ÚLTIMAS NOTÍCIAS

12 de julho de 2013

Resenha: Trilogia da Escuridão: A Queda - Guillermo Del Toro, Chuck Hogan


  "Há homens que vicejam no caos. São chamados de heróis ou canalhas, dependendo do lado que vencer a guerra, mas até a chamada para a batalha são apenas homens normais que anseiam por ação, ambicionando a oportunidade de se livrar da rotina da vida normal como um casulo e se realizarem. Pressentem um destino maior que eles mesmos, mas só viram realmente guerreiros quando as estruturas desmoronam em torno."

Sinopse:
   A Queda, Segundo volume da Trilogia da Escuridão, dá continuidade à terrível epidemia de vampiros imaginada pelo premiado cineasta Guillermo Del Toro em Noturno. Escrita em parceria com o autor de thrillers Chuck Hogan - apontado por Stephen King como um dos dez melhores escritores de suspense da atualidade -, a série, traduzida em 20 países, narra uma invasão de vampiros em Nova York provocada por um vírus capaz de causar uma pandemia em escala mundial. Fascinado por histórias de vampiros e universos fantásticos, Del Toro atualiza o tema com uma narrativa realista e aterradora e uma abordagem de investigação científica semelhante à de séries de sucesso como CSI.
   Em A queda, o vírus disseminado a partir de um avião vindo de Berlim segue se alastrando por Nova York e transformando pessoas comuns em perigosas criaturas sedentas por sangue. Enquanto tenta combater a epidemia, o doutor Ephraim Goodweather se depara com uma nova e ainda mais assustadora ameaça: uma guerra entre os vampiros do novo e do velho mundo. Com a ajuda de Abraham Setrakian, ex-professor em Budapeste e sobrevivente dos campos de extermínio nazistas, e de Vassily Fet, do Serviço de Controle de Peste, o médico precisa agir antes que a espécie humana seja exterminada, em mais uma obra épica e vertiginosa que supera em muito as histórias de vampiro tradicionais.

Opinião:
     Noturno, o primeiro volume da Trilogia da Escuridão, surgiu na mesma época em que romances sobre vampiros inundaram as estantes de livrarias e leitores pelo mundo. Seu sucesso se deu a maneira com que os autores recriaram o mito do vampirismo, ao invés de arrancar as raízes da árvore vampírica e lhe dar uma nova origem aos vampiros, Del Toro e Hogan adicionaram mis ramificações e trouxeram a lenda para os dias de hoje. A Queda é a continuação direta de Noturno, de modo que se você está lendo isso provavelmente já leu o seu antecessor e está familiarizado com essa nova "família" de vampiros, mas se ainda não leu, recomendo que siga a ordem cronológica correta dos livros: Noturno seguido de A Queda e o recente Noite Eterna.
    Os vampiros de A Queda são macabros, seres sem nenhuma beleza ou atração, movidos apenas por sua sede de sangue que nubla qualquer pensamento racional que possa passar pela cabeça. O vampirismo na obra é encarado como uma doença viral e o ser humano é apenas um simples hospedeiro responsável por conseguir comida para seu parasita, um verme branco que uma vez inserido na pele seja através da alimentação de um vampiro ou contato direto com a corrente sanguínea através de uma ferida. Outro aspecto evolutivo que os vampiros apresentam em relação à mitologia comum é o desenvolvimento de uma espécie de ferrão retrátil embaixo da língua do hospedeiro que serve tanto para a alimentação quanto para a multiplicação da espécie, esse ferrão em alguns casos pode chegar a medir mais de seis metros de comprimento.
   A estória do livro continua exatamente de onde o primeiro parou. Após a fracassada tentativa de deter o Mestre em seu plano de dominação mundial, os protagonistas, o Dr. Ephraim Goodweather, o professor Abraham Setrakian e o exterminador Vasiliy Fet voltam para seu esconderijo abatidos tentando planejar seu próximo passo. Enquanto isso, um debilitado Mestre coloca para funcionar a ultima fase de seus planos que fará com que a humanidade sofra a sua inexorável queda na cadeia alimentar do planeta. Com a inserção de novos personagens, a trama avança rapidamente, os autores conseguiram a combinação perfeita entre a tensão e a ação que se unem se dividem em meio aos capítulos que possuem a aparência de uma série de televisão.
   Como em Noturno, a narrativa em A Queda é cheia de flashbacks protagonizados por Setrakian que desta vez está em busca de vingança pela dor sofrida nos campos de concentração controlados por vampiros nazistas. E também por trechos do diário de Ephraim e as explicações do blog de Vasily que juntas se tornam uma fonte de saber indispensável para entender o rumo da história. Essas interrupções no enredo são inseridas em momentos estratégicos que ao invés de interromper o ritmo da leitura dão valor a essas cenas e suas continuações. Em comparação com o primeiro volume, A Queda é um livro muito mais sombrio pois trata do fim da humanidade e de como a esperança se torna um ideal mais escorregadio a cada noite que passa.
   Os pilares para o final da Trilogia da Escuridão tomam forma em A Queda e vingança e redenção deverão ser ideias presentes no ultimo volume. O final deste livro mostra que ainda há muita coisa para acontecer e que a luz no fim do túnel ainda está muito, muito distante e que há um bom trecho imerso em escuridão para ser percorrido... Por isso pegue seu marcador de páginas de prata e vamos à leitura de A Noite Eterna. 

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (9/10 Caveiras) 

3 comentários :

  1. Olá Rafa,

    já li Noturno, e foi na mesma época da epidemia de livros sobre vampiros. Gostei bastante da história, apesar de não ter sido um livro fácil e tranquilo de ser lido para mim. A maneira que os autores abordaram o tema de vampiros foi original, de certa maneira, fugindo daquela ideia de vampiros bonzinhos e "bonitinhos". Tenho vontade de ler A queda, mas não sei quando vou ler.

    Abraço
    Lucas
    ondeviveafantasia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Rafa!
    Sou uma super fã do Guillermo del Toro desde que vi seu filme O Labirinto do Fauno, que não me canso de ver, e agora tenho uma grande surpresa ao descobrir, acredite, que ele possui livros também! Foi uma enorme surpresa boa, pena que não são muito baratos, mas vou tentar lê-los daqui a um tempo (na minha estante tem um bocado de livros esperando serem abertos...).
    Até a próxima!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Bom Dia!
    Li O Noturno em dois dias, livro muito bom, empolgante, não consegui fazer nada a não ser ler o livro desde a hora que comecei. Enfatizando MUITO BOM! Só de se saber que o Guillermo Del Toro estava envolvido, ja vi que seria de tirar o fôlego. Estou procurando o download de A Queda, porem não encontro em lugar nenhum... como moro no interior, é complicado a compra de livros, certamente irei comprar pela internet. Estou empolgadíssimo!

    ResponderExcluir