ÚLTIMAS NOTÍCIAS

15 de setembro de 2012

Resenha: Este Mundo Perfeito - Ira Levin


Sinopse:
   Um mundo futuro, com trajes e tradições, palavras-tabus, passatempos, hinos e espantosos segredos.
   A ação se passa 150 anos depois da unificação de todos os países e o herói, um rapaz apelidado de "Quem", trava uma luta desesperada para encontrar liberdade na Terra entorpecida por produtos psico-químicos e computadores.


Opinião:
    Este Mundo Perfeito é um clássico desconhecido que está no mesmo nível de 1984 e Admirável Mundo Novo, com uma trama ágil e envolvente o autor cria uma sociedade utópica bastante crível e cria uma reflexão bastante profunda acerca do conceito de liberdade. 
   No futuro a sociedade humana vive uma espécie de "tecnocracia" onde todos são controlados por um computador central, o Unicomp.  Numa primeira vista o mundo parece ser perfeito, não há mais guerras entre nações, pois todos se uniram em apenas uma grande “família” sem nacionalismo e religião vivendo harmoniosamente; não há mais preconceito, pois através da genética todos são modificados para ter uma aparência próxima e o mais importante todos contribuem socialmente e ninguém é inválido ou desempregado.
  Porém para alcançar esse estado de "harmonia" algo muito importante foi sacrificado. A Liberdade. Escolha é uma palavra que não existe neste futuro, todas as ações do ser humano são controladas pelo Unicomp. Desde o nascimento, é escolhido um nome e a função na sociedade, através de pulseiras magnéticas a mobilidade é controlada e através de um "tratamento" envolvendo drogas potentes o cérebro é controlado evitando pensamentos acerca de rebelião e liberdade.
   Mas há sempre aqueles que não se deixam dominar e de alguma maneira conseguem burlar o sistema e planejar fugas ou possíveis rebeliões. Ira Levin cria personagens curiosamente reais e inquietantes que são o oposto do herói que se imagina, o enredo é inovador e surpreende até a ultima linha com acontecimentos que revelam a alma humana em toda sua pureza ou podridão...
  Uma das coisas interessantes é que o Unicomp para completar sua lavagem cerebral promove diariamente uma hora de televisão com programas supostamente inocentes, mas que modificam e muito a capacidade de discernir a realidade e de pensar. Coincidência ou não esse horário é exatamente o utilizado pelas emissoras de TV para exibir suas novelas...

Minha nota: ☠☠☠☠☠☠☠☠☠☠ (10/10 Caveiras) 

Postar um comentário