ÚLTIMAS NOTÍCIAS

6 de julho de 2012

Resenha: 616 - Tudo é Inferno - David Zurdo e Angel Gutiérrez




"Nunca antes luz e trevas conviveram num equilíbrio tão perfeito como neste romance. 616 supera O Exorcista em dramaticidade e ambientação"  
Javier Serra

              Confesso que me surpreendi bastante com esse livro, a história imaginada aliada aos fatos reais acrescidos forma uma ótima trama cheia de tensão, suspense e questões que nos fazem refletir sobre o mundo, a criação, nossas atitudes e principalmente a veracidade da religião. O único problema talvez seja o fato do livro que eu li ser de biblioteca pública, as pessoas parecem não entender que existem limites entre realidade e ficção e por motivos idiotas e ignorantes destroem uma obra, no caso de 616, páginas foram rabiscadas, linhas e números riscados e palavras escritas nas margens na sua maioria “blasfêmia”, dificultando um pouco a leitura como no caso dos números que foram totalmente obscurecidos por tinta de caneta...
                Bom, a primeira coisa a chamar a atenção é o número 616. Estamos acostumados com o famoso 666 como sendo o número da besta, mas autores neste livro mostram que o real número é 616. Não acreditei quando li por isso pesquisei e realmente é verdade, uma verdade pouco divulgada. Os católicos na antiga Roma eram perseguidos pelos imperadores, um dos mais cruéis foi o próprio Nero, 666 é o nome dele em números. Textos antigos relatam o numero da besta como 616 mas devido as mortes de São Paulo e São Pedro além das perseguições sanguinárias, os cristãos popularizaram o novo número...
     
 Tudo é Inferno começa de maneira enigmática, um grande incêndio devora um convento, as chamas destroem a Igreja e tudo o mais. Joseph Nolan é bombeiro e tem um senso de herói bastante acentuado, quando chega no local a primeira coisa que verifica é se há pessoas lá dentro ainda, as freiras bastante transtornadas lhe dizem que o jardineiro, um senhor idoso chamado Daniel ficou para trás. Daniel é portador de uma pequena deficiência mental que o impede de se comunicar direito e pensar de uma maneira mais profunda e elaborada. Joseph Nolan se sacrifica e consegue salvar o ancião, porém este fica com os pulmões bastante debilitados devido à fumaça. Assim conhecemos dois dos protagonistas: Joseph Nolan, bombeiro e pai dedicado e Daniel o cativante senhor deficiente que ao longo da história mostra o seu valor.
     Paralelamente conhecemos Albert Cloister, membro dos Lobos de Deus, um grupo secreto do Vaticano que investiga fenômenos paranormais ao redor do mundo e persegue toda tipo de aparição que tenha relação ao Demônio. Albert está numa visita a Espanha para ajudar na canonização de um santo padre em uma vila, porém quando o corpo é desenterrado todos seus ossos estão quebrados e escrito à unha na tampa do caixão a enigmática frase Tudo é Inferno. 
     Daniel após sair do hospital vai morar num asilo, onde as freiras cuidam dele, lá recebe a ajuda uma psiquiatra, Audrey Barret, uma mulher cheia de segredos e sombria. Ela faz de tudo para ajudar Daniel a parar de ter pesadelos porém tudo o que acontece a leva a crer que ele está possuído e apenas um exorcismo poderá salvá-lo. Mas é apenas o começo de tudo, das revelações no fim tudo é inferno.

5 comentários :

  1. Estou lendo esse livro (: e estou adorando uehhue

    ResponderExcluir
  2. Eu amei esse livro, melhor livro que li em 2012...

    ResponderExcluir
  3. Já li esse livro, ele é ótimo. Como descrito pelo amigo que escreveu esta resenha, "Tudo é Inferno" misturo elementos de realidade com imaginações e criações bastante curiosas dos autores. Realidade e ficção misturam-se como numa simbiose incrivelmente cativante, que nos prende da primeira até a última página.

    ResponderExcluir
  4. Quem danifica livro na biblioteca merece a danação eterna...rsrsrs.

    ResponderExcluir