ÚLTIMAS NOTÍCIAS

18 de novembro de 2015

[Caídos I] Abandonai Toda Esperança de M. R. Terci

Sinopse:
   Caídos narra, através das confissões do bruxo Emanuel, capturado na Baia Cabrália em agosto de 1591, a saga do Trirregno das Areias Eternas, revelando um universo de magia e terror nunca antes vislumbrado por vistas humanas e que influenciou secretamente a colonização do Novo Mundo.

Opinião:
   Abandonai Toda Esperança é o primeiro feto monstruoso da Trilogia Caídos, um livro de terror que flerta com a fantasia, através de uma linguagem poética e visceral, com o requintado toque gótico do horror cósmico. A estória narra as desventuras do amaldiçoado Emanuel do Túmulo, um bruxo capturado pela Inquisição em 1591 na, recém-descoberta por Cabral, Terra de Santa Cruz. M. R. Terci apresentou uma mitologia complexa e sombria nos volumes iniciais da pentalogia O Bairro da Cripta, As Elegias e Os Epitáfios, sabe-se da ação de forças ancestrais em Tebraria, que se servem da maldade pura para se manifestar, mas há poucas informações sobre a origem deste mal. A Trilogia Caídos surge como peça chave para o entendimento deste universo de horror, a obscura mitologia do autor mostra suas raízes putrefatas e prova ser uma das criações mais imaginativas dos últimos tempos. 
  Em Caídos, o mal possui forma e nome, podendo ser invocado por aqueles que detêm conhecimento suficiente para tanto, a frágil existência humana acredita poder controlar tamanha fonte de poder, mas o simples vislumbre das criaturas por trás dos véus da vida e da morte é o suficiente para despedaçar a alma de um homem, amaldiçoá-lo a uma existência sem a cegueira luxuriosa da ignorância e condená-lo a um conhecimento profano. Emanuel do Túmulo é uma dessas almas atormentadas, condenado à morte pela Inquisição, passa seus últimos momentos em extrema agonia acorrentado, nos obscuros calabouços de uma Abadia, sofrendo as  cruéis torturas de  inquisidores que tentam supostamente salvar sua alma arrancando uma confissão à força, curiosamente a torrente de lembranças não é liberada através da dor e sim invocada pela curiosidade jovial de um monge.
  A primeira parte do livro é carregada de estranhas visões e deuses demoníacos, nela o leitor acompanha a infância de Emanuel e seu aprendizado na arte da magia das trevas, sua busca por poder o leva a lugares onde vivem criaturas inimagináveis, terras pútridas e adubadas com ossos humanos onde mesmo os necromantes mais experientes tem receio de caminhar. Porém o destaque da estória está na segunda parte do livro. Emanuel, após consumir todos os ensinamentos malignos que os obscuros antros europeus puderam lhe proporcionar, decide partir rumo ao novo continente. M. R. Terci recria primorosamente o Brasil na época de seu descobrimento, mais do que um panorama da invasão portuguesa, há uma profunda exploração da mitologia ancestral indígena, moldando-a com aspectos do horror cósmico. As selvas brasileiras escondem horrores inomináveis, tribos canibais e lugares malditos. 
   É notável a evolução da narrativa de M. R. Terci, se antes havia elogiado a composição poética dos parágrafos em O Bairro da Cripta, desta vez os louros vão para a lapidação cuidadosa do texto, que o transforma de uma joia bruta em diamante. A utilização de um vocabulário mais sofisticado,  que remete à época em que se passa a estória, é feita com a precisão de um cirurgião, não há empecilhos ou travamentos no ritmo da leitura, apesar do autor ser adepto a narrativa cheia de adjetivos de Lovecraft o texto flui agilmente. Como primeiro livro de uma trilogia, Abandonai Toda Esperança é completo e possui um final fechado, embora o mesmo seja bastante desesperador e crie enormes expectativas para o próximo volume. Leitura recomendada para quem busca horror cósmico com sabor nacional.


Nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras)

8 comentários :

  1. Olá, não conhecia este livro, gostei da sua resenha muito mesmo, já deu para perceber que é um bom livro, também essa capa é linda *_* . Abraços
    dicasdaisacereser.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, e essa capa diva <3 <3 meus deus assim eu não aguento rsrs
    Beijos

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Primeiro, queria falar da capa que é lindíssima. Me encantou. Adorei a resenha também. Apesar de ter medo de livros de terror, fiquei curiosa!
    Beijão :*
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha, não conhecia esta obra, já coloquei na lista de leitura.

    ResponderExcluir
  5. Simplesmente amei a resenha.
    Que vontade que fiquei de ler o livro! :3

    ResponderExcluir
  6. Dá vontade de mergulhar de cabeça na leitura! Obrigada pela indicação. :D :D :D
    J.J.

    ResponderExcluir
  7. É um livro simplesmente maravilhoso, mantendo a excelente qualidade já conhecida de escrita de Terci. Um livro que mistura o horror e o drama da vida de Emanuel do Túmulo. Recomendo demais!!!

    ResponderExcluir
  8. É um livro simplesmente maravilhoso, mantendo a excelente qualidade já conhecida de escrita de Terci. Um livro que mistura o horror e o drama da vida de Emanuel do Túmulo. Recomendo demais!!!

    ResponderExcluir