ÚLTIMAS NOTÍCIAS

6 de junho de 2014

Resenha: Roleta Russa de Jason Matthews


"Poucas vezes li um romance tão rico em detalhes. Entre manobras para confundir o inimigo e armadilhas sexuais, fugas mirabolantes e transmissões secretas, Jason Matthews oferece ao leitor uma cartilha sobre o romance de espionagem do século XXI."  Charles Cumming, The New York Times

Sinopse:
   Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de forma abrupta. Logo em seguida, mais um golpe: a morte inesperada do pai, seu melhor amigo. Desnorteada, Dominika cede à pressão do tio, vice-diretor do serviço secreto da Rússia, o SVR, e entra para a organização. Pouco tempo depois, é mandada à Escola de Pardais, um instituto onde homens e mulheres aprendem técnicas de sedução para fins de espionagem.
   Em seus primeiros meses como pardal, ela recebe uma importante missão: conquistar o americano Nathaniel Nash, um jovem agente da CIA, responsável por um dos mais influentes informantes russos que a agência já teve. O objetivo é fazê-lo revelar a identidade do traidor, que pertence ao alto escalão do SVR. Logo Dominika e Nate entram num duelo de inteligência e táticas operacionais, apimentado pela atração irresistível que sentem um pelo outro.

Opinião:
   Jason Matthews já trabalhou na CIA e escreve sobre espionagem com a mesma propriedade de autores como Ian Fleming, Tom Clancy, John le Carré e Frederick Forsyth, Roleta Russa é um livro atual que traz dos confins da Guerra Fria e meados dos anos oitenta a antiga rivalidade Estados Unidos e Rússia, que ainda continuam em uma guerra muito mais implícita na qual as armas são informações e segredos de Estado. Diferente de outras obras do gênero os russos não são estereotipados como vilões, embora a visão do autor seja classicamente americana, ambos os lados possuem seus erros e acertos, se a violência no controle mental russa é intragável a corrupção traiçoeira americana também o é. A premissa do livro é uma batalha de ideias e mentiras entre um americano e uma russa, ambos tentando subverter um ao outro a trair seu país e se tornar um informante, que não sabem de suas próprias missões, mas acabam descobrindo um sentimento mútuo que se torna mais importante que tudo.
   Aí você pensa, agora é que o livro vai ficar meloso, uma aventura romântica de dois espiões que passam por Romeu e Julieta do Século XXI. Mas não. Matthews conseguiu dosar ação, romance e sexo na medida perfeita tudo entrelaçado por uma pitada de humor que é o principal elemento do livro. Brincando com estereótipos básicos dos livros de espionagens consegue arrancar gargalhadas de quem identifica esses elementos. Por exemplo, quando os protagonistas vão atrás de uma espiã ilegal russa, uma loira halterofilista de quase dois metros de altura com duas toras de madeira no lugar de braços,  há uma das lutas mais hilárias do livro. A narrativa às vezes é bem densa, parágrafos chegam a ocupar uma página inteira, mas essa relação entre o humor e a ação deixa a leitura bem leve.
  Os personagens são extremamente bem desenvolvidos, nada de espião com super poderes que aguenta duas explosões, uma fuga pelo telhado e ainda uma noite ardente com a loira de corpo escultural, mas desprovida de intelecto. Os espiões de Jason Matthews são homens e mulheres normais que querem ganhar a vida como qualquer outro, a desmistificação dos personagens é bastante importante, pois assim ele consegue atingir uma gama maior de leitores e mais profundamente fazendo-os se sentirem no papel dos protagonistas. O que é mais importante, o amor ou o juramento por seu país? A vida de uma pessoa querida vale mais que um segredo que pode destruir centenas de desconhecidos? O que é o certo e o errado? Será que meu país está fazendo o que é certo? Como diz uma frase famosa, o lado certo é aquele que vence a guerra, durante a mesma todos são mocinhos.
  Roleta Russa é um livro acima de média, que traz a espionagem e os espiões para a atualidade colocando-os no centro dos acontecimentos mundiais. É uma leitura diferente que provavelmente não irá agradar tanto assim os leitores mais jovens que desconhecem os autores citado no inicio da resenha, não entendendo assim o sarcasmo com relação à apresentação de estereótipos do autor. Cheio de intrigas internacionais, maquinações politicas, grandiosas investigações e reviravoltas na trama Roleta Russa é uma ótima indicação de um livro para relaxar, aquela leitura descompromissada mas interessante e viciante. Super Recomendado!

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras)

7 comentários :

  1. Jura que é tudo isso?? Eu não achei que fosse, rsrs.
    Não sei se pela capa, sinopse, sei lá, algo não me atraiu. Mas agora lendo a resenha a coisa mudou!!!

    Estou lendo a sua indicação da semana e amando, então vou anotar essa na minha listinha - imensa - de desejados!!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Alessandra! Não botei tanta fé pela capa e sinopse... mas depois das dez caveirinhas confesso que fiquei bem curiosa.

    Ótima resenha! ;D

    ResponderExcluir
  3. Olha, taí um livro que me passaria totalmente batido se eu não lesse essa resenha. Vou anotar ele aqui para ler futuramente.

    ResponderExcluir
  4. O livro é perfeito para quem curte romances de espionagem, enquanto lia todos me perguntavam sobre o que se tratava a história e com um rápido resumo todos me diziam que a história era parecida com a do filme Sr. e Sra.Smith, eu não assisti para comprovar mas... se todo mundo diz

    ResponderExcluir
  5. Acabei de abrir sua resenha bem no dia que comprei o livro! Magnífica! Conseguiu me empolgar mais ainda com a leitura :D E olha que eu comprei o livro no escuro, lendo só a sinopse hehe Parabéns pela resenha =))
    Beijinho :*

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela resenha! Já estava interessada no livro, mas depois de ler a sua resenha fiquei mais empolgada ainda pra ler. Comprando já!!!

    ResponderExcluir
  7. Acabei de ler, muito bom!!! Personagens bem construídos e uma trama que não fica monótona, e com toque de humor onde você nem imaginaria! Um ponto que achei interessantíssimo foram as receitas nos finais de capítulos, confesso que estou tentada a provar algumas!!

    ResponderExcluir