ÚLTIMAS NOTÍCIAS

19 de outubro de 2012

Resenha: Hanz - Oscar Mendes Filho


Sinopse:
  Muitas pessoas procuram mudar a realidade da vida em busca da felicidade. Algumas procuram realizar tais mudanças de forma mais radical, nem sempre a mais simples... Como permanecer indiferente às injustiças que são presenciadas todos os dias? Somente uma pessoa insana consegue se dizer feliz vinte e quatro horas por dia no mundo atual.


Opinião:
   Hanz é um livro extremamente inteligente que fala sobre pessoas que cansaram de esperar que algum governante decida fazer algo para melhorar as condições do nosso país e resolveram agir por conta própria, pressionar as autoridades em busca de mudanças e melhorias. É uma crítica ácida não apenas direcionada aos administradores deste país, mas também a nossa mentalidade de esperar que alguém faça alguma coisa e depois criticar de braços cruzados.
   Oscar conseguiu descrever de maneira prática e simples o pensamento de todo o jovem que entra para a "vida adulta", todos os medos e dúvidas que assaltam a mente, mas principalmente a vontade de fazer do mundo um lugar melhor, de causar uma grande mudança social e talvez deixar a sua marca na história.  Mas o principal triunfo da história é a naturalidade com que o sobrenatural se insere num contexto extremamente crível e verossímil.
   A história começa quando Hanz volta para a cidade onde cresceu, querendo escapar do estresse diário das grandes cidades, lá faz grandes amizades como Renzo um grandalhão bastante divertido.  Em meio às pequenas impunidades diárias que os dois enfrentam surge a ideia de criar um grupo um pouco ortodoxo em suas ações para mobilizar as pessoas e o governo da sua total falta de atenção e aceitação das coisas erradas do mundo.  A ideia segue adiante e logo eles estão prontos para o seu primeiro ataque as autoridades, sempre pensando em não ferir ninguém... Porém logo eles começam a descobrir que é muito difícil mudar o pensamento dos governantes, principalmente daqueles que se aproveitam do comodismo da população. A batalha será longa, mas eles estão cheios de energia e vontade, mas o que não sabem é que forças desconhecidas estão se unindo e agindo...
    Os personagens são muito bem construídos e ao final do livro bate uma tristeza de abandoná-los. Hanz é uma história que cativa e emociona, mas também faz pensar no nosso papel na sociedade, será que é correto ficarmos apenas esperando mudanças acontecerem? Até quando manteremos os olhos fechados para o atual caos que domina o sistema? Filas intermináveis em hospitais e principalmente a falta de segurança na rua. Ao que parece somos educados para conviver com medo... 

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras) 

Um comentário :