Header Ads

Ed & Lorraine Warren: Demonologistas de Gerald Brittle


"Perdoe-me Pai, eu pequei
A escuridão colocou suas garras em mim novamente"
Forgive Me Father (I Have Sinned) de Cradle of Filth

“É o livro mais assustador que eu já li.”
— JAMES WAN (DIRETOR DE INVOCAÇÃO DO MAL) —

Sinopse:
  Eles enfrentaram os mistérios mais sinistros dos últimos sessenta anos, sempre em busca da verdade. Agora é a sua vez de entrar em contato com o sobrenatural. Você tem coragem? Então leia Ed & Lorraine Warren: Demonologistas, a biografia definitiva dos mais famosos investigadores paranormais do nosso plano astral. 

Opinião:
   O sobrenatural é um tema que divide a opinião das pessoas, há sempre aqueles que dizem não acreditar "nessas coisas", isso é claro, se no momento da pergunta estiverem envoltos pela luz do sol e cercados por outras pessoas; há aqueles que não assumem uma posição concreta, permanecendo em um limbo agnóstico e invocando a proteção de sua religião; e por fim, aqueles que dizem acreditar no oculto, geralmente o tipo de pessoa que é tida como "estranha" ou "desajustada" pela sociedade, a qual ninguém ficaria muito surpreso se acabasse seus dias preso em uma sala acolchoada ou berrando insanidades sobre o fim do mundo em meio a uma praça pública. O interessante é que o véu que separa cada um destes estereótipos é tão fino que muitas vezes o que difere um do outro, são detalhes insignificantes. O fato é, acreditando ou não "nessas coisas", todo mundo possui ao menos uma história de contato com o sobrenatural para contar, seja a de um conhecido que se viu frente a frente com uma assombração ou até mesmo uma experiência pessoal inexplicável. O sobrenatural está ao nosso redor, senão literalmente, metaforicamente, através da cultura popular. 
  No final da década de sessenta e início dos anos setenta, o ocultismo se tornou um tema popular  na literatura de horror, obras como O Bebê de Rosemary de Ira Levin, O Exorcista de William Peter Blatty e Amityville de Jay Anson despertaram a curiosidade das pessoas para o sobrenatural.  Nessa mesma época, enquanto o cinema explorava histórias "baseadas em fatos reais" e as primeiras bandas de  heavy metal gritavam o nome de Satã,  relatos de pessoas que entraram em contato com aparições, casas assombradas e possessões tornaram-se cada vez mais comuns. O tema estava tão em alta que jornais estampavam manchetes sensacionalistas e para não ficar atrás na audiência, a televisão também dedicava horas de sua programação na dissecação do sobrenatural, especialistas, teólogos, cientistas e vítimas eram convidados aos programas de auditório para debater sobre o tema. Entre os especialistas mais famosos estava o casal Warren, por anos eles enfrentaram o sobrenatural de forma anônima, até que sua participação no caso de Amityville, os tornou conhecidos no mundo inteiro. 
   Ed e Lorraine Warren: Demonologistas é a biografia que narra a trajetória deste casal, desde suas primeiras experiências com o sobrenatural, atravessando seus principais e mais difíceis casos, até o início dos anos oitenta, época em que o livro foi publicado. A finalidade da obra não é assustar, mas sim trazer informação sobre os perigos que nos espreitam na escuridão, embora muitas passagens sejam tão tensas que conseguem te deixar completamente arrepiado e com a incômoda sensação de estar sendo observado, mesmo estando sozinho no aposento. O autor, Gerald Brittle, soube transpor as entrevistas para o papel de um modo didático e instigante, a forma como os casos foram abordados conquista nossa curiosidade desde a primeira página e como o próprio afirma em uma passagem: "a qualquer um que solicite provas de "verdadeiros casos de possessão" a Ed e Lorraine Warren é melhor munir-se de coragem o suficiente para permanecer sentado durante a reposta."
   A sensação durante a leitura é a de que você está em uma conversa informal com o casal Warren, ouvindo suas histórias de como desafiaram entidades a se manifestarem em casas assombradas, participaram de cerimônias de exorcismo e enfrentaram a fúria de aparições, sentado no museu do sobrenatural do casal, onde estão expostos centenas de objetos amaldiçoados e profanos, como a famosa boneca Annabelle. É uma leitura extremamente tensa, ao mesmo tempo em que curiosidade impulsiona a mente a devorar as páginas, o resquício de um sentido primitivo o previne das revelações que podem estar na linha seguinte, de qualquer modo é um livro que vai lhe dar uma nova perspectiva para encarar o sobrenatural, seja em notícias de jornais ou até mesmo em livros de ficção. Ed e Lorraine Warren explicam o passo a passo de como ocorre uma possessão, o que são fantasmas, como os espíritos podem se manifestar e o mais importante, como agir quando o demônio bater à sua porta, tudo contextualizado por meio de suas próprias experiências.
   Diferente das histórias de ficção, em Demonologistas, você não tem a luxúria de apaziguar seus pensamentos com a certeza absoluta de que aquilo que você está lendo não é real, de que tudo não passa da imaginação perturbada do autor, a dúvida será sua nova amante, quando você se deitar à noite e fechar os olhos para dormir, ela o beijará com seus lábios frios, lhe tirando a paz e o sono. Se você é fã do sobrenatural e tem coragem o suficiente para conhecer a verdade por trás de filmes como Invocação do Mal e Annabelle, definitivamente este livro é feito sob medida para você; agora se você tem medo da simples sugestão de que algo sobrenatural possa a vir acontecer com você algum dia, este livro também poderá lhe ser útil, como um informativo, dizem que a ignorância é uma benção, mas em casos como os citados neste livro, a ignorância é a chave para a condenação eterna.

Nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras)

11 comentários:

  1. Alguém sabe me dizer o que difere esse livro do "Invocadores do Mal"? Li o Invocadores do mal e também fala sobre a carreira e alguns casos. Será que o conteúdo é o mesmo?

    ResponderExcluir
  2. Sarah ainda não li Invocadores do Mal, então não posso fazer uma comparação perfeita, mas há um abismo de mais de vinte anos entre a publicação dos dois livros, ambos são de autores diferentes, enquanto Demonologistas narra a carreira do casal Warren, ao que me parece Invocadores do Mal traz estudos de caso dos seus casos mais famosos, talvez a maior diferença esteja na forma narrativa. Depois de ler Invocadores, poderei dar uma resposta melhor, ele está na minha lista de leitura :)

    ResponderExcluir
  3. Achei a experiência de leitura com Invocadores do Mal bem ruim. No capítulo que trata dos casos de possessão, com exceção ao de Amityville, os demais são cartas que o casal recebia de pessoas que se diziam oprimidas ou possuídas por demônios, mas a leitura destas cartas vai deixando transparecer serem casos de pessoas esquizofrênicas, e o Ed não passa a impressão de um "demonologista" mas sim de um "fanático religioso" como aqueles que retiram demônios na madrugada da rede record... tem um caso até de um casal que é simplesmente "Wiccan" e o Ed os transforma em satanistas.
    a experiência de leitura é diferente para cada um de nós, e espero que com "Demonologistas" eu tenha uma leitura melhor...

    ResponderExcluir
  4. Interessante seu comentário Leonardo! Não tive essa impressão do Ed como sendo um fanático em Demonologistas, na verdade ele me pareceu muito mais "sóbrio" em suas ideias do que eu imaginava, tanto que em todos os casos ele sempre busca ajuda de religiososo e se for o caso médicos, para segundas e terceiras opiniões. Com relação à narrativa, Demonologistas é construído a partir das entrevistas do autor com o casal, em um texto bem fluído e interessante. Mas como você disse, também depende muito da visão de quem está lendo, eu no caso fui criado na religião católica, embora hoje em dia não a frequente mais, em uma realidade alternativa talvez até tivesse me tornado padre haha

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pela resposta Rafa! Você, como sempre, atencioso, dedicado, carinhoso, amável ... enfim ótimo mesmo!!!!

    ResponderExcluir
  6. Rafa, quando vc tiver tempo faça a leitura de Invocadores do Mal para fazer um comparativo entre os livros. Demonologistas ainda não li e só vejo elogios sendo tecidos, isso me anima. Estou lendo Jogo da Perdição do Clive, Evangelho de Sangue de Rollins e a Roda do Tempo 4volume. Assim que terminar um dos três iniciarei o Demonologistas ;P

    Leio livros, da mesma forma que os geeks assistem séries... várias ao mesmo tempo.

    ResponderExcluir
  7. Rafa, como sempre, chegando com tudo :))))

    ResponderExcluir
  8. Acredito que seja uma leitura tensa. Sempre que há a possibilidade de ser real, já começamos a leitura de uma maneira diferente, criando a atmosfera tensa.

    Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas vejo que a Darkside caprichou novamente.
    Abraços

    naciadelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Alguém pode me dizer aonde eu encontro esse livro em pdf ?

    ResponderExcluir
  10. ALGUÉM POR FAVOR, ME DIZ ONDE BAIXAR ESSE LIVRO EM PDF !!!!!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.