ÚLTIMAS NOTÍCIAS

2 de janeiro de 2016

Conflito Final: A Última Profecia de Gordon McGill


Sinopse:
   Conflito Final: A Última Profecia, a conclusão da saga maldita, apresenta Damien adulto, Embaixador americano em Londres, a um passo de chegar à presidência dos Estados Unidos, quando poderá levar o mundo ao caos...

Opinião:
  Conflito Final: A Última Profecia é o livro que encerra a "trilogia" de novelizações da série de filmes A Profecia, adaptado a partir do roteiro de Andrew Birkin por Gordon McGill. No Brasil foram publicados: A Profecia de David Seltzer [1976, Record], narrando os eventos que antecedem a vinda do anticristo à Terra na forma de Damien Thorn e seu nascimento, Damien: A Profecia II de Joseph Howard, [1978, Record], retratando a infância e adolescência de Damien, bem como a descoberta de sua identidade e  Conflito Final: A Última Profecia de Gordon McGill [1980, Record], conclusão da série que traz Damien adulto colocando em prática seus planos de dominação mundial. Existem ainda mais dois livros escritos por Gordon McGill que dão sequência aos acontecimentos de A Profecia, porém protagonizados por outros personagens, Armageddon 2000 e The Abomination.
   De um modo geral novelizações sempre induzem certa suspeita ao leitor, cuja grande cicatriz causada pela vilipendiação de seus livros preferidos em adaptações questionáveis para o cinema queima ao ouvir essa expressão, e são recebidas com reservas. Em muitos casos os próprios autores não retém muita liberdade para realizar alterações, como é o caso de King Kong de Delos W. Lovelace, onde o potencial de aproveitamento da estória é infinito, mas o escritor está preso a ideia dos roteiristas e do próprio filme. Há casos em que o próprio roteirista desenvolve o livro, de modo que pequenas alterações e a liberdade de criação são bem mais flexíveis, é o caso de livros como A Noite dos Mortos Vivos de John Russo e A Semente do Diabo de David Seltzer. O caso é que grande parte das novelizações deixa a desejar em qualidade, não passando muitas vezes de um apanhado de falas do roteiro conectados com descrições pobres. Na série de livros A Profecia, o primeiro volume é o melhor, tanto na criação do suspense e clima de medo como adaptação de roteiro, a qualidade do segundo decai e apesar de ser um bom entretenimento não é tão surpreendente quanto seu antecessor, a redenção chega através do terceiro volume, que se salva por seu clima apocalíptico. 
  Damien Thorn é um jovem embaixador com uma carreira em ascensão na política americana, depois de centenas de anos de cuidadoso planejamento finalmente os planos do anticristo para dominação mundial são colocados em prática. Aqueles que se opõe a seu poder sofrem mortes terríveis e uma força maligna está a sua disposição para eliminar os degraus que impedem sua gloriosa coroação ao centro do poder mundial, a presidência dos Estados Unidos. As forças do bem jazem derrotadas, mortes e mutilações de livros anteriores serviram para diminuir o círculo de pessoas que conhece a combate a verdadeira identidade de Damien, além de mitigar a força e coragem dos restantes. Porém a esperança renasce com o alinhamento das estrelas, o sinal da Segunda Vinda de Cristo. A batalha definitiva entre o bem e o mal finalmente irá começar. 
  Conflito Final: A Última Profecia é uma leitura interessante se você é fã da trilogia A Profecia, sua cota de cenas assustadoras funciona muito bem juntamente com o clima de suspense que permeia a conclusão, conforme as páginas avançam e o "conflito final" se torna iminente a leitura é apoteótica. A estória não traz nada de novo com relação ao filme, excetuando a exploração psicológica dos personagens. Foi um dos primeiros livros de terror que li, ainda na adolescência quando meu acesso a esse tipo de filme era proibido, e a primeira leitura me deixou arrepiado, as seguintes não causaram grande impressão, mas até hoje me lembro do quão tensa foi aquela primeira leitura. 


Nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠(9/10 Caveiras)

Um comentário :

  1. Não conhecia o livro. Eu assisti ao filme, à muito tempo atrás, em um inferno distante. Cara... depois de sua resenha, apontados os prós e os contras, o veridicto é: série A Profecia na lista de compras. Valeu Rafa! Começou o ano com o pé direito!

    ResponderExcluir