ÚLTIMAS NOTÍCIAS

11 de outubro de 2012

Resenha: Chorai pelos Estranhos - John Saul


Sinopse:
   Clark´s Harbor era uma pequena cidade costeira, tranquila e sossegada, resguardada contra os estranhos. Mas de repente, os estranhos começam a chegar e a se instalar na cidade. Um menino de nove anos se livra de um frenesi que o atormentava desde o nascimento. A irmã tem estranhas visões. E, um a um, em mortes violentas e misteriosas, os estranhos vão desaparecendo...


Opinião:
      Chorai pelos estranhos é o segundo livro de John Saul que leio o primeiro foi Quando o Vento Sopra, e apesar deste ser bem melhor que o primeiro as duas tramas são bastante parecidas. Primeiro os dois livros começam com um prólogo bastante enigmático acerca de um acontecimento importante que ocorreu na infância do personagem e que terá alta relevância nos acontecimentos futuros. Segundo, os vilões de ambas as histórias são pessoas que foram tocadas por um acontecimento sobrenatural que não é bem definido, fazendo com que o leitor se questione acerca do que é real ou apenas alucinação, além de que ambos são afetados por influencias climáticas, em Chorai pelos Estranhos é a tempestade e no anterior o vento. Terceiro, as cidades em que as histórias acontecem são pequenas e fechadas a estranhos, a tradição familiar é levada a sério e os forasteiros são tratados de maneira diferente geralmente preconceituosa.
    Xenofobia é a palavra que exprime o sentimento mútuo de Clark´s Harbor uma pequena comunidade de pescadores que tem aversão a estrangeiros e não sentem vergonha alguma de demonstrar isso, até quem está de passagem pela cidadezinha sente a tensão no ar. Mas tudo tem uma explicação, há uma lenda que corre de boca em boca que fala sobre os indígenas que vivam antigamente naquele local. Devida à chegada do homem branco eles foram obrigados a se retirarem de lá, mas antes lançaram uma espécie de maldição no lugar, sendo o ponto mais maldito a praia, todos os estranhos que se mudarem para lá irão sofrer a ira vingativa da aldeia.
   John Saul cria personagens bastante interessantes, cada um com suas crenças e medos particulares sendo afetados à sua própria maneira pelas tempestades que acometem Clark´s Harbor. É uma leitura deliciosa e empolgante para uma noite chuvosa.

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (9/10 Caveiras)

Um comentário :

  1. Gostei muitoda resenha.
    Ainda não tinha lido nada a respeito desse livro, gostei muito.
    Bjos..
    detudoumpoucodany.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir