ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1 de junho de 2014

Resenha: Lapso Esquizofrênico de Jean Thallis Rodrigues


Sinopse:
   André começou a ter pesadelos estranhos, mas o que eram sonhos passaram ao plano da realidade. Sua vida corre iminente perigo, o delírio consumindo a razão. A incógnita se existe ou não alguém atrás dele o persegue até o extremo no qual ele deve acreditar que está sendo caçado; caso contrário, seria a loucura. Esse lapso, esses dias esquizofrênicos, são o ápice da abstinência, são as memórias tolhendo a mente. Essas reminiscências querem expurgar a lucidez do seu crânio, embaralhar seus sentidos. A cada ilusão tétrica sua mente se afunda mais e mais. Uma agonia que o guiará ao passado e ao ponto mais profundo do seu âmago.

Opinião:
   Lapso Esquizofrênico é uma obra de horror visceral que se destaca entre as publicações nacionais pela originalidade e qualidade narrativa. Jean Thallis em seu primeiro livro demonstra uma grande maturidade na arte de contar histórias e consegue arrepiar o leitor ao criar cenas assustadoras com imagens formadas pelos mais profundos pesadelos e delírios de uma mente esquizofrênica. É um livro que tem como tema a loucura, uma demência pegajosa que verte vagarosamente pelas linhas, escorrendo pelas páginas e encontrando as mãos do incauto leitor, que é absorvido pela insanidade do protagonista.
  O conceito da paranoia é bem desenvolvido na obra, o protagonista André está acostumando com sonhos e pesadelos bastante vividos, que despertam os horrores sombrios dos recantos mais soturnos de sua mente. Porém essas visões começam a desrespeitar a barreira dos sonhos e se imiscuem pela realidade através de fissuras na mente de André alterando sua percepção de mundo. Enquanto busca uma solução para as visões cada vez mais frequentes, começa a se sentir observado, perseguido, fonte de conspirações, sente que não pode confiar em ninguém, alguém quer matá-lo. Será o cadáver de uma velha na floresta que mesmo em decomposição ainda pode caminhar? Ou um gnomo de jardim com um senso de humor negro ácido? Ou ainda sua ex-namorada que lhe aparece nos sonhos dando a luz a um feto de bezerro que logo é canibalizado pela mesma? Será que tudo não passa de uma alucinação produto de uma mente doente?
   O autor consegue surpreender no final, construindo uma trama que evolui em tensão e suspense, conduzindo o leitor ao máximo de loucura que uma mente sã pode suportar, a sempre presente questão de realidade/paranoia confunde a mente do leitor, que possui apenas as vividas impressões do protagonista esquizofrênico para basear seu julgamento. Lapso Esquizofrênico é um ótimo livro de horror, produção nacional com qualidade internacional, indicado a todos os fãs do gênero.

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras)

3 comentários :

  1. vou com certeza querer ler esse livro =]

    ResponderExcluir
  2. Fiquei bastante interessado em ler este livro. Parece muito bom. Gostei da opinião dada. Se o livro segue esta linguagem, certamente irei gostar.

    ResponderExcluir