ÚLTIMAS NOTÍCIAS

13 de janeiro de 2015

Resenha: Emperor Of Thorns de Mark Lawrence

Sinopse:
  Uma obra-prima imprevisível e cruel porque o melhor fica guardado para o final! O mundo está dividido e o tempo se esgotou completamente, deixando-nos agarrado aos dias finais. Estes são os dias que nos esperaram por todas as nossas vidas. Estes são os meus dias. Eu vou estar diante da Centena e eles vão ouvir. Vou tomar o trono, não importa quem está contra mim, se vivo ou morto. E se eu devo ser o último imperador, farei disso um final e tanto.

Opinião:
   Emperor Of Thorns é a emblemática conclusão da aclamada Trilogia dos Espinhos, precedida por Prince of Thorns e King Of Thorns. A grande peça final que compõe a figura do Império Quebrado revelando finalmente os segredos e maquinações dos protagonistas, em um final sangrento e surpreendente digno de Jorg Ancrath que vai explodir sua cabeça. Mark Lawrence conseguiu unir todas as pontas soltas das questões não respondidas formando uma trama bastante forte que eleva seus protagonistas ao panteão mais alto dos heróis de fantasia. Mark Lawrence expande ainda mais seu universo com a apresentação de outros personagens importantes como a Rainha de Vermelho.
   Assim como os outros livros da série, Emperor Of Thorns se utiliza de saltos temporais para contar sua história, desta vez Jorg, Rei das Terras Altas de Renar, se encaminha com sua comitiva para a Centena, uma votação que ocorre a cada quatro anos para decidir quem será o novo imperador, que reúne as principais lideranças do Império, desde os Reis do Norte Gelado até os Califas do Deserto de Afrique, em suas últimas edições nenhuma decisão foi tomada, para se eleger é preciso ter um determinado número mínimo de votos e não há união entre os reis para que a escolha seja feita. Mas dos pântanos sombrios surgem as criaturas monstruosas do Rei Morto, os cadáveres começam a se levantar, os necromantes se reúnem e outros seres tão malignos e horríveis que o simples vislumbre de sua forma a olhos humanos faz a insanidade corroer a mente. O Rei Jorg é uma das últimas esperanças para deter o avanço do mal, porém ele não é o herói das profecias, seus motivos para se tornar imperador são mais pessoais. Paralelo a atualidade a trama retoma a cinco anos atrás nas viagens que Jorg fez a Afrique e aos Montes Ibéricos, um lugar de desespero destruído pelo Sol dos Construtores.
   Mark Lawrence constrói uma teia de acontecimentos aparentemente desconexos, que acabam se revelando todas as imagens do mesmo mosaico. Um dos principais assuntos é a evolução de Jorg, seu amadurecimento e as influencias que sua busca por vingança desde a mais tenra idade tem sobre o homem que virá a se tornar. Em Prince Of Thorns temos uma criança com grandes sonhos de poder, King Of Thorns mostra a implacável sede de vingança de um jovem que não mede esforços para alcançar o que quer e Emperor Of Thorns é uma jornada de redenção, traição e violência através de um mar de sangue e cadáveres rumo ao trono do Imperador feita por um homem modificado pelos espinhos. Um final fantástico e sangrento para a Trilogia dos Espinhos.


Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras)

Um comentário :

  1. Parabéns pelo Blog e pela excelente resenha. Comprei os livros e não vejo a hora de lêr os três.
    Se puder, conheça o blog Coisas de Um Leitor http://coisasdeumleitor.blogspot.com.br/, em breve teremos muitas novidades. Abraços

    ResponderExcluir