ÚLTIMAS NOTÍCIAS

17 de março de 2015

Resenha: Sete Noites em Claro de Luis Maldonalle

Sinopse:
   Em seu primeiro livro, Luis Maldonalle abrange o medo como personagem central em sete tramas descortinadas em horror e o sobrenatural, fazendo-nos repensar a forma como enxergamos ‘’vultos e simples reflexos em sombras distorcidas’’, enquanto conduz o leitor em um caminho escuro através de cada linha e par Em ‘’Sete Noites em Claro‘’ o suspense e o impossível nos saltam aos olhos como o velho palhaço de molas dentro da antiga caixa de brinquedos. Mergulhe nesta imersão do gênero da literatura fantástica e terror e seja desafiado a tentar deter o medo que reside na mágica de virar a próxima pagina. 


Opinião:
    Luis Maldonalle é um dos novos nomes da literatura nacional, sua primeira publicação Sete Noites em Claro é uma coletânea com sete histórias de horror que flertam profundamente com a fantasia e ficção-científica. Além de escritor é um músico reconhecido e trouxe toda sua experiência na área para suas histórias e seus personagens, com grandes sacadas sobre jazz, instrumentistas famosos e Kenny G, que não tem nada a ver com os itens anteriores, consegue ao mesmo tempo assustar e entreter o leitor. Suas tramas são bem elaboradas, Maldonalle nos convida para uma viagem de carro por uma América fantástica, através de estradas povoadas por sombras e lugares assombrados, tendo como som de fundo o pedido de socorro de almas perdidas iluminadas rapidamente pelos faróis velozes. Somos aconselhados a não abrir a porta a ninguém, mesmo que sua própria mãe esteja lá fora. Mesmo que você veja a si próprio ardendo em chamas. Mas a estrada de Maldonalle não é reta e sem percalços, há trechos turbulentos em que seu coração irá parar na garganta com a tensão, há curvas tão abruptas que mudam totalmente a trama e nos deixam sem folego. Quando a viagem acabar com horror você irá notar que algo te consome. A necessidade de mais. E Maldonalle sabe como proporcionar isso. 
   Sete Noites em Claro é formado pelos seguintes contos: No Coração da Melodia, A Nevasca, Marco Zero: O Vale das Sombras, A Casa da Cabana, O Céu Sobre Nós, Desconhecido e Anjo Destronado. Cada história possui sua trama bem desenvolvida, o autor tem bom domínio sobre variados temas e consegue discorrer sobre eles com propriedade, o mesmo pode-se dizer dos cenários, algumas histórias se passam no Brasil, porém grande parte ocorre em cidades fictícias americanas. Talvez se você acabasse lendo uma delas sem indicação alguma de seu escritor acreditaria piamente que o autor é estrangeiro. Nota-se bastante a influencia de Stephen King em seus escritos, com destaque em relação à maneira como trata seus personagens, pessoas normais que entram em contato com o fantástico, além do clima de suspense de Edgar Allan Poe, principalmente em No Coração da Melodia, uma história sobre um músico e seu coração partido que acabará encontrando a vingança. Nevasca também me lembrou muito do estilo de King, já que a história é narrada por um escritor que relembra sua juventude e a descoberta de sua paranormalidade. 
  A Casa da Cabana é a história que mais gostei, horror puro e sem maquiagem direto na principal veia do coração, ao grande estilo dos filmes trash dos anos oitenta, se passa nos Estados Unidos e é protagonizada por garotos que encontram o sobrenatural. Uma cabana é utilizada como reduto de férias por um grupo de amigos que gosta de passar as noites por lá, assistindo a filmes de horror e contando histórias assombradas, neste verão em especial uma novidade é apresentada, um tabuleiro Ouija. O que os meninos não sabiam é que aquele lugar era amaldiçoado e que chamar espíritos perdidos resultaria no despertar de algo extremamente maligno. Outro conto interessante é O Céu Sobre Nós, que trata de um vazamento radioativo de um laboratório militar ao redor de uma cidadezinha, o plano de contenção de danos é cruel pois as experiências realizadas lá podem trazer um fim doloroso para a humanidade. Os habitantes irão lutar por suas vidas contra o monstro mais perverso de todos, o próprio homem. Desconhecido possui o final mais chocante de todos, quando um professor de economia decide investigar a fundo seus sonhos horripilantes e assombrosamente vívidos, busca a ajuda de um padre com conhecimento em parapsicologia, quando começa a duvidar de sua própria sanidade descobre a verdade sobre este mundo onírico. E a verdade é estarrecedora. Sete Noites em Claro é o primeiro livro de um nome promissor na literatura nacional de horror, uma leitura instigante com várias reviravoltas e sustos ao longo do caminho, Luis Maldonalle é um autor para se acompanhar de perto. 


Nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (9/10 Caveiras)

3 comentários :

  1. Olá.
    Quero fechar uma parceria com vocês.
    Caso tenha interesse contate-nos pelo seguinte email: darkmemoryoficial@gmail.com

    Atenciosamente, Paco.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Rafa!
    Nossa amei essa resenha! Não havia ouvido falar desse autor antes e estou super animada em conhecer seu livro! Cada conto me deixou mais ansiosa!! Já está na lista e na próxima compra ele já entra!!
    Obrigada! Um abraço!!

    ResponderExcluir
  3. Amo as postagens ♥ porém sou mega-fraca pra terror :'(
    http://lerporquesim0403.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir