The Only Child de Andrew Pyper
   O autor do best-seller internacional  O Demonologista reimagina radicalmente as origens das obras-primas da literatura gótica - Frankenstein, O Médico e o Monstro e Drácula - em uma novela contemporânea impulsionada por suspense implacável e emoção surpreendente. Esta é a história de um homem que pode ser o único monstro real do mundo e a única mulher que tem a chance de encontrá-lo.
  Como psiquiatra forense na principal instituição de Nova York, a Dra. Lily Dominick avaliou os estados mentais de alguns dos psicopatas mais perigosos do país. Mas o cliente estranhamente atraente que ela entrevistou hoje - um homem sem nome, acusado do crime mais hediondo - atingiu-a com força diferente dos outros, apesar das duas afirmações impossíveis que ele fez.
  Primeiro, ele tem mais de duzentos anos e inspirou pessoalmente Mary Shelley, Robert Louis Stevenson e Bram Stoker na criação dos três romances do século dezenove que definem a monstruosa imaginação moderna. Segundo, ele é o pai de Lily. Para descobrir a verdade - atrás de seu cliente, a morte de sua mãe, ela mesma - a Dra. Dominick deve embarcar em uma jornada que ameaçará sua carreira, sua sanidade e, finalmente, sua vida.

Junho

Mapping the Interior de Stephen Graham Jones
  Atravessando sua própria casa à noite, um garoto de quinze anos pensa que vê outra pessoa entrando pela porta. Em vez das pessoas que poderiam estar lá, sua mãe ou seu irmão, a figura lembra seu pai há muito desaparecido, que morreu misteriosamente antes de sua família deixar a reserva. Quando ele  a segue, descobre que sua casa é maior e mais profunda do que ele sabia. A casa é o tipo de lugar onde você pode perder-se e encontrar coisas que você preferia não ter achado. Ao longo de algumas noites, o menino tenta mapear sua casa em um esforço que coloca seu irmão caçula em grande perigo e o leva ao lugar para salvá-lo... com um custo terrível.

In the Valley of the Sun de Andy Davidson
   Em uma noite em 1980, um homem se tornou um monstro. Assombrado pelo passado, Travis Stillwell passa suas noites procurando mulheres no West Texas. O que ele faz com elas não o deixa orgulhoso, apenas acalma os demônios por um tempo. Mas depois que Travis cruza caminhos à noite com uma misteriosa garota de pele pálida, ele acorda devagar e ensanguentado em seu carro na manhã seguinte - sem nenhum sinal da menina e sem lembranças da noite anterior.
   Annabelle Gaskin espia o carro estacionado atrás de seu motel e oferece ao cowboy alguns bicos para pagar sua estadia. Travis aceita a oferta, apenas para ganhar tempo, para descansar  e se curar. Ao dia, ele repara o velho motel, insinuando-se nas vidas de Annabelle e do filho de dez anos de idade. De noite ele luta contra uma fome indizível. Em pouco tempo, Annabelle e seu garoto percebem que esse estranho cowboy não é o que parece.
   A metade de um estado de distância, um ranger do Texas  está caçando Travis por causa de antigas desavenças, mas o que ele achará o levará a uma revelação muito mais monstruosa. Um homem da lei, ele terá que decidir quão longe na escuridão ele vai por causa da justiça. Quando essas vidas convergem em uma noite de outono empoeirada, um velho mal vai encontrar nova vida - e sangue novo.

You Will Grow Into Them de  Malcolm Devlin
   O mundo é um lugar muito mais estranho do que nós acreditamos. Ali, nas coisas que achamos familiares, seguras, estão certos sombras. Nossos receios e desejos dão os forma. Momentos que desafiam a explicação. Na coleção de contos de estréia de Malcolm Devlin, a mudança é a única constante. Em dez histórias, aborda o mal-estar da transformação, do crescimento e da mudança em um mundo onde o horizonte se filtra no cotidiano. As ansiedades da infância se manifestam como doppelgängers degradados, as flores de fungos são colhidas das costas dos dançarinos e os licantropos de Londres tornam-se os novos párias sociais. Os demônios que carregamos dentro de nós são reais, mas você vai crescer através deles.

5 comentários:

  1. Ótima lista. Não sou muito fluente em inglês e nunca li livros em inglês, infelizmente. Sabe dizer se, e quais, destes serão lançados no Brasil? Me interesse bastante pelos de Michal McBride, Hunter Shea e James DeMonaco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, bom a Intrínseca já lançou o novo do Josh Malerman como Piano Vermelho, agora confirmados desta lista só a continuação de A Colônia do Ezekiel Boone, Skitter, pela Suma de Letras. Nas probabilidades, acredito que a Rocco irá a lançar The Boy on the Bridge, tanto pelo sucesso que foi A Menina que tinha Dons; a Arqueiro vem publicando os últimos livros da Sarah Lotz, então acredito que The White Road deverá sair, provavelmente ano que vem; A Darkside Books também faz o mesmo com Andrew Pyper, então imagino que talvez publiquem The Only Child. Quanto aos outros autores é difícil afirmar qualquer coisa, os livros de Christopher Golden vem sido lançados esporadicamente por algumas editoras, mas a maioria são livros infanto-juvenis. O que me despertou a atenção foi Feral, gostei da premissa, tem bem a cara da Darkside. Mas vamos esperar para ver, não é?

      Excluir
  2. Excelente lista! Unidentified e Feral me deixaram curioso.

    ResponderExcluir
  3. Só para dar água na boca. Tenho vontade de ler os livros do Nick Cutter, espero que que a darkside books faça esse agrado.kkkk

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.