ÚLTIMAS NOTÍCIAS

17 de junho de 2013

Resenha: Wild Cards [Livro Um] - O Começo de Tudo - George R. R. Martin


Sinopse:
    Ao fim da Segunda Guerra Mundial, a Terra é salva por pouco de um meteoro alienígena. Porém, o vírus que a bomba espacial carrega cai em Nova York e, gradativamente, espalha-se pelo mundo, contaminando parte da população e dotando parte dos sobreviventes com poderes especiais. Alguns foram chamados de ases, pois receberam habilidades mentais e físicas, alguns foram amaldiçoados com alguma deficiência bizarra e, por isso, batizados de coringas. Parte desses seres, agora especiais, usava seus poderes a serviço da humanidade, enquanto outros despertaram o pior que havia dentro de si. Série criada pelo genial George R. R. Martin a partir do jogo de RPG GURPS Supers, que desenvolveu para se distrair com seus amigos. O primeiro volume conta a história dos principais personagens que povoarão as páginas desta série de 22 títulos.


Opinião:
    Há muitas controvérsias sobre este livro, depois de Guerra Dos Tronos virou "moda" e todo mundo está lendo, leu ou vai ler, qualquer livro ou material que contenha o nome de George R. R. Martin vende como água. Eu conheci o autor no ano passado, no ápice da sua fama no Brasil com seus livros na lista dos mais vendidos e a internet cheia de comentários sobre a série e coisas do tipo, decidi me aventurar no primeiro volume e após a metade a leitura tinha me fisgado completamente. Agora com Wild Cards foi diferente, já nas primeiras páginas eu estava fascinado com a estória, é algo tão grandioso e maravilhoso inspirado nas histórias em quadrinhos com várias referencias a cultura popular e a Segunda Guerra Mundial, mas o mais importante de tudo repleto da ficção cientifica criada na década de oitenta. O que eu quero dizer para você leitor é: se você gosta de ficção cientifica, quadrinhos, superpoderes e muita ação irá amar esse livro. Assim como eu.
   A primeira coisa que precisa ser esclarecida sobre Wild Cards é que George Martin não escreveu sozinho esse livro, como a própria capa diz ele foi o editor da série e criou um verdadeiro mosaico de histórias que convergem e se unem se separam com linhas narrativas e enredos individuais de diferentes escritores que são amarrados de maneira tão perfeita que se tem uma estória final magnífica. Todos os contos se concentram em um mesmo tema e se diversificam nas mais diversas ramificações possíveis trilhando caminhos diferentes a cada novo capítulo, porém sem nunca se distanciar da ideia inicial. Uma das teias que une esses relatos são os personagens, por exemplo, em um conto eu posso ser o protagonista e narrador enquanto em outro sou apenas um coadjuvante visto sob outra ótica de modo que as percepções de bem e mal do leitor são testadas ao extremo. Outro exemplo são as pequenas citações de eventos ou de seres poderosos que os personagens fazem e um leitor atento identifica todas.
   Bem sem mais delongas vamos ao plano de fundo da série. Este primeiro volume é essencial para o entendimento de todos os livros que vem a seguir (Já existem mais vinte livros além deste publicados, este volume foi lançado nos Estados Unidos em 1987) pois é ele que estabelece o universo Wild Card e suas fronteiras e barreiras.  A série relata uma realidade alternativa que surge logo após o fim da Guerra Mundial, acidentalmente um vírus alienígena é liberado em Nova York e taxa de mortos que entraram em contato direto com os gases liberados no ar é de 90%. Se isso já não fosse o bastante outros 9% tiveram uma reação ao vírus que lhes deu formas monstruosas e modificou seu DNA de maneira irreversível, nasciam assim às criaturas deformadas que vieram a ser conhecidas como Curingas. Já 1% sofreram mutações parecidas com os curingas, porém ao invés de ter sua aparência modificada de maneira bizarra, eles ganharam superpoderes, como força extraordinária, capacidade de levitação, telecinese, invisibilidade e assim nasceram os Ases.
  Assim surgiu o título da série Wild Cards, que é como o vírus é chamado, em português Carta Selvagem, por causa dessas mutações no qual as pessoas com mais sorte tiraram um ás e os azarados um curinga. Os contos em sua temática variam de acordo com o autor, alguns pró-curingas, outros estão do lado dos ases e há ainda aqueles que defendem os naturais, seres humanos normais que não foram modificados pela Carta Selvagem. Os contos estão em ordem cronológica dos acontecimentos, porém muitas vezes duas histórias ocorrem simultaneamente e os autores se valem da citação do nome do presidente americano em questão para situar o leitor no tempo, sendo desta maneira indispensável um conhecimento básico no assunto. 


O livro é formado pelas seguintes histórias:

Prólogo - Studs Terkel: Tempos Selvagens: Uma história oral dos anos pós-guerra. Um pequeno prólogo com uma narrativa que une a visão de um doutor e um soldado sobre a chegada de um alienígena na Terra, posteriormente chamado de Dr. Taychon e o xenovírus Takis-A.

Trinta Minutos Sobre a Broadway - Howard Waldrop: Passamos a conhecer Jetboy, um ser humano normal mas extremamente excepcional, o mais jovem herói de guerra que após ficar perdido em uma ilha no pacífico onde os japoneses derrubaram seu avião retorna a cidade mas se perdido no meio da multidão. É um dos melhores contos do livro, mostra que os sonhos de um garoto não são tão doidos assim.

O Dorminhoco -  Roger Zelazny: Conheça Croyd Crenson, o vírus Takis-A lhe trouxe uma mutação interessante, cada vez que ele dorme acorda com um novo poder ou nova mutação dependendo da carta selvagem que tira. Lembra muito X-Men dos quadrinhos.

Testemunha - Walter Jon Williams: Neste conto o conceito de Ases é mais aprofundado e o leitor passa a conhecer Os Quatro Ases, encabeçados por Golden Boy, o garoto de ouro da América com super força e invulnerabilidade ele é quase um super homem. Porém o governo também descobre que pode usar esses seres em suas guerras particulares e politicas.

Ritos de Degradação - Melinda M. Snodgrass: A história trágica do amor entre Dr. Tachyon e Blythe van Renssaeler, uma dos Quatro Ases.

Interlúdio Um - Ases Vermelhos - Anos Negros: (Os interlúdios funcionam como uma espécie de pequena parada para informações sobre como a sociedade aceita os infectados pelo vírus. Geralmente marca também um salto no tempo)

Capitão Cátodo e o Ás Secreto - Michael Cassutt: Karl Von Kampen diretor da famosa série do Capitão Cátodo tem problemas com a sua estrela principal que não dá muita atenção a seu trabalho. Após algumas investigações se frente a frente a um assassino conhecido como Medusa.

Powers - David D. Levine: Frank Majewski um simples funcionário do governo descobre que apenas ele pode salvar um grande americano das garras russas socialistas, porém ele deverá revelar seus poderes especiais para uma sociedade não tão receptiva a pessoas como ele.

O Jogo da Carapaça - George R. R. Martin: Simplesmente o melhor conto do livro, os fãs de quadrinhos e ficção científica irão se identificar com a história do GRANDE E PODEROSO TARTARUGA!!

Interlúdio Dois - A Abertura da Clinica do Dr. Tachyon

A Noite Longa e Obscura de Fortunato - Lewis Shiner: O conto mais sexual do livro, o autor se utiliza de todos os palavrões para descrever o mundo da prostituição no Bairro Curinga e Fortunato (um ás ou curinga??) e seu estranho poder.

Transfigurações - Victor Milán: Um conto bastante cuidadoso que apenas uma leitura bastante atenciosa capta o verdadeiro poder do Dr. Mark Meadows. Pelo que pude perceber será um personagem importante nos próximos livros.

Interlúdio Três - Wild Card Chic

Bem Fundo - Edward Bryant e Leanne C. Harper: No fundo do metrô de Nova York estranhos segredos se escondem...

Interlúdio Quatro - Medo e Delírio no Bairro dos Curingas

Fios - Stephen Leigh: A política também foi afetada pela carta selvagem.

Interlúdio Cinco - 35 anos de Carta Selvagem! Uma Retrospectiva.

A Garota Fantasma Conquista Manhattan - Carrie Vaughn: Um poder aparentemente inocente, pode se tornar uma arma poderosa nas mãos certas.

Chega o Caçador- John J. Miller: Vingança. Será possível um simples humano "normal" derrotar um poderoso curinga?

Epílogo: Terceira Geração - Lewis Shiner: Um epílogo que deixa muitas perguntas e abre espaço para uma gigantesca expansão da série.

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras) 

6 comentários :

  1. Gostei da sua resenha. Estou lendo esse livro, mas busco conhecer mais sobre esse outro "mundo" de Wild Cards, então já encontrei prós e contras acerca dele na net... mas só após o término da minha leitura é que vou definir, de fato, se vou querer continuar lendo os demais números da série (até porque são 22! :S).
    Lembrando do que você escreveu sobre gostar de ficção cientifica, quadrinhos e poderes especiais, etc, foi isso que me chamou atenção ao comprar o livro, e, não só por levar o nome do Martin. Enfim, espero continuar gostando. :D
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, bom foi esse motivo que também me atraiu para a série a mistura de ficção com super-poderes mas é bem diferente do que se possa imaginar, é um pouco mais real a maneira com que esses poderes são abordados como por exemplo o dialogo moral que o personagem se faz interiormente para decidir se vai usar seus poderes em prol de si mesmo ou para ajudar os outros.
      Eu gostei da série, não foi uma paixão avassaladora mas a faísca deste sentimento nasceu. Como esse livro é só a introdução a esse universo a leitura do segundo volume é o que define se a série conquistará os brasileiros ou não... Obrigado pela visita :)

      Excluir
  2. Muito boa sua resenha, adorei! Fiquei com mais vontade ainda de ler o livro, pois já tinha ele na lista de desejados.. com certeza comprarei quando puder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado :) Tenho certeza de que irá gostar do livro e da série. Eu estou bastante empolgado esperando o segundo volume que rumores dizem será lançado ainda em Novembro deste ano.

      Excluir
  3. mto boa a sua resenha quero mto ler esse livro

    ResponderExcluir
  4. Eu estou lendo esse livro e para falar a verdade nao consigo entender direito, pois, ele aborda temas historicos e pessoas reais,entao antes de le-lo, vc tem que ter um conhecimentos basico sobre essas pessoas e temas historicos.

    ResponderExcluir